Ninguém fala mais lá pela Assembléia Legislativa em aprovar o projeto do empréstimo de 980 milhões que o governo do estado quer fazer e precisa de autorização da AL.

Em contrapartida e harmonicamente, caiu menos caraminguás na conta da AL.