Ação de prevenção de HIV/Aids atende cerca de 300 jovens de periferia

 

Para conscientizar cerca de 300 jovens sobre a importância do autocuidado e prevenção, uma ação de saúde oferta, na manhã desta segunda-feira, 16, testes rápidos e orientações profissionais, em periferia da zona norte de Macapá.
A ação é realizada pelas Secretaria Extraordinária de Políticas Para a Juventude (Sejuv) e a Superintendência em Vigilância e Saúde (SVS). O evento faz parte da campanha “Dezembro Vermelho”, contra o HIV/Aids.


No prédio da Sejuv, localizada no bairro Jardim Felicidade, a juventude se faz presente. A ação começou com uma dinâmica para levar a didática de uma forma mais leve e fácil de ser entendida, além de deixar os jovens mais descontraídos.
O estudante Caio Vinicius Mira, 19 anos, chegou cedo na ação em busca de educação sexual, tema importante sobre cuidados com doenças sexualmente transmissíveis e gravidez não planejada.

“Eu acho uma ação fundamental, porque muitos jovens não tem essa educação que estamos recebendo. A oportunidade que estamos tendo hoje pode diminuir os casos de HIV e gravidez precoce”, disse.
Segundo o secretário Extraordinário de Políticas Para a Juventude, Pedro Filé, a orientação preventiva é a melhor proposta para juventude consciente e saudável. Ele destaca que ações como essa são prioridades do serviço público.

“Preparamos essa ação, em parceria com SVS, para que a gente busque no jovem a conscientização sobre temas relacionados à educação sexual. O Dezembro Vermelho vem intensificar ainda mais a prevenção com a nossa juventude”, destacou.
Priscila Moura, 19 anos, conta que o cuidado com a saúde é preocupação frequente dela. Durante a ação, a jovem repetiu testes de HIV e sífilis. “Faço testes regularmente. Tem gente que fala que não vai fazer porque tem medo de descobrir que tem algo. Mas é melhor saber logo para se cuidar”, alertou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *