Professores do estado vão fazer paralisação de três dias seguindo o calendário nacional de protestos da categorial, que protesta principalmente contra a reforma da previdência.

Na pauta local, os professores vão tratar do parcelamento dos salários, da falta de segurança nas escolas, a falta de reajuste salarial, entre outras.