A comunidade Monte Tabor, administrada pelo psicólogo Tom Sobral, precisa de ajuda.

Hoje, na comunidade, há 200 internos, e 80% deles estão em tratamento para superar a dependência em crack. Os outros estão em tratamento pra se livrar do vício em outras drogas e da dependência de bebidas alcoólicas.

O Monte Tabor vem sobrevivendo pela generosidade de amigos, familiares de internos, colaboração de ex-internos,  e, segundo Tom Sobral, uma ajuda ínfima da Assembléia Legislativa. Ele diz que há 8 anos na recebe nenhum tipo de ajuda do Governo do Estado.

Tom Sobral afirma que a taxa de recuperação deles é de 70%, que o trabalho é feito por especialistas e por ex-viciados recuperados, que ajudam os outros a vencer a dependência.

A comunidade está precisando de lençóis, toalhas, material de higiene e limpeza, gêneros alimentícios, combustível e dinheiro mesmo.

Empresas e pessoas físicas que quiserem colaborar podem fazer contato com o Tom, no telefone 9123-4875.

Vamos ajudar o Monte Tabor.