• Aprecio os comentarios de pessoas como o Dr Adelmo Caxias que sao sempre objetivos. Apesar de ser Advogada, no momento nao estou militando. Sendo uma mera observadora nem por isso deixo de contribuir com os que estao do lado do bem comum. Por isso, vou ficar torcendo para que o Dr Ulisses e sua Diretoria recuperem a independencia da OAB, essa Instituicao que, no decorrer de sua existencia, sempre lutou pelo bem da sociedade e do Estado Democratico de Direito. Fico observando e, espero nao me decepcionar mais uma vez.

  • Bom, lancei aqui o comentario referente ao post sobre a posse da Diretoria da OAB acima. Falta de atencao.Desculpem-me!

    Qto ao post sobre a morte dos bebes no Hospital MAe Luzia, impossivel ser imparcial. Indignacao: O que representam todas essas mortes? 26 bebes que deixaram de viver! 26 familias que viram suas alegrias transformadas em tristeza e seu sorriso transformado em lagrimas por fatos tao tristes! O que eh isso? Esse Hospital tao importante para a vida e a felicidade das pessoas, estara se transformando num matadouro?? Acredito qu o MP ja esta tomando providencias. Mas, o que eh que a direcao do hospital esta fazendo para evitar que esse fato se repita? Se nao me engano, isso ja aconteceu uns anos atras. Eu hem!

  • Gravíssimo essa situação de mortes de crianças em nossos hospitais. Claro que há algo errado nesses diagósticos. A maternidade virou um cemitério de bebês. Investigações tem de ser instauradas urgentemente e os órgãos de fiscalização têm de agir energicamente para punir, coibir e encontrar os responsáveis por essa tragédia. Durma-se com isso. Estão matando nossas crianças nos hospitais. Enquanto “Filho de Autoridade” vai para São Paulo se tratar em uma semana e recebe parabéns pelo êxito, nossas crianças estão sendo mortas e, PASMEM, tentam esconder esse INFANTICIDIO. Os caras do poder e que mandam no Estado(do governador a seus subordinados) dilapidaram os recursos do Amapá e abandonaram a saúde e o povo à própria sorte. Ainda vem essa turma do governo estadual querendo justificar o injustificável com explicações estapafúrdias e pífias nos meios de imprensa, como se fosse natural crianças morrerem à rodo nas unidades de saúde que lidam com bebês/crianças. A direção da Maternida e de outras unidades de saúde deveriam ser demitidas imediatamente. MPE, POLICIA CIVIL, Ministério Público Federal vamos arregaçar as mangas e responsabilizar esses homicidas de nossas inocentes criancinhas. PASMEM!!! UM INFANTICIDIO!!!

  • É muito triste o que está ocorrendo na Maternidade Mãe Luzia, é pena que alguns Jabazeiros para querer colocar todos os governos na mesma vala em que se encontra o Waldez Góes.Vão ao rádio dizer que isso ocorre desde quando o Michel Jakson era vivo(é uma maneira de livrar o Desgoverno Waldez Góes),isso é muito não saber distinguir o que é bom ou ruim é falta de cuca e tendência politica do patrão, é o fim da credibilidade.As mortes dos 26 bebês à 2(dois) anos atrás,ocorreru o mesmo,também na Maternidade Mãe Luzia e o desgoverno Waldez Góes não fez coisa nenhuma.É o fim de um Estado,dominado pela corrupção e pela ditadura da notícia.

  • É um desastre o que esse Góesverno faz com a saúde pública em nosso estado!!!
    Primeiro os medicamentos estragados que tentaram culpar o governo anterior, depois as Operações da PF Antídoto I e II, agora nossas crianças são as vítimas desse horror que é a atual gestão. Meu Deus, onde vamos parar…

  • isso é uma tremenda falta de respeito e compromiço com a sociedade amapaense,é esse o resultado da harmonia entre os poderes do nosso estado?O pior é que estão todos mobilizados,mas para saber quem fica com a maior parte do orçamento do estado e uma briga maior ainda para assumir o governo.E asociedade sabe que essa briga é pelo monopólio do poder de um grupo que prioriza tudo, menos o bem estar da sociedade ou a morte dessas 26 crianças na maternidade é apenas uma fatalidade?Não equessão que temos um médico como pré-candidato ao governo que é vice-governador a 7 anos e nem se manifestou sobre o ocorrido.O grupão da harmonia deve ter coisas muito mais importantes para tratar doque se preocupar com as vidas de nossas crianças.Isso é apenas a indiguinação de um cidadão.

    • Não conheço a Alcilene nem a Alcinea…passei a acompanhar estes blogs durante a campanha de 2008…mas, se alguém achar que denunciar estas barbaridades é fazer campanha política pra quem quer que seja, chega a ser uma estupidez sem tamanho!!!!ACORDA, DEZENAS DE CRIANÇAS ESTÃO MORRENDO sua ignorante PQP mil vezes

  • A única esperança que nós temos é que, faltam 52 dias para a metade da Corja sair do governo ou melhor desgoverno.

  • Não existe outra coisa a dizer :
    GOVERNO ASSASSINO !!
    É outro crime A OMISSÃO DO MPE, DA IMPRENSA, DA OAB E DOS DEPUTADOS !!!
    ESTOU COM NOJO DISSO TUDO !!

  • Eu fico me perguntando, qual a diferença de um Serial Killer, pra um gestor incompetente? Será que o Serial Killer que mata em série, é tão diferente de um Governador que devido a sua inércia deixa morrer 26 CRIANÇAS que queriam apenas nascer em paz e viver felizes sua meninice, juventude, velhice e morrer na hora necessária? Que culpa tem essas crianças? Que nasceram (morreram) sem a mínima culpa e sem direito de defesa?. Não se trata mais apenas de brigas políticas, a coisa é mais séria, se trata de VIDAS, ceifadas, dilaceradas, arrancadas, seja por pessoas morrendo no trânsito pintando nosso chão de vermelho tal como um quadro grotesco surreal, seja por mortes de armas de fogo ou armas brancas ou como nesse caso por mortes de crianças derramando o sangue cor de inocência. Esse governo conseguiu transformar o simples ato sublime e puro de nascer, em um ato de covardia contra a vida humana e que conseqüentemente destrói sonhos de inúmeras mães que sonharam seus melhores dias ao lado do filho que cuidaram com o maior amor do mundo durante 9 meses. Será que os interesses dos homens estão acima dos interesses da vida? Essas crianças perderam a oportunidade de viverem, que é um direito que todos temos, mas que foi negado pela IMCOMPETÊNCIA que se instalou na administração da Saúde pública do Amapá, e sabem porque? Porque o governador finge que não vê, e não adianta pôr a culpa nos outros, pois quem manda mesmo é o governador, e a ele cabe a indicar pessoas competentes e capazes para garantir o mínimo que é o direito de Nascer, viver e ser feliz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.