Após visitar os municípios de Porto Grande e Ferreira Gomes, os mais atingidos pelas enchentes de abril no Amapá, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) se comprometeu em pedir o perdão das dívidas dos agricultores que perderam roças e criações. Em porto Grande são 48 famílias ribeirinhas e em Ferreira Gomes 54 produtores até o momento, que contabilizam prejuízos.
Acompanhado da deputada federal Marcivânia Flexa (PT-AP), Randolfe conversou com moradores em Porto Grande, com o prefeito de Ferreira Gomes, Valdo Isackson, e com o gerente regional oeste do Rurap, Luiz Carlos Brito. O senador irá pedir ao Governo Federal que anistie as famílias que contraíram dívidas junto ao Pronaf, e que essas famílias sejam contempladas com o Seguro Safra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.
Para as famílias das áreas urbanas, Randolfe trabalhará no sentido de ajudar as prefeituras a conseguirem financiamentos para construção de novas moradias, em áreas seguras. A prefeitura de Ferreira Gomes, por exemplo, tem um projeto para construção de 100 casas populares destinadas aos moradores da área mais atingida, o bairro do Matadouro.  O projeto se encontra no Ministério das Cidades aguardando aprovação.
Durante entrevista à Rádio Piuara FM, de Porto Grande, o senador alertou também para a necessidade da implantação de um sistema de alarme, que possa avisar o município de Ferreira Gomes e arredores sobre a abertura das comportas da Usina de Coaracy Nunes. Informações da Defesa Civil dão conta de que o pico das chuvas no dia 8 de abril, de 1.500 mm, provocou a abertura emergencial das comportas no horário noturno, sem que a população pudesse ser avisada a tempo.

Márcia Corrêa
Assessora de imprensa