Ação integrada do MP-AP, Polícia Militar e PRF/AP resulta na apreensão de drogas e prisão de integrantes de facção criminosa, em Santana

Ação integrada do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado (Gaeco/MP-AP), 2ª Promotoria de Justiça Criminal e Tribunal do Júri de Santana, Batalhão de Força Tática da Polícia Militar do Amapá (PM/AP) e Polícia Rodoviária Federal (PRF/AP), realizada nesta quinta-feira (1), cumpriu dois mandados de busca e apreensão de drogas e armas expedidos pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da Santana, que resultou na prisão de dois homens. A medida faz parte da política de intensificação do combate à criminalidade em todas as cidades do Estado.

Durante a atuação do Gaeco, PM e PRF, houve apreensão de uma pistola calibre 380 e munições, aproximadamente 340 gramas de crack, cartelas de droga sintética, rádios comunicadores e outros objetos utilizados na prática do tráfico de drogas, além da prisão em flagrante de dois indivíduos, membros de uma organização criminosa atuante no Estado do Amapá.

A operação foi desencadeada a partir do DISK-DENÚNCIA do Batalhão de Força Tática (número 96-9957-3131), que após o recebimento da informação procurou o Gaeco-AP, que, por sua vez, com apoio da Promotoria Criminal e Tribunal do Júri de Santana e, ainda, do setor de inteligência do Polícia Rodoviária Federal (PRF), acabaram por identificar completamente os investigados e determinar os locais nos quais escondiam drogas e armas da organização criminosa.

Os promotores de Justiça membros do Gaeco enfatizam a importância do trabalho conjunto das instituições e, mais ainda, a participação da população utilizando a ferramenta do DISK-DENÚNCIA, por meio do qual comunicam anonimamente às autoridades atos ilícitos e criminosos, que são investigados sem a necessidade de conhecimento do denunciante.

A promotora de Justiça Andrea Guedes, coordenadora do Gaeco, ressaltou que o MP-AP continuará na atuação de combate às ações das organizações criminosas em todos os municípios do Estado e agradeceu a parceria das instituições envolvidas no sucesso da operação.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *