O Movimento, em face do processo eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil, através de seus representantes, vem externar a sua posição quanto às candidaturas existentes.

Inicialmente, agradece a consideração com que suas idéias foram abraçadas por todas elas, também, a atenção dada a seus representantes, e ainda a disponibilidade de todas no oferecimento de cargos em uma eventual composição.

Externa seu posicionamento de que as três candidaturas são merecedoras de crédito e imbuídas de boa-fé em fortalecer a nossa Ordem e a Classe dos Advogados.

Porém, nosso posicionamento levou em consideração a experiência dos candidatos em assuntos da Ordem, bem com a necessidade de se continuar trabalhando para a sua estruturação, merecendo relevo, em tal aspecto, os trabalhos desenvolvidos com a reforma da sede, o Clube dos Advogados e, muito especialmente, a construção da Caixa de Assistência e a implantação da OAB-Prev, sonhos há muito idealizados por nossa classe, realidades presentes este ano.

Em tal sentido, um terceiro mandato do colega Washington Caldas, longe de se apresentar como um empecilho, revela-se em melhor opção para que se tenha uma OAB em Ordem e Estruturada, pois o mesmo detém as articulações necessárias e compromissos assumidos junto ao Conselho Federal para atingirmos tal objetivo, reforço que terá em uma futura gestão com o apoio do colega Evaldy Motta, nosso indicado ao cargo de Conselheiro Federal.

Compreendemos e admitimos que sua gestão apresentou falhas, em especial se apresentando algumas vezes omissa quanto às questões institucionais, direitos humanos e defesa das prerrogativas, por nós mencionados em nosso manifesto, mas que não se configuram em entraves a desmerecer o nosso voto, vez que, como acima apontamos, existiram grandes conquistas em sua gestão, além do que o mesmo se comprometeu a assumir e adotar posicionamento diferenciado, o que só poderá ser feito com a ajuda de todos os colegas. Para tanto e em reforço a sua atuação nesta área, estamos indicando o colega Ronaldo Serra para compor a sua Diretoria, no cargo de Secrétario-Geral, o qual certamente em colaboração com os demais membros da Chapa, reforçada por outros colegas do Movimento, levará a nossa Ordem a posições mais firmes e presentes frente aos problemas da classe e da nossa sociedade, sem deixar de trilhar o caminho até então tomado de sua estruturação.

Neste desiderato, esta nova equipe contará com a colaboração do nosso colega Wagner Gomes, que a partir do novo mandato, assumirá a direção da Comissão de Direito Humanos, cuja experiência na defesa dos direitos do homem e do cidadão é pública e notória, e goza de boa articulação junto aos MCS.

Convidando todos os colegas a participarem ativamente do processo eleitoral que se avizinha, esperamos voltar a contar com a confiança de todos, em especial com o voto no colega Washington Caldas, para que possamos ter uma OAB em Ordem, Estruturada e Sem Mordaças.

Pelo Movimento:

Wagner Gomes; Evaldy Motta; Carlos Tork;                                Ronaldo Serra; Vadeci Freitas; Emmanuel Dante

Nota do Repiquete: Perguntei ao advogado Ronaldo Serra qual a posição desse grupo em relação ao presidente da OAB ter enjaulado os leões do prédio da Ordem. Ele me disse que colocou na negociação que fossem tiradas as grades que cercam os leões.

Brincadeiras a parte, algumas pessoas acham que é muito pequeno falar nisso aqui no blog.

Pois não é. Os leões da OAB são belíssimas esculturas, obras de arte que se constituem patrimônio do povo do Amapá.

As grades que colocadas no prédio da OAB são um atentado a arquitetura e um crime contra a arte e a cultura.

oabap-denerfoto