Por Edgar Rodrigues (Jornalista e Historiador)

Governador Pauxy Gentil Nunes

Fevereiro de 1958 a Fevereiro de 1961

Nascido em Breves (Pará), vem ao Amapá a convite do irmão Janary Nunes. Assume a direção do Território em 14 de fevereiro de 1958 até fevereiro de 1961.

Governou o Amapá por três anos, em meio ao trauma causado pela morte do deputado Coaracy Nunes. Foi em seu governo que as ruas de Macapá receberam asfalto pela primeira vez, mas foi o interior que mereceu maior atenção, com a criação de colônias agrícolas e núcleos coloniais, além de fazendas-modelo em Aporema e Tucunaré.

Como desportista, incentivou o futebol e a natação em todas as escolas. Conhecido como o ´Caudilho do Norte´, Pauxy foi o responsável direto pela eleição de João Havelange como presidente da Fifa, num congresso nacional de Federações que ocorreu em Macapá.

Mas seu governo é marcado pela intolerância política. Em razão de recusar qualquer influência na sua administração, o deputado federal Amílcar Pereira resolve lhe fazer oposição.

Durante seu governo é retomada a idéia de transformar  o Amapá em Estado, mas tudo isso não passou da idéia.

Com a vitória do candidato Jânio Quadros, da UDN,nas eleições presidenciais de 3 de outubro de 1960, o governador Pauxy Nunes, que lhe havia feito oposição, é exonerado do cargo. E ainda, como represália, Pauxy é acusado de irregularidades e desmandos administrativos. É substituído pelo pernambucano José Francisco Moura Cavalcante.

Escreveu em 1963 a obra “Mosaicos da Realidade Amapaense”.

Governador Pauxy Nunes

Governador Pauxy Nunes