O governo do estado do Amapá está descontando nos contracheques de servidores os empréstimos consignados e não está repassando aos credores.

Também estaria descontando pagamentos de planos de saúde e não repassando.

Isso vem causando transtornos de toda a ordem aos servidores, que pagam a dívida, mas ficam na lista de inadimplentes.

Caso de B.O, pessoal!