Com recursos de Davi, Tribunal de Justiça do Amapá recebe R$ 7 milhões para implantação de novo sistema de informação e logística de transporte

Integrar e modernizar o trabalho da justiça onde os dois hemisférios se encontram, no meio do mundo, foi um propósito trabalhado pelo senador Davi Alcolumbre (Democratas-AP), desde que assumiu a cadeira de presidente do Congresso Nacional em Brasília. E, das várias reuniões no ministério da Justiça e Segurança Pública, o parlamentar conseguiu, no final do ano passado, que a Pasta liberasse um recurso extra de R$ 7 milhões para reestruturar todo o sistema de informações processuais e modernizar a logística de transporte do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), com verba já empenhada para o primeiro semestre de 2020.

O anúncio da conquista foi feito nesta segunda-feira (13), durante uma cerimônia de homenagens na sede dos magistrados em Macapá.

A proposta de Davi é englobar a implantação de um novo sistema de justiça integrado, com suporte tecnológico para garantir mais agilidade na tramitação dos processos, transparência e eficiência operacional, tanto para os magistrados e servidores, quanto em prol da sociedade. Além da modernização da infraestrutura do parque tecnológico, a instituição também utilizará parte da verba para renovar toda a frota de veículos, pois uma das grandes deficiências enfrentadas pela corte para execução dos serviços atualmente é a falta de carros.

“Sempre defendi que a justiça do Amapá, assim como nos outros grandes centros brasileiros, precisa ser integrada, ter garantia na qualidade de acesso às informações e armazenamento, ou seja, ter condições de desempenhar o seu papel com maestria. Estamos trazendo novos investimentos para garantir excelência nos serviços da Justiça no nosso estado e cidadania para todos “, enfatizou Alcolumbre.

*Homenagem*

Davi foi agraciado pelos magistrados da corte amapaense pelos serviços prestados ao estado com a comenda “Selo Amigo da Justiça”, entregue pelo presidente do TJAP, desembargador João Guilherme Lages Mendes.

Os deputados federais André Abdon, Leda Sadala e Aline Gurgel, além do senador Lucas Barreto, também receberam a honraria.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *