Fona de Novo

Internet Banda Larga já chegou em Roraima, que era o outro estado do Brasil, que como o Amapá, reclamava por ter internet ruim.

Pois em Roraima já chegou, via parceria entre a Oi e a Eletronorte, através de um Acordo de Integração Fronteiriça entre o Brasil e a Venezuela.

Somos Fona de novo

  • Mais uma pra turma da harmonia… Com todos esses cérebros de mucuim dominando a cena política local, o que podemos esperar?… Estão todos preocupados em se manter de todo jeito no poder que deixam as aspirações coletivas pra último lugar… E quem quer entrar nessa roda da fortuna também não demonstra interesse em deixarmos de ser último lugar em tudo… Somos reféns de todo tipo de situação: já sofríamos por sermos motivo de piada pela eterna reeleição do coroné, quiçá agora… Independentemente desse problema, continuamos fazendo a internet mais combativa e corajosa do país… Nossa blogueira-mor é matéria de reportagem em circulação nacional… Sua irmã (seria vice-blogueira-mor?) não fica atrás e despeja posts que só nos deixam orgulhosos como habitantes e internautas… Já os veículos de informação “oficiais” nem sequer são citados… Credibilidade se conquista, não se impõe… Lição que os “jornalistas” do jabá esqueceram ou a ela não foram apresentados… Mandem brasa, Alcinéia e Alcilene…

  • É como sempre eu digo… No Amapá tudo é levado em segundo plano, ou seria, terceiro, quarto, quinto, etc..
    As obras aqui não são levadas a sério, o desvio de dinheiro é uma constante. Vejamos o caso do estádio zerão que não sai do papel, o caso do aeroporto que nunca fica pronto, outro caso é dos quiosques da frente da cidade que nunca ficam prontos também. E como eu falei acima de que é uma constante isso aqui no estado, o mais novo caso é o da ponte lá no oiapoque que parece esta parada também, mas se não estiver podem esperar que ela vai parar, virou rotina uma obra que começa nunca terminar, infelizmente, é assim aqui no Amapá meus caros. Temos que por um fim nisso minha gente, nos unir e “peitar” os “grandões”.

  • É bom lembrar que a banda larga que tanto a mídia divulga, é boa velocidade de conexão com preços justo, hoje, em torno de 1(um) Mbps ao preço de 70 reais, essa é a média nacional, equanto não tiver isso no Amapá, não será banda larga; o governo plantou que os invesmentos eram astronômicos, um empresário sozinho mostrou que é possivel fazer, depende de vontade e decisão politica, bom mais deixa pra lá, é sonhar demais! nossos politicos não são hávidos pensadores de alternativas..

  • Com a maioria dos políticos do Amapá priorizando concessão de rádio e televisão para seu grupo político; cargos para seus familiares e amigos; negócios para suas empresas, etc….; a harmonia continuar governando o Amapá; as questões do Amapá e seu povo só serão lembradas em época de eleição.
    Um grande abraço Alcilene.
    Essa tua foto do perfil tá uma graça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *