Agentes de limpeza da prefeitura recebem orientação de prevenção ao Coronavírus


Com o objetivo de esclarecer informações sobre o Coronavírus (Covid-19) no ambiente de trabalho, a Prefeitura de Macapá tem intensificado as ações de prevenção nos órgãos municipais. A medida segue determinações previstas no Decreto 1.626/2020-PMM, baixado no último sábado, 14 de março, pelo prefeito Clécio Luís, que indicam como proceder as suas atividades e combate à proliferação do Coronavírus (Covid-19) dentro das secretarias.

 

Na manhã desta quarta-feira, 18, agentes de limpeza pública da capital que fazem os serviços de roçagem, podagem de árvores, recolhimento de lixo domiciliar e entulho participaram de palestra sobre prevenção à doença. Os trabalhadores receberam recomendações de como higienizar as mãos com água e sabão ou álcool gel 70%; a importância de evitar espirrar sem colocar o braço na frente, não compartilhar copos e outros utensílios pessoais e, principalmente, dos cuidados no local de trabalho.

 

“Orientar os agentes de limpeza quanto aos meios de prevenção, transmissão e diagnóstico do Coronavírus é prioridade nesse momento pelo qual estamos passando. As medidas preventivas são uma forma de informar corretamente sobre o Covid-19. Além disso, os cuidados devem ser reforçados, principalmente no local de trabalho, onde temos contato com outras pessoas”, disse Eniraldo Cambraia, enfermeiro e coordenador do Núcleo de Educação do Samu.

 

Durante a palestra, o secretário de Zeladoria Urbana de Macapá, Claudiomar Rosa, também anunciou novas medidas adotadas no ambiente de trabalho, que visam proteger os agentes. “A partir de agora, todos irão trabalhar com luvas sintéticas por baixo das de pano, já utilizadas. Também deverão fazer uso de máscaras e gel para higienizar as mãos. É preciso proteger, tratar e prevenir a transmissão do vírus”, explicou.

 

Outra medida adotada pela Zeladoria foi afastar funcionários idosos ou aqueles que se enquadram nos grupos de riscos como os hipertensos, diabéticos e com problemas respiratórios. O agente de limpeza Waldemar da Costa, 65 anos, participou da palestra, tirou dúvidas sobre como deve se prevenir da doença e quando tem que buscar atendimento. Apesar de bem disposto para trabalhar, foi dispensado pela empesa por fazer parte do grupo de risco pela idade.

 

“Se voltar para casa é a melhor forma de me proteger e também de evitar a disseminação do vírus, eu vou seguir as ordens da empresa”, comentou Waldemar. “Eu achei a palestra muito importante, porque eu trabalho na limpeza da cidade, carrego lixo diariamente e isso me expõe ao vírus com mais facilidade”, disse o agente de limpeza, Mauro Sérgio.

 

As ações de prevenção, sintomas e cuidados seguem em prédios administrativos da Zeladoria, ao longo da semana. A intenção é potencializar as informações e criar uma rede colaborativa de combate ao vírus.

 

Saiba como se prevenir do Coronavírus 

 

Lavar as mãos várias vezes ao dia com água e sabão ou gel, incluindo os pulsos, entre os dedos e embaixo da unha; limpar os objetos mais manuseados com álcool em gel; manter os ambientes sempre ventilados e arejados; e cobrir a boca e o nariz com o braço ou um lenço descartável ao tossir ou espirrar. As máscaras devem ser utilizadas apenas por quem já apresenta os sintomas da doença ou tiver contato com pessoas infectadas.

 

Como ocorre a transmissão

 

A transmissão do Coronavírus costuma ser pelo contato com pessoas infectadas, por meio de secreções como gotículas de saliva, espirro tosse ou catarro. O vírus pode se disseminar por meio do toque ou aperto de mão ou pelo contato com objetos ou superfícies contaminados, como aparelhos eletrônicos, talheres, notas de dinheiro, entre outros.

 

Identifique os sintomas 

 

Os principais sintomas da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, são semelhantes ao de um resfriado, como febre, tosse seca, dificuldade para respirar e insuficiência renal nos casos mais graves. Caso apresente os sintomas, é importante procurar ajuda médica imediata para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

 

Grupo de risco

 

Os idosos fazem parte deste grupo de pessoas que têm maior chance de ter complicações se forem infectadas pelo novo Coronavírus, Além dos diabéticos, hipertensos, pessoas com problemas no coração, asmáticos, doentes renais e fumantes, que têm o pulmão mais prejudicado por causa do cigarro.

 

Atendimento ao público

 

A prefeitura também faz a coleta de amostras biológicas dos pacientes para a realização do exame que comprova a doença. O exame é feito nas Unidades Básicas de Saúde Lélio Silva e Marcelo Candia e, posteriormente, enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Estado, que tem a responsabilidade de realizar o envio das amostras para o laboratório de referência da Região Norte, que é o instituto Evandro Chagas, no Pará.

 

Mônica Silva

Assessora de comunicação/Prefeitura de Macapá

Prefeitura Municipal de Macapá

Página no Facebook: http://www.facebook.com/PrefeituradeMacapa

Site: www.macapa.ap.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *