“Além do Apagão de tudo, tivemos um apagão ético. Ele é causado por lideranças políticas, se aproveitando do sofrimento das pessoas, no momento mais difícil da vida do Amapá”. Prefeito Clécio, no programa Luiz Mélo 

O prefeito de Macapá, Clécio Luis, deu uma esclarecedora entrevista na manhã desta sexta-feira, à bancada do programa “Luiz Mélo”. Clécio falou de COVID, apagão, eleição e canalhice na política.

Veja alguns trechos.

Sobre COVID 

Disse que há um aumento sustentado, mas que o comitê cientifico ainda não define como segunda onda. Falou das ações, dos centros covid, testagem em massa, e disse que Macapá foi o primeiro município do pais a proibir atividades de campanha. Depois muitos outros proibiram também.

Sobre Apagão 

Perguntado pelo jornalista Luiz Mélo: “Onde o sr aprendeu a queimar transformador? que culparam o sr também”.

Resposta de Clécio 

“Eu nao quero misturar apagão com politica. Isso merece todo o nosso repudio e os responsáveis precisam ser punidos.   Tudo é muito dramático. O apagão  energético provocou um apagão de tudo, de agua , de telecomunicações, etc

Inclusive um Apagão ético. Esse nao vem da população. Ele é causado por lideranças políticas, se  aproveitando do sofrimento das pessoas, do momento mais difícil da vida do Amapá.

Na noite dos raios, eu passei a madrugada nas ruas, acompanhando os canais e as medidas pra evitar alagamento. No outro dia fomos nos dar conta do tamanho do problema.

Me voltei logo para a saúde, que sempre foi minha prioridade  Organizar as UBSs e centros covid com geradores e água. E amenizar os problemas mais urgentes da população com distribuição de agua pelos caminhões pipas e organizando as escolas para distribuir agua para a população do entorno. A água distribuída é da CAESA. Tratada, mas não para beber”.

 

Sobre o adiamento das eleições 

“Todos os candidatos pediram o adiamento da eleição. A mudança de quadro se deu com as informações que o TRE recebeu dos órgãos de inteligência.

O adiamento não foi bom para o nosso candidato.Do ponto de vista eleitoral, o mais prejudicado foi nosso candidato Josiel com o adiamento das eleições. Ele está em primeiro lugar e com vaga certa no segundo turno, nas eleições que seriam domingo.

O Davi falou ontem aqui no seu programa, que o maior prejudicado ‘eleitoralmente’ foi Josiel. Mas a canalhice política está tão grande que deturparam a fala dele para confundir as pessoas. Ele estava falando do adiamento das eleições, o maior prejudicado pelo apagão foi o povo do Amapá e Davi disse isso claramente aqui.

Eu nao quis tratar de politica, antes da campanha, apesar de terem me cobrado muito isso. Eu quis tratar da gestão. Eu tenho um monte de obras para entregar e estou cuidando também das entregas”.

 

Apagão ético 

“Ninguém no campo da politica tem trabalhado mais que Davi pra tentar resolver os problemas. E antes que digam que eu nao posso elogiar politico, eu quero dizer que é obrigação de Davi, dele, minha e de quem quer que seja.

Mas é ser justo, gente! Nao é porque é eleição, que vamos nos matar.  Isso é um péssimo exemplo para a população. A isso eu chamo de apagão ético.

Tem o COVID e pessoas perdendo a vida. E Apagão de energia, de agua, a população perdendo sua comida, os comerciantes perdendo seus estoques.  A irresponsabilidade desse consorcio e da ANEEL é que tem que ser responsabilizada.

Nao bastasse isso, vem esse apagão ético. Uma parte das lideranças politicas tentam tirar proveito politico e eleitoral desse sofrimento generalizado. Nao gostam de mim, nao gostam da minha gestão, é um direito. Eu tenho falhas . Pode fazer movimento em frente à PMM, por tudo, menos por apagão, causado por uma empresa privada, que venceu um leilão federal. E pela ANEEL que nao fiscaliza. Típico da privatização que foi feita”.

Ações 

“Há uma mobilização nacional, que Davi está fazendo. Vieram os melhores técnicos do Brasil, gente que nao gosta de sair do seu estado, do sul e do sudeste. Mais de 50 técnicos, vieram peças do Brasil inteiro, porque não vende pronto. Estão vindo usinas inteiras de Manaus que gerarão 45 megas de energia e serão montadas em Santana. Leva tempo.

Do Jari está vindo um transformador, da empresa privada. Mas você sabia, Mélo, que os mesmo políticos que estão fingindo se dizendo preocupados com Macapá, foram inflamar lá no Laranjal do Jari, pra não trazerem o transformador pra Macapá? Dizendo que ia faltar energia no Jari, sendo que o que vem é sobressalente.

Então. Tem técnicos do Brasil inteiro, três filtros pra filtragem de óleo que demoram dias. O óleo estava indo pra fora do Amapá pra testar. Agora esse laboratório veio pra cá, para ser mais rápido, por esforço de Davi. Aí por causa da política, da eleição, culpam o Davi, que é quem mais está fazendo.. Eleição passa, e os problemas tem que ser resolvidos.

Não tem que elogiar politico, não. Tem só que ser justo. Tem aqueles que trabalham, e tem aqueles que estão só inflamando. Imagina se o Davi ficasse só dando entrevista e  mandando requerimento. Não seria resolvido.

Eu estou acompanhando. E a verdade tem que prevalecer. Não é possível a mentira prevalece por casa da eleição.

A revolta é geral e é legítima. A população tem toda razão em se revoltar e se manifestar. O problemas é quando os aproveitadores da política usam o sofrimento da população, que somos todos nós. Temos que resolver os problemas, mas não vamos aceitar a falta de ética por causa de eleição” .

Veja a entrevista na integra https://www.facebook.com/curtaclecioluis/videos/419397275718504

 

  • Certíssimo! Além de termos de conviver com a pandemia, apagão e outras mazelas, somos obrigados a ver a patifaria, desonestidade e falta de ética de pessoas que querem o poder a qualquer custo. Usar a desgraça do povo pra alavancar campamha é vergonhoso, e só isso já seria suficiente para o povo rejeitar o candidatos. Espero que as pessoas saibam filtrar tudo o que vem acontecendo e fazer a melhor escolha. Deus abençoe o nosso Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *