Só está faltando fósforo..

Como diz a música dos Novos Baianos:

“Só está faltando fósforo,

Me dê aí, não esqueça,  

Que neste momento

O vento sacode as árvores

E o clima que fica, e o ar agitado”.

E continua no maior “climão” a relação governo e professores.

Os professores fizeram Assembleia Geral no sábado, e decidiram que farão hoje, segunda-feira, um ato publico, pela manhã, na Praça da Bandeira. E no dia 01 de maio, quarta-feira, Dia do Trabalhador, farão nova Assembleia Geral, na sede campestre do Sinsepeap, para decidir se irão novamente entrar em greve.

Durante a assembleia, o clima era de muito aborrecimento com o governo por ter aprovado a incorporação da regência de classe sem discutir com a categoria, o que eles classificam como “manobra do governo”.

O governo diz que paga aos professores o segundo melhor salário do Brasil.

Com a incorporação da regência de classe, antes paga a título de gratificação, o Amapá passa a pagar o piso nacional definido em lei, para a categoria. Claro que o governo acha que o Sindicato também manobra para não perder sua principal bandeira, que é o piso nacional da classe.

Todo mundo sabe o que aconteceu em 2012. Governo e sindicato tiveram imensas dificuldades em negociar, os professores grevaram, perderam na justiça, e não ganharam o aumento que queriam.

E verdade seja dita. A proposta de reajuste para os professores, feita pelo governo no ano passado, era muita boa.

O governo diz que em 2012 foram 11 reuniões de negociação com o sindicato, em uma mesa de negociação absolutamente democrática e paritária.

Este ano, por entender que a incorporação da regência de classe não prejudica ninguém, o governo preferiu garantir o projeto, para poder sentar-se à mesa de negociação de maneira mais honesta, discutindo aumento real de salário com a classe.

Metendo o bedelho

Um enfretamento entre professores e governo é ruim para todos nesse momento.

Acho que o governo deve chamar imediatamente o sindicato e reabrir a mesa de negociação.

Mas apenas acho.

  • Finalmente um Blog decente. Não vejo qualquer prejuízo aos professores. Pelo contrário, logo eles estarão se aposentando e não perderão mais o adicional citado. Me parece que ano passado a proposta era de quase 17%. Nada mal … 17% ano passado e mais quase 8% este ano … daria um bom reajuste. Queria que minha categoria recebesse tal proposta 🙂

  • Nesse momento seria muito inviável uma reunião com o SINSEPEAP, porque o sindicato não é aberto para um debate democratico e sim um debate que desgaste o GEA. Seria muito melhor o Governador chamar todos os professores e mostrar para todos o que poucos sabem, e parar deves com essa briga entre GEAXPROFESSORES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *