Faleceu o ex-governador do Amapá Amilcar Pereira

Faleceu ontem, 27.02, aos 93 anos, o ex-governador e ex-deputado Federal médico Amilcar Pereira.

Recebi o comunicado de seu filho Paulo Cezar

“Prezados,
Como filho do Doutor Amilcar, comunico que no dia 27/02 às 11.50 minutos, aos 93 anos ele nos deixou.

Peço que aqueles que o conheceram, que de alguma forma tiveram a sua atenção e respeito, rezem por ele.
Agradeço em nome de minha mãe e de nossa família”.
Atenciosamente
Paulo Cézar

Amílcar da Silva Pereira

Governou o Amapá de Fevereiro de 1956 a fevereiro de 1958

Natural de Bragança (Pará), o médico cirurgião nasceu em 16 de fevereiro de 1919.    Em 2 de março de 1956 é assinada a lei federal nº 2.740, autorizando a criação da Companhia de Eletricidade do Amapá, cujos trabalhos de implantação foram concluídos em 22 de  dezembro de 1956.

Em seu governo o Amapá sagra-se campeão brasileiro de natação infanto-juvenil, no Rio de Janeiro, e é criado  o município de Calçoene (Lei nº 2055, de 22 de dezembro de 1956), com a posse do primeiro prefeito: Coaracy Barbosa, em 25 de janeiro de 1957, dia em que foi implantado o município. Também é inaugurado o Porto de Santana (7 de janeiro de 1957).

Com a presença do presidente Juscelino Kubitschek e Augusto Antunes (Icomi) iniciando-se a exportação do manganês no Amapá. É inaugurada a Escola Coaracy Nunes, no bairro Santa Rita (21 de março de 1957) e chega a Macapá o terceiro grupo de migrantes japoneses (20 famílias, em 22 de março de 1957). O final de seu governo é marcado por uma tragédia: um acidente aéreo nas matas do Macacoari, ceifando a vida de Coaracy Nunes, Hildemar Maia e Hamilton Silva.

Em 1958 deixa o cargo para disputar as eleições parlamentares, conseguindo ser eleito deputado federal.( Texto: Edgar Rodrigues)

 

 

Promotor Hildemar Maia e governador Amilcar Pereira em reunião social com amigos
  • Meu querido tio era uma pessoa boa, erudito e muito carinhoso com todos nós. Um exemplo de homem. Certamente está descansando na paz do Senhor. Um grande beijo a minha tia Oneide, Paulinho e Telminha.

    • Cara Sr.ª Cláudia: peço desculpas por usar este veículo para contatá-la, mas necessitamos um contato com a família do Dr. Amilcar para obter informações acerca do velório. Caso seja possível, por favor, me encaminhe um email com algum telefone ou contato. Nossos sentimentos!
      Raquel Monti Henkin
      Chefe do Cerimonial da Câmara dos Deputados

      • Boa tarde, senhora Raquel Monti Henki, em atenção a sua solicitação, encaminhei para a Alcilene o contato com a família do meu tio. Agradeço a sua mensagem.

  • Por que ainda não foi decretado Luto Oficial????? A final Dr. Amilcar foi o segundo Governador nomeado para o então Território do Amapá.

  • Estive nos 70 anos do meu tio, em Araras Rj, nos seus 90 anos, mas não imaginava que participaria das suas exequias. Era o decano da família Pereira. Faz falta nosso tio, último dos irmãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *