Pela primeira vez foi montado um planejamento conjunto, envolvendo todas as forças – Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, IAPEN e Politec.

Visando a segurança do cidadão durante o pleito eleitoral, a Secretaria de Segurança Pública do estado do Amapá, apresentou à Justiça Eleitoral, o planejamento integrado para atuar durante a realização das eleições 2018.

A apresentação foi dada pelo Coronel PM Carlos Souza, secretário de segurança pública, que aproveitou para explicar didaticamente sobre a funcionalidade de cada força policial a ser empregada, bem como o processo de distribuição do contingente a ser disponibilizado.

A reunião contou com a presença do presidente do TRE amapaense, desembargador Manoel Brito, e de secretários da Justiça Eleitoral, que vão coordenar áreas distintas durante a votação.

Pela primeira vez foi montado um planejamento conjunto, envolvendo todas as forças – Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, IAPEN e Politec.

Conforme o plano, a ideia é trabalhar de forma mais ágil e eficaz, evitando problemas de qualquer natureza e garantindo ao cidadão, o pleno direito de voto.

Números
Segundo o secretário de segurança pública, dentro do planejamento operacional para as eleições, serão 347 locais de votação cobertos pelas forças, com 1.132 profissionais de segurança disponíveis e distribuídos na capital e no interior do estado do Amapá.

Em Macapá são 107 locais de votação e os demais estão distribuídos nos municípios de Oiapoque (19), Calçoene (19), Amapá (21), Tartarugalzinho (47), Pracuúba (11), Ferreira Gomes (11), Cutias (08), Serra do Navio (09), Porto Grande (27), Itaubal (36), Santana (101), Mazagão (68) e Laranjal do Jarí (59).

Ascom-TJAP