A pauta é a cidade

Alianças para o segundo turno e posições dos partidos praticamente definidas, candidato Clécio Luis saiu na frente e recebeu apoio dos candidatos Evandro Milhomem (PC do B) e Davi Alcolumbre (DEM). De Lucas Barreto, de parte do PT e parte do PSDB.

Executiva do PSB aprovou neutralidade e o Diretório Municipal do PT, aprovou voto nulo.

Nos últimos dias, uma discussão ideológica estéril tomou as redes sociais, ocupando o lugar do que interessa nesse momento: como governar a cidade de Macapá, tornando-a melhor para as pessoas viverem.

O debate, falso que só, era pelo incomodo do apoio do candidato Davi Alcolumbre, que é do DEM, ao candidato do PSOL.  A brincadeira do “Cinquenta Tudo Aí”, da turma de Davi, incomodou os que torcem pela vitoria do candidato Roberto Góes. E haja pancada no PSOL por causa do apoio de Davi. E muitas articulações com a ala à esquerda do PSOL de outros estados, que soltou nota muito preocupada (só que não) com a aliança de Macapá.

O presidente do diretório nacional do PSOL, deputado Ivan Valente jogou água na fervura. Pelo twitter, disse, entre outras coisas  que“Agora é hora de cerrar fileiras para garantir a vitória do PSOL (…)”

Alguns, que nem vou classificar, aproveitaram o momento pra “espancar” o senador Randolfe. Sem criticas ao seu mandato e sem argumentos para bater no candidato Clécio, “o pau cantou” por causa do apoio de Davi. Como se qualquer candidato que fosse ao segundo turno, não quisesse o apoio do deputado simpático, que fez uma campanha alegre, com pouca estrutura, sem rejeição e que teve milhares de votos. Coisas da hipocrisia do debate político tacanho.

Eu adoro debates ideológicos e discutir política. Fui formada no movimento estudantil de esquerda, em tendência que fazia parte de um partido clandestino que se abrigava no PT. E onde os militantes recebiam formação política/ideológica fortes.

Mas, francamente. Penso que em uma disputa para a prefeitura da cidade, o que mais interessa à população é quem tem mais capacidade para resolver os problemas que batem na porta de sua casa e afetam sua família e que são de responsabilidade da gestão municipal: Coleta de lixo, atendimento digno nos postos de saúde, creche e ensino básico de qualidade, transporte coletivo que atenda suas necessidades de tempo e locomoção, segurança e cuidados com vias, praças e passeio públicos, entre outros. E poder observar qual dos candidatos tem mais perfil de empreendedorismo público, para inovar e articular projetos e soluções criativas, que tornem  Macapá uma cidade melhor e mais agradável aos seus moradores, e que tenham direito também a espaços de lazer, à cultura e ao entretenimento.

Além de ficar atenta para escolher um gestor que não vá roubar o dinheiro público que tem que chegar em forma de benefícios ao seu bairro e à sua rua.

Foco no que interessa.

 

  • isto sim que é uma prova de como se ganhar uma eleição, esta nota de sua autoria mostra que não interessa de onde vira o apoio, o que interessa é ganhar para que esse blog possa mamar nas tetas do governo, como sempre mamou, atraves de cargos que sempre tiveram e continuar fazendo turismo pra europa, filho estudando em faculdade particular carissima etc. esta e a isenção deste blog nas campanhas politicas.

  • SÓ DEMAGOGIA DE SUA PARTE. SÓ FALA ASSIM PORQUE ESTÁ AO LADO DELES E FAZENDO CAMPANHA TAMBÉM, VCS FAZEM PARTE DO GRUPO DO GOVERNO DO CAMILO, JÁ QUE NÃO EMPLACARAM A CRISTINA CORRERAM PRA VÊ SE COLA COM O CLÉCIO. VERGONHOSO ISSO.COLOCA AI ISSO NO SEU BLOG, MESMO QUE NÃO POSTE FICA O RECADO.KKKKKKK!!

    • Demagogia é a arte de conduzir o povo a uma falsa situação. “A arte de conduzir o povo”.
      Dizer ou propor algo que não pode ser posto em prática, apenas com o intuito de obter um benefício ou compensação.
      No nosso contexto actual, está muito associado ao mundo da política e a promessas de “mundos e fundos”, que depois na práctica não se concretizam.

      O texto é a expressão de uma opinião. portanto não pode ser considerado DEMAGOGIA. Agora, o que está prometendo o seu PREFEITO, isso sim é a mais perfeita definição de DEMAGOGIA.

      • O CLÉCIO TAMBÉM ESTÁ SENDO DEMAGOGO NESTA CAMPANHA. PORQUE QUEM CONHECE ELE COMO GESTOR (SEED E AFAP)GOVERNO DO CAPI PAI, SABEM QUE É UM ENGODO ESTA FALÁCIA BONITA E CONVINCENTE. SE ELEITO, MAIS UMA DECEPÇÃO. POBRE POVO. DE NOVO NEM A CARA DE PAU.

        • Claudia, Você está perdendo a oportunidade de ganhar dinheiro,a mãe Diná ganha, fazendo previsões.
          Agora o atual prefeito é a materialidade da demagogia, é fato. A cidade está desprovida dos serviços essenciais ao bem viver, principalmente, do povo mais carente.
          Agora o pior, não a DEMAGOGIA, o pior são pessoas que, ao defender esse prefeito, talvez sem perceber, fazem apologia ao comportamento corrupto e desonesto. A corrupção e a desonestidade, também são fatos, alias fatos que muito nos envergonharam.

      • E em se tratando das propostas do mesmo,ai sim,tá configurada a demagogia.Isentar de impostos os empresários que derem aos jovens a oportunidade do 1º emprego, é uma delas.Os impostos recolhidos é oque faz a máquina do estado/município caminhar e se os mesmos não forem recolhidos,ai PARA TUDO,mas dq já esta.Esta sim é uma proposta absurda p/um estado que já recolhe tão pouco diante de um nº populacional que tem.Se não fosse o repasse de verbas federais,estariamos literalmente “ferrados”.

        • É por isso que o pouquinho de recurso que o município arrecada deve ser gasto com honestidade e bem aplicado. Que não foi o caso do atual prefeito, que diga as noticias nacionais.

          • Mas maioria não pensa nisto,o melhor mesmo é balançar bandeira à cada eleição p/defender seus “cargos” e “alguns trocados”, vendendo seus votos.Triste é aceitar que nós que defendemos o melhor p/o estado num TODO,temos que sofrer as mazelas junto c/estes despreparados,que nem valorizar seus votos sabem,se contentam com migalhas e favorecem grupinhos que vivem de mamatas.

            • Quando as pessoas deixaraem de ser egoístas e começarem a pensar no bem comum de todos, aí sim talvez a situação política nosso estado e cidade mude.

  • Davi, Lucas, Milhomem, são cidadãos como qualquer outro pessoa que habita nossa cidade. Tem direito do voto e de escolhas. Pela experiência de vida no meio político, os fez escolher o que é o melhor para Macapá, principalmente porque amam e querem ver uma vida melhor para este povo já tão humilhado na sua dignidade, vitimas que são dessa harmonia desastrosa incompetente e corrupta

    • Me desculpe Custodio, mais acho que vc não pertence a este planeta. Estes caras maman nas tetas de todos os governos, sejam eles municipal ou estadual, nenhum deles pensa no povo e muito menos no NOVO, eles só pensam em se locupletar com o dinheiro público e com cargos para os seus apadrinhados.

  • Votei no Clecio no primeiro turno apostando no novo, mas o novo eu não tô mais vendo no segundo turno… Infelizmente! Davi e Milhomem são dois parasitas da política, é só ver que eles participaram de todos os governos nas últimas duas décadas. Jorge Amanajás é remanescente das mãos limpas. Sinceramente, o PSOL perdeu a linha e eu, eu perdi a opção do novo…

  • Pelo que vemos meus amigos para o PSOL, vale tudo para se chegar ao poder, pois fazer alianças com o DAVI que já foi Secretário de Obras do Roberto, saiu porque não teve atendido seus interesses; O MILHOMEM cujo o irmão até bem pouco tempo foi coordenador municipal de cultura de Macapá. Então chegamos a conclusão que “O NOVO” é mais “VELHO” que a história entre “DAVI E GOLIAS”.
    ACORDA POVO NÃO SE DEIXE ENGANAR POR DISCURSOS BONITOS E PROMESSAS UTÓPICAS.

    Lembrem-se bem que há dois anos fomos enganados pela “MUDANÇA” no Governo e agora querem nos enganar com “O NOVO” , que Novo o cara pálida?

    • Quem vive de passado é museu.Se vc ainda não entendeu oque o slogan (novo),quer dizer procure se antenar às propostas dos candidatos e talves vc descubra oque a palavra “novo” significa neste momento.Fala sério!

    • Entre Roberto e Clecio, qual você acha que é o novo? Pra mim está mais do que claro qual é, Roberto teve a oportunidade de mostrar seu trabalho, mas é só visitar escolas municipais, postos de saúde e ver quanta “mudança boa” teve, cada escola/posto de saúde que visito estão em situação precária… Espero que o candidato que for eleito consiga fazer muito mais do que nos 4 anos do atual mandato.

  • Eu me divirto com esse povo que insiste em querer criticar o que se escreve em um blog! Gente o blog é pessoal! A pessoas escreve o que quiser e pronto! Aff.

    • Discussões são muito importantes para a formação de opiniões, acho que isso acaba se tornando uma conversa muito proveitosa, por mais pessoal que seja a opinião de uma pessoa, acho que uma outra sempre vai se opor a mesma.

  • Estas coalisões partidárias firmadas neste segundo turno da eleição de Macapá demonstram a incoerência ideológica de grupos políticos. Membros partidários, agentes políticos, muitos nuncam tiveram e outros perderam o puder, a decência humana em decorrência de se adquirir poder político-econômico. Na era Waldez houve mais de quatro operações da Polícia Federal no Amapá, vários secretários de estado, membros TCE, AL e até da Justiça Estadual envolvidos em atos de improbidade administrativa, corrupção ativa e passiva. Inclusive o atual prefeito e candidato a reeleição RG fora preso pela PF.
    Infelismente os meios de comunicação (TVS, rádios, jornais impressos) no Amapá, de cuja maioria pertence a grupos políticos, são formadores de opinião, sobretudo da massa popular, e conseguem tornar o ilegal como “legal”, persuadir a população humilde.
    É impossível deixar de ser um pessimista político diante destes atores públicos que gerenciam nossos entes, orgãos e instituições públicas.

  • Enquanto o povo deste estado estiver preocupado com “ideologias politica” e não com oque é melhor p/o estado,iremos amargar as mesmices de sempre.É só olhar p/outros estados e verão que as alianças existem, e se é bom p/o estado e seu povo,pq não fazer? Pura hipocrisia achar que se ganha eleições sózinho,levantando uma única bandeira.O PSOL tá certíssimo em aceitar os que lhe ofereceram apoio,independente de paixões,oque importa no momento é reconstruir Macapá,deixá-la uma cidade digna de se morar.

    • Carla minha querida té certo receber apoio de quem quizer, para somar e ganhar uma eleição mais o que eu não consigo entender porquer davi e milhomem pois os dois fizeram parte de todo o governo municipal atual, essa anarquia com gasto publico ou vç não lembra que eles foram secretarios do R12, até quatro meses antes da eleição, onde vimos o proprio clecio na câmara lutando contra os demandos no secretaria de obras da prefeitura, agora de mãos dadas, então de novo minha querida só para vç, mas infelismente temos que acreditar nesse grupo que foi formado pois temos que tirar esses sanguesuga do dinheiro publico. e rezar para dar certo pois a nossa cidade precisa de um prefeito urgente. então menos menos baixa a bola. pois não creio em ideolgismo na politica mais sim em coerencia, se voçê esta numa disputa com o grupo que comandou o municipio durante esses quatro anos, porque se juntar com então com uma parte desse governo? me faça entender porfavor!

      • Marcelo, vc tem razão, Penso que o Senador Randofe que foi vice do Governador Camilo em uma eleição passada e hoje diz que não precisa do PSB, mas precisa do Davi e do Milhomem que faziam parte do governo R12, aprendeu a lição com com o Lula que pra ganhar eleição faz alianças com Deus e o diabo, em São Paulo coligou até com Maluf. Acho que a explicação é por aí. Ah! E não esqueçam que o Randolfe foi o Capi que fez

        • JVMC,

          um problema grave que percebo das análises dos psbistas é que, sempre, sempre, a rejeição obtida no último pleito é atribuída à mídia venal e aos grupos cleptocratas. Nada sobra… ao próprio PSB. Nada? Inferno são os outros, sempre? Se assim continuar, adeus 2014 por “méritos próprios”. Esqueceram o pacto com o PT, como sempre. Cláudio Pinho? Cristina Almeida? Querem o quê? Nunca a auto-crítica se fez tão necessária. Nunca, mesmo ao leigo, a percepção de que “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come” se fez tão perceptível. Então, mãos a obra! Não quero 12 ao governo novamente.

          • Fernando,para maus entendedores,nem uma “enciclopédia” basta…kkkkkkkk.E olha que nossa linguagem é simples e direta,mas…..

        • JVMC se RANDOLFE se formou com lula eu tenho quase confirmado que a pos graduaçao foi com CAPI e CAMILO ,ou voce ja se esqueceu do apoio no segundo turno de 2010, onde camilo teve apoio de EDINHO DUARTE,PEDRO PAULO,MOISES SOUZA E OUTROS.

        • Ideologias partidárias não importam para o futuro de uma cidade, se a aliança for para o bem do candidato, é lógico que ele vai querer, porém, acho que não é isso que vai definir se o mandato de um candidato vai ser produtivo ou não.

      • A Luiza já respondeu por mim.Mas vamos lá,se vc leu direitinho eu disse não acreditar em ideologias politicas,disse sim,acreditar em mudanças, e diante do atual quadro politico no estado,vislumbro uma única opção p/esta mudança acontecer e continuísmo péssimo não,pode apostar que não é o melhor.Vc acha oque,que o outro candidato esta sózinho ou de mãos dadas com ex-presos(Marilia,Waldez e..),com os afastados da AL e outras figurinhas, que já conhecemos de outros carnavais.Agora entendeu ou quer que desenhe?
        Ah! não preciso baixar minha bola,até pq não estou me achando.Dos governantes(estadual e municipal) que aqui estão ou que virão,só preciso que eles cuidem bem da cidade,pois como pagadora de impostos,mereço uma qualidade de vida melhor.Sou concursada federal.

  • Que interessante que, não mais que de repente, certos setores afeitos (ou simpatizantes dos afeitos) ao crime, suscitam um debate ideológico no Amapá.

    Preocupados agora com “coerência partidária”! 30 partidos políticos no Brasil. É de chorar de rir.

    Há muito, certas questões que nos acostumamos a tratar como “políticas” são, na verdade, POLICIAIS! Não deveriam ser só a tríade PPP explorada pelo sensacionalismo dos jornais em seus cadernos policiais.

    No entanto, muitos jornalões do País tratam a corrupção no caderno Poder, Política, etc. Matéria tratada no Código Penal… No Amapá, o veículo mor da quadrilha às vezes nem isso: Finge que nada acontece, oculta os fatos de modo solene. Estão a serviço.

    “Gazetaram” as aulas nas quais as lições de Jornalismo eram ministradas.

    Então ficamos assim: figuras carimbadíssimas querem construir a agenda do aborto e da maconha… no Amapá. Isto é ridículo.

    É… é interessante que certos setores afeitos (ou simpatizantes dos afeitos) ao crime suscitam um debate ideológico. Interessante!

  • Muito bem amiga. Acho que é por ai, A realidade do segundo turno em Macapá está muito nítida: ou se apoia o Clécio, que realmente representa o novo; ou se vota no Roberto com todas as mazelas que todos já conhecem. Não tem pra onde fugir. O resto é desculpa pra deixar o Roberto vencer.

    Luiz Pingarilho

    • Muito bem Pingarilho, até a dois meses atraz você era secretário do Camilo, agora apoia o Clecio e vem me falar de novo? Não tem respaldo moral pra isso. E não vamos esquecer que o PC do B fez parte do governo Roberto até março deste ano…

    • OS VOTOS DO SEU PARTIDO NO MILHOMEM NÃO ELEGE ELE NEM PRA PRESIDENTE DE BAIRRO. MELHOR VC FICAR CALADO NESTE SEGUNDO TURNO, COMO SE DIZ”CAPAZ DO 50 PERDER É VOTO COM O APOIO DO SEU PARTIDO”

  • Vamos votar nulo meu povo do PT e PSB. Os dois candidatos rejeitaram as alianças com esses partidos, portanto não precisam dos votos dos eleitores da cristina.

    • Petista,né? Em um passado nem tão distante,já foram mais inteligentes.Ontem no debate que virou entrevista,o candidato do PSOL disse que precisa e conta com os votos de Cristina (PSB) e dos outros partidos,inclusive eleitores do 12. Clécio é inteligente e sabe que o prefeito precisa governar e trabalhar p/todos,independente de paixões partidárias.

  • Boa tarde!!! Gostaria de compartilhar minha revolta, e vontade de fazer justiça, acompanhei minha esposa que é professora do município ainda pouco, até o Banco Itaú, referente ao empréstimo que a mesma obteve naquela agência, saímos de lá indignados e com uma sensação de impotência, quem nos atendeu foi o próprio responsável pela agência, o mesmo explicou “a Prefeitura Municipal de Macapá, está a 5 meses sem repassar o dinheiro das consignações aos Bancos, todos os servidores que nos procuram mostram seus contra-cheques e comprovam os descontos, mas, esse dinheiro não chega pra nós, o caso já está no ministério público, sugiro a senhora que procure o PROCON”, sabe isso deprime agente, ficamos sem saber o que fazer, procuramos a imprensa, mais infelizmente a mesma é vendida e esta do lado do prefeito, abafam o caso. O mais revoltante é que o desconto era de R$ 314,00 esse mês inexplicavelmente veio R$ 575,00 o gerente informou que há vários casos na mesma agencia, é uma vergonha senhor prefeito, parece que o natal e ano novo passado que você passou na PAPUDA em Brasília de nada adiantou tô cansado de ver o saque que essa “quadrilha de excelências” vem fazendo em nossa cidade.

    • Amigo é assim mesmo há um ano atras entrei na justiça contra o estado pois o mesmo não pago nenhuma parcela das consignações feitas junto as instituição bancarias do estado que porem fazia desconto em folha e com issso milhares de pessoas foram acionadas pelos bancos a pagar novamente as parcelas que a mais de um ano o governo não repassava, e até hoje não deu nenhuma satisfação e continua descontando. Isso é uma vergonha, porque o valor sai dos contracheques.

    • Vc parece ser um dos poucos revoltado com esta situação,haja visto,que o RG teve uma votação expressiva.Faça sua parte e mande esse prefeitinho p/o brejo.No brejo ele comete crime hambiental(rsrsr) e volta p/Papuda….kkkkk

  • Concordo em gênero, número e grau com o que você escreveu, Lene.

    Também acredito que o que deve ser discutido é a cidade. Não ideologia partidária.

  • Revendo as estatísticas do contexto político atual entendo que: O povo de Macapá, neste pleito, fez um julgamento das atuais gestões da Prefeitura e do Governo do Estado. Cristina apresentou rejeição de 57%, considerando a margem de erro podemos considerar 60%. No primeiro turno das eleições municipais, tinhamos 6 candidatos, 5 opções de mudança e 1 sendo avaliado. O atual prefeito alcançou somente 40% dos votos validos. Significa dizer que 60% do eleitorado optou por uma das 5 opções de mudança. Resumindo, 60% da população está reprovando os Governos estadual e municipal.

  • Um dos maiores simbolos petista,Sr. Lula,esta hj(19/10) na revista VEJA declarando apoio ao candidato Roberto Papuda Góes.Surpresa nenhuma Sr. Lula,pois p/quem defende os bandidos do mensalão,o Sr. esta se mostrando um especialista nestas defesas.Vá em frente,mostre mesmo a sua cara de Sr. dono da MORAL.Ainda bem que perdi o encanto por seu governo, logo no 1º mandato e neste,onde o Sr. se encontra nos bastidores de Dilma,não receberam meu voto.Acredito que a governança dela estaria melhor sem a sua figura.

  • E o Lula pedindo voto pro Roberto.
    ACÓRDÃO
    Derruba a equiparação salarial dos policiais civis, do ex-território, com os policiais federais.

    Numeração Única: 0002777-87.2009.4.01.3100
    APELAÇÃO CÍVEL N. 2009.31.00.002809-3/AP
    R E L ATO R : DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO DE ASSIS BETTI
    RELATOR CONVOCADO : JUIZ FEDERAL CLEBERSON JOSÉ ROCHA
    APELANTE : UNIAO FEDERAL
    PROCURADOR : ANA LUISA FIGUEIREDO DE CARVALHO
    APELADO : EDMILSON MENDES E OUTROS(AS)
    ADVOGADO : JOSE LUIS WAGNER E OUTROS(AS)
    E M E N T A
    ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. SERVIDOR PÚBLICO. EQUIPARAÇÃO INDEVIDA
    ENTRE OS INTEGRANTES DA CARREIRA DE POLICIAL CIVIL DO EX-TERRITÓRIO FEDERAL DO AMAPÁ E OS POLICIAIS FEDERAIS. REPOSIÇÃO AO ERÁRIO. DETERMINAÇÃO DECORRENTE DE DECISÃO DO TCU. ATO FUNDADO EM ERRÔNEA INTERPRETAÇÃO DE LEI POR PARTE DA ADMINISTRAÇÃO. BOA-FÉ DOS SERVIDORES. CARÁTER ALIMENTAR. DESNECESSIDADE DE DEVOLUÇÃO. REPOSIÇÃO DE VALORES
    DESCONTADOS. IMPOSSIBILIDADE. SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA.
    1. O pagamento de salário/provento decorrente de erro da administração não está sujeito à
    devolução ao erário.
    2. Recebido de boa-fé pelos autores, tendo em vista que o pagamento foi efetuado pela
    Administração sem a participação dos mesmos, em decorrência de errônea interpretação de
    lei, como claramente ficou demonstrado nos autos, fica afastada a necessidade de restituição
    ao erário dos valores recebidos indevidamente.
    3. Porém, é inviável o ressarcimento dos valores porventura já descontados no contracheque
    do autor pela União, pois, consoante precedentes firmados no âmbito desta Corte, “não há que
    se falar em determinação da devolução de valores já descontados no contracheque dos
    impetrantes, o que implicaria em novamente fazer com que a Administração efetuasse pagamento indevido, não sendo admissível que sob o manto da proteção à boa-fé se albergue a
    possibilidade de enriquecimento ilícito” (AMS 2002.33.00.011818-6/BA, Rel. Juiz Federal Miguel
    Ângelo De Alvarenga Lopes (conv), Primeira Turma,e-DJF1 p.55 de 26/02/2008).
    4. Em virtude do que restou decidido, entende-se que cada litigante foi parcialmente vencedor
    e vencido, sendo recíproca a sucumbência, pelo que deve cada uma das partes arcar com os
    honorários de seus respectivos patronos, devendo ser afastada, portanto, a condenação da
    União em verba honorária.
    5. Apelação a que se nega provimento. Remessa oficial parcialmente provida, nos termos dos
    itens 3 e 4.
    A C Ó R D Ã O
    Decide a Turma, por unanimidade, negar provimento à apelação e dar parcial provimento à
    remessa oficial.
    2ª Turma do TRF-1ª Região.
    Brasília, 19 de setembro de 2012.

  • E o Lula pedindo voto pro Roberto
    ACÓRDÃO
    Derruba a equiparação salarial dos policiais civis, do ex-território, com os policiais federais.

    Numeração Única: 0002777-87.2009.4.01.3100
    APELAÇÃO CÍVEL N. 2009.31.00.002809-3/AP
    R E L ATO R : DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO DE ASSIS BETTI
    RELATOR CONVOCADO : JUIZ FEDERAL CLEBERSON JOSÉ ROCHA
    APELANTE : UNIAO FEDERAL
    PROCURADOR : ANA LUISA FIGUEIREDO DE CARVALHO
    APELADO : EDMILSON MENDES E OUTROS(AS)
    ADVOGADO : JOSE LUIS WAGNER E OUTROS(AS)
    E M E N T A
    ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. SERVIDOR PÚBLICO. EQUIPARAÇÃO INDEVIDA
    ENTRE OS INTEGRANTES DA CARREIRA DE POLICIAL CIVIL DO EX-TERRITÓRIO FEDERAL DO AMAPÁ E OS POLICIAIS FEDERAIS. REPOSIÇÃO AO ERÁRIO. DETERMINAÇÃO DECORRENTE DE DECISÃO DO TCU. ATO FUNDADO EM ERRÔNEA INTERPRETAÇÃO DE LEI POR PARTE DA ADMINISTRAÇÃO. BOA-FÉ DOS SERVIDORES. CARÁTER ALIMENTAR. DESNECESSIDADE DE DEVOLUÇÃO. REPOSIÇÃO DE VALORES
    DESCONTADOS. IMPOSSIBILIDADE. SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA.
    1. O pagamento de salário/provento decorrente de erro da administração não está sujeito à
    devolução ao erário.
    2. Recebido de boa-fé pelos autores, tendo em vista que o pagamento foi efetuado pela
    Administração sem a participação dos mesmos, em decorrência de errônea interpretação de
    lei, como claramente ficou demonstrado nos autos, fica afastada a necessidade de restituição
    ao erário dos valores recebidos indevidamente.
    3. Porém, é inviável o ressarcimento dos valores porventura já descontados no contracheque
    do autor pela União, pois, consoante precedentes firmados no âmbito desta Corte, “não há que
    se falar em determinação da devolução de valores já descontados no contracheque dos
    impetrantes, o que implicaria em novamente fazer com que a Administração efetuasse pagamento indevido, não sendo admissível que sob o manto da proteção à boa-fé se albergue a
    possibilidade de enriquecimento ilícito” (AMS 2002.33.00.011818-6/BA, Rel. Juiz Federal Miguel
    Ângelo De Alvarenga Lopes (conv), Primeira Turma,e-DJF1 p.55 de 26/02/2008).
    4. Em virtude do que restou decidido, entende-se que cada litigante foi parcialmente vencedor
    e vencido, sendo recíproca a sucumbência, pelo que deve cada uma das partes arcar com os
    honorários de seus respectivos patronos, devendo ser afastada, portanto, a condenação da
    União em verba honorária.
    5. Apelação a que se nega provimento. Remessa oficial parcialmente provida, nos termos dos
    itens 3 e 4.
    A C Ó R D Ã O
    Decide a Turma, por unanimidade, negar provimento à apelação e dar parcial provimento à
    remessa oficial.
    2ª Turma do TRF-1ª Região.
    Brasília, 19 de setembro de 2012.

  • Amapá meu Amapá terra onde canta os sabiá. Farinha mais cara está. Nossos meninos só querem transar. Carros sem gasosa pra andar. Jovens sem oportunidades de trabalhar. Oh meu Amapá meu Amapá onde você vai parar. Políticos não cansam de roubar. Pessoas querem se matar. E o sol tá de lascar… Amapá Oh meu Amapá isolado do Brasil está.! O NEGOCIO ESTÁ PEGANDO POR AQUI!!

  • Sou servidor municipal, no primeiro turno votei no Prefeito RG, pois no seu mandato tivemos uma administração tranquila, mais sem avanço e modernização nenhuma. Ontem assistir o Clécio, pela forma como ele foi claro nas suas proposta, ele ganhou meu voto, aliais foi movido pela manifestação da minha filha e dos meus 2 filhos.

  • DE NOVO MACAPÁ É NOTÍCIA NACIONAL

    de UOL ELEIÇÕES
    http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2012/10/18/lula-pede-voto-para-ex-preso-por-um-novo-brasil/

    18/10/2012 – 23:06
    Lula pede voto para ex-preso por um “novo Brasil”
    Fernando Rodrigues
    No Amapá, ex-presidente defende em vídeo reeleição do prefeito Roberto Goés (PDT)
    O pedetista foi preso em 2010 por causa da Operação Mãos Limpas, da Polícia Federal
    Chamou a atenção na noite de hoje (18.out.2012) a propaganda política do candidato à reeleição como prefeito de Macapá Roberto Góes (PDT). Surgiu na tela o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dizendo o seguinte:
    “Aqui em Macapá, apoio o Roberto para prefeito. Porque é preciso que toda cidade seja um pequeno pedaço do novo Brasil que estamos construindo. Um Brasil forte e cheio de vida, onde as pessoas caminham com uma confiança cada vez maior para realização dos seus sonhos. E para que este Brasil continue melhorando, é necessário garantir o avanço de cada município brasileiro. Por isso, dia 28, vote 12. Vote Roberto”.
    Para assistir ao vídeo em smartphones e tablets, clique aqui.
    Góes foi preso em dezembro de 2010 pela Polícia Federal no âmbito Operação Mãos Limpas, da Polícia Federal, que investigava um suposto esquema de desvio de verbas federais no Amapá por políticos, funcionários públicos e empresários do Estado.
    Roberto Góes recentemente também tentou impedir, na Justiça, que a mídia noticiasse o episódio de sua prisão.
    Em resumo, Lula está apoiando em Macapá um prefeito que foi preso em 2010 e que tenta impedir na Justiça notícias a esse respeito.
    O outro candidato a prefeito no segundo turno em Macapá é Clécio Luis (PSOL).

    • Depois do “Mensalão”, tudo que vier do Lula, não causa mais nenhuma surpresa, até porque ele é o mais memória curta deste País.

      • Verdade mano,o cara contradiz até sua própia história,se é que não era só estória (com É mesmo).Me enganei uma única vez com esse ex-presidente.Áquela estória de ter perdido os dedos em maquinário,grande operário! uhuuummm…..

  • Parabéns pelo blog! Vá para a Europa, Américas, Austrália, Ásia…O dinheiro é seu vc gasta como quiser e parabéns por investir na educação do seu filho! E quem quiser q morrrrraaaaaa de inveja

    • Caram! esculachou,em? Bem feito p/os invejosos de plantão.Pior,nem sabem usar a inveja em proveito propio,copiando oque há de melhor no outro.Oh! gentinha,sem noção….hehehe

  • Escreveu Martin Luther King – O que mais me preocupa não são os maus,eles são poucos,são minoria;o meu pavor está nos bons que são a maioria,e permanecem omissos,de braços cruzados.Vamos refletir sobre a nossa bela Macapá,galera!

    • Cesar voce não é só 12, voce é tambem sem senso e sem noção. Votar no 12 é fazer apologia ä corrupção e a desonestidade.
      Se voce tem filhos ou crianças em casa, muito cuidado com os exemplos. Principalmente para os filhos, que tem pai como referência na base da sua formação do caráter .

  • Acho até que o Roberto12 não seja burro, mas ele tem uma grande deficiência,é desprovido de cultura, Ele não consegue racionalizar os recursos disponíveis , para elaborar uma boa ideia ou formular uma boa questão,

  • Alguem pode explicar? O PT estav com Waldez, brigaram o PT se uniu com PSB, ganharam o Governo, agora está com Roberto PDT, inimigo do PSB. Esperto esse PT, ele faz parte do Governo do Estado e agora que fazer parte do Governo municipal, também. Tá dando a volta em todo mundo.
    Mano Clécio que Deus nos abençoe. Vamos em frente porque atras tem um povo decente, honesto e que precisa de atenção e carinho. Hoje, certas lideranças políticas estão defendendo só os seus interesses e que a moral e os bons costumes que se dane.
    Enquanto estamos num pleito municipal, os caras já estão disputando a presidência da republica e, aí o jogo fica mais pesado.

  • Pergunte essa turma que vota no 12, onde você mora? Qual o cargo que vc ocupa na PMM? Qual o seu carro? Concerteza ele deve morar muito bem, ter um bom cargo na PMM e um Carrão. Aí vc se pergunta ele está interessado em te ajudar a mudar a sua vida? Não, ele está interessado em se dar bem e depois some. E o povo continuar na miséria, não quero pressionar nimguem a votar no Clésio, mais analise o que o Rouberto fez nos ultimos quatro anos, porque só agora ele vem prometendo mundos e fundos. Ele não em quatro, vc acha que ele fará em mais quatro? Vamos acordar Macapá e mandar politicos como esse pra fora do nosso Estado e boa reflexão a todos.

  • Não é o correto, mas quem vende o voto deveria raciocinar assim: Bem, o candidato vem compra meu voto, durante quatro anos ele vai sumir e não vou ganhar mais nada. A minha comunidade, também não terá nenhum benefício nesse período. Então vendo, e voto no outro, porque pode ser que aquele que não comprou o voto faça algum benefício à minha comunidade.Conclusão ganhei a grana e posso ganhar o benefício. Na próxima eleição o comprador de voto vais voltar.Ele não sabe fazer outra coisa senão pensar que os carentes são absolutamente bobos e, eu sei que não são. ACREDITE, MUDE TUDO AÍ, FÉ NA VIDA FÉ NO QUE VIRÁ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *