Implantação do Sistema positivo, em Pedra Branca

 

O tema foi pauta da III Jornada Pedagógica que antecede o início do ano letivo e apresenta ao professor conteúdos pedagógicos, metologias, calendário letivo e de eventos assim como as ações a serem implementadas a nível de gestão. O evento iniciou nesta quinta-feira, 14/02, e encerra hoje no Centro de Convenções Municipal.

A principal novidade da III Jornada Pedagógica deu tema à palestra “Inovação Pedagógica: construindo caminhos para uma educação inclusiva e de qualidade”, que abordou o sistema de ensino/aprendizagem implantado a partir deste ano pela Prefeitura para todas as escolas municipais, o sistema Aprende Brasil, da Editora Positivo.

Os professores receberam as orientações sobre como trabalhar com o material didático que será entregue, assim como utilização do Portal do Sistema de Ensino Aprende Brasil, plataforma virtual que funciona como uma ferramenta auxiliar integrada à metologia de ensino/aprendizagem. Por meio dele, estarão disponíveis ferramentas de formação continuada para as equipes técnico-pedagógicas e professores, sistema de avaliação de aprendizagem com testes online, acompanhamento da gestão e dos resultados educacionais no município, entre outros.

Além de apresentar a plataforma Positivo e o material didático com o qual os profissionais irão trabalhar em sala de aula, a assessora pedagógica da Editora Positivo, Vanessa Fernandes, explicou que ao longo do ano serão ministrados cursos que orientarão os professores ao melhor aproveitamento das ferramentas do Sistema. Pedra Branca do Amapari conta com 12 escolas municipais entre zona rural (7) e sede do município (5), num total de 1.986 alunos do ensino regular (1º e 2º períodos e 1º ao 5º ano), EJA, Educação Especial e Reforço.

Para a secretária Municipal de Educação, Richelly Costa, o material didático apresentado é mais contextualizado e proporciona desenvolver atividades que despertam maior interesse, tanto do aluno quanto do professor. “Professores estimulados trabalham buscando novos conhecimentos e trazendo benefícios aos alunos, hoje é um dia histórico para o município, a prefeita Beth Pelaes investiu sem medir esforços para que a plataforma fosse realidade para as crianças daqui”, considerou.

A prefeita de Pedra Branca explicou que conheceu o modelo de ensino Positivo para as escolas públicas durante a marcha dos prefeitos, em Brasília, e a partir de então fez um estudo aprofundado, juntamente com técnicos da Secretaria de Educação, durante todo o ano de 2018, para hoje virar realidade desde a sede do município ao Tucano II, na rodovia Perimetral Norte.

“Esse é o momento que podemos chamar de conquista, nossa gestão trabalhou muito para iniciar uma nova era para educação, parabéns aos professores que estão sendo contemplados com um modelo que é referência de ensino no Brasil, vocês merecem por cuidar dos nossos tesouros, que são as crianças”, declarou.

A gestora informou que os uniformes e kits escolares do programa “Vestindo o Futuro” serão entregues no final de março e que o ano letivo iniciará com escolas reformadas e unidades novas. “Vamos continuar fornecendo os uniformes para toda criança da rede municipal, é um compromisso que assumi desde o início da gestão. Estamos concluindo reformas em cerca de 90% das escolas e iremos entregar também uma nova unidade, na comunidade do Arrependido, além disso, já está no cronograma a reforma e ampliação da escola do bairro Água Fria, que deve acontecer ainda no primeiro semestre”, concluiu.

Sistema Positivo de Ensino

O sistema, com 45 anos de existência, é referência em escolas públicas e particulares de todo o Brasil. Depois da atuar por alguns anos no ensino público do Amazonas, tanto na educação municipal de Manaus quanto na educação estadual, o Grupo Positivo se concentrou em escolas particulares da região Norte, mas sua maior predominância, tanto pública quanto privada, está nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Atualmente, o sistema está presente em 1.890 escolas particulares de 950 municípios, e em 1.550 escolas públicas de 200 prefeituras.

Há onze anos, devido ao aumento da performance das escolas particulares no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e à procura pelo sistema por parte da Rede Pública, o Grupo Positivo desenvolveu o Sistema Aprende Brasil que aborda a educação levando em consideração as políticas públicas propositivas para a educação. Este sistema trabalha uma abordagem e tempo didáticos distintos do criado para as escolas particulares, mas se utiliza das mesmas ferramentas e concepção didáticas, fundamentadas na Lei de Diretrizes e Base da Educação (LDB), do Ministério da Educação.

No ano de 2015, a média no IDEB das intuições conveniadas ao sistema de ensino Aprende Brasil foi de 6.1, 15% acima da média Brasil, de 5.3. Dos 132 municípios conveniados com notas válidas no IDEB, 86%, o equivalente a 114, atingiram a meta para 2015, e 48 deles já atingiram a meta para 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *