Vereador Clécio Luís realiza consulta popular para escolher os patrimônios de Macapá

 


A fim de identificar o patrimônio histórico de Macapá e tencionar o Poder Executivo a regulamentar a Lei do Estatuto do Patrimônio Artístico e Cultural, o vereador Clécio Luís (PSOL/AP) irá realizar uma consulta popular, que por meio de um questionário (impresso e online) a comunidade poderá apontar o que é patrimônio.  A primeira consulta será realizada durante uma extensa programação na Confraria Tucuju, no dia 04 de fevereiro, data que se comemora os 254 anos da cidade.
A campanha visa ainda, reconhecer e proteger como patrimônio todos os elementos que definem a identidade cultural de Macapá, como práticas, técnicas, expressões, instrumentos, artefatos, objetos, lugares e até pessoas que os indivíduos distinguem como parte integrante da cultura, fazendo com que bens materiais e imateriais de valor cultural, arquitetônico e histórico sejam preservados.
Para o vereador, o evento não busca apenas a opinião técnica, mas principalmente a participação direta do povo. “Este é um momento de preservar a memória histórica de Macapá através da manifestação do próprio, avançando para que a identidade cultural se fortaleça. O conceito de patrimônio está no imaginário de cada um, e com o questionário será possível identificá-lo através da consulta popular”, declara Clécio Luís.
Exemplos de patrimônios materiais: Acervos Livros, fotografias, obras de artes, edifícios, praças, ruas, prédios, entre outros.
Exemplos de patrimônios imateriais: culinárias, lendas, músicas, festas, cantigas, rituais religiosos, danças, tradições, costumes, lugares extintos, fazeres e outros.
O evento tem como parceiros o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN e a Confraria Tucuju.