Artigo Quarta-feira é dia de julgamento: dia de justiça?

Camilo Capiberibe, deputado Estadual.


camiloALNote
É muito difícil escrever sobre um processo sendo parte dele, pois pode parecer, e vai terminar parecendo, que defendo o meu lado. Mesmo assim, me arrisco a abordar este tema, sabendo que um julgamento fundamental para os destinos de nossa cidade se dará nesta quarta-feira, 12 de agosto, quando o TRE decidirá o mérito de dois processos que envolvem a cassação do prefeito Roberto Góes e sua Vice Helena Guerra. Desde criança assistimos nos filmes de Hollywood e mesmo nos seriados da TV, nos enlatados e nas novelas que existe uma moral em cada história. Nas fábulas nos foi ensinado que andar pelo caminho certo é uma receita infalível que nos conduz em segurança ao nosso destino. Se Chapeuzinho Vermelho erra é ao buscar o caminho mais fácil, o atalho perigoso pelo meio da floresta.

No caso das eleições 2008 não vou repisar que houve compra de votos e nem que o abuso de autoridade garantiu a distorção do princípio democrático, isso já ficou consolidado para a opinião pública pelas quatro sentenças prolatadas pela justiça eleitoral. As medidas liminares concedidas ao Prefeito cassado Roberto Góes passam para a sociedade a sensação de que as decisões de primeira instância não tem valor legal, essa sensação é equivocada e o próprio destino do nosso município não pode ser medido pelas razões que fundamentam a concessão de uma liminar.

A liminar busca entre outras coisas, mas fundamentalmente, impedir até o julgamento do recurso, um vai-e-vêm de ocupantes no Palácio Laurindo Banha, o que ao meu ver, de parte no processo, é uma medida responsável e que atende aos melhores interesses da população. Ainda que a percepção seja a de que Roberto Góes fraudou e que nos processos essa percepção seja corroborada pela quantidade de provas coletadas pelo Ministério Público Eleitoral ou pela Coligação Frente pela Mudança, a liminar garante uma segurança para o cidadão e para a cidadã macapaense de que até que se conclua o segundo grau de jurisdição, ou seja, o julgamento em grau de recurso no TRE, uma pessoa apenas vai comandar os destinos do município.

Mas, afinal o que estará em jogo na quarta-feira durante os julgamentos do prefeito e de sua vice? Ninguém em sã consciência é capaz de negar que houve crimes eleitorais e que as provas estão dentro dos processos que serão julgados, isso já foi indicado pelos julgamentos em primeira instancia. O TRE do Amapá terá em suas mãos a possibilidade de reafirmar que o que aprendemos desde crianças é o certo. A educação que nós na civilização ocidental recebemos é corroborada com os atos prolatados pelas instituições. Ninguém deve se enganar quanto as minhas expectativas pessoais para o dia 12 de agosto. Confio na justiça e acredito que o resultado do julgamento vai valorar o conceito de que a justiça deve prevalecer e o de que quem erra deve pagar.

  • Caro Deputado Camilo, como fico feliz em ler um texto equilibrado e responsável. O senhor, ao meu ver, não “puxa” para o seu lado, apenas cobra que as autoridades façam o seu papele julguem de uma vez por todas os processos referentes as eleições de 2008.
    Se posso acrescentar, fico feliz em constatar que aquela máxima de que “o aprendiz supera o mestre” é verdadeira. Seu discurso supera “mil vezes” o seu pai, que acredito ser seu mestre, não tem aquele sentimentalismo barato, aquele discurso de “no meu tempo as coisas eram melhores”, e por fim, sem a eterna história de ser injustiçado, o coitadinho.
    Não votei no senhor, eu sou 14. Continuo acreditando. Não gosto de política feita com sentimento, com raiva.
    Parabéns pelo texto e vamos ver o julgamento

  • Carta ao deputado Camilo…
    Ao ler este artigo do deputado Camilo, é inevitável não questionar-se a cerca de seus nobres objetivos de expressar a verdade por meio desse véiculo de comunicação …sou cidadã, eleitora, devidademente esclarecida a cerca dos fatos sociais à minha volta, e acho q não cabe à NENHUM político(infelismente) de nossa cidade, a postura de “juiz moralista” qnt à compra de votos, especialmente se este nobre representante do povo traz o o sobrenome ( intrinsecamente ligado à fraudes…) de Capiberibe. Apoio o deputado qnd nos diz que “andar pelo caminho certo é uma receita infalível”, não defendo a famosa “boca de urna”, defendo a voz e o desejo do povo, pq mesmo com td isso, vejo pessoas que tem sido mt (MT) alcançadas nesses primeiros meses de gestão municipal, e vejo a prefeitura voltando a trabalhar…e isso pra mim é “ANDAR PELO CAMINHO CERTO”, é escolher a “receita infalível” de cuidar do povo que o elegeu.Assim como dveria fazer o querido Deputado Camilo e seu partido, cuidar do povo que escolheu tê-lo como DEPUTADO, dando duro no trabalho da assembléia….Isso mesmo deputado, a escolha popular independente de tudo, foi vê-lo defendedo nossos interesses na ASSEMBLÈIA, e ter o ROberto defendendo na PREFEITURA….honre a vontade de quem lhe elegeu caro deputado…e vamo trabalhar né, pq por todos os lados temos o que fazer! E mesmo que o senhor não acredite, artigos moralistas não desfazem a opinião de quem é beneficiado, do macapaense que finalmente é visto e alcançado pela prefeitura…
    Não me leve à mal, mas espero que toda essa sua “briga” seja embasada no desejo de trabalhar ( desejo, ao meu ver, sem necessidade, pq a oportunidade já lhé dada como deputado…) e não simplesmente remediar um possível “ego ferido” pela perda das eleições 2008…( que é o q mts vezes parece)
    Abraço!NOs vemos nas sessões!

    • UUUIIIII!!! que MORAL,em Sra. REGINA? plac,plac,plac.OPS! são minhas unhas estalando…rsrsr.Desculpa ai. Mas de que trabalho mesmo que a Sra. tá engrandecendo o seu prefeito,das inaugurações dos “semáforos e lixeiras ou é das porr….nos camelos? Quer um conselho,é “digrátis”? Continue pagando seu impostos,que a “harmonia” agradece.kkkkkk

      • AH! ia esquecendo Sra. Regina, a ÓTICA DINIZ tá oferecendo bons descontos e com pagamentos à perder de vistas.OPS! a sua já tá perdida mesmo….rsrsrsr

  • Dona Regina Nobre,você está equivocada,esse Roberto( ),está usando o dinheiro da Macapá Previ para fazer esses remendos sem licitação,mas com muita festa,alugando prédios caros porque pertencem aos amigos,tal qual o Fofinho Waldez Góes, é uma pena vocês tem 20 jornais 12 rádios falando a favor e quando tem um Blog em que o Deputado coloca sua opinião ainda encontramos pessoas desse quilate.Certamente você deve fazer parte da turma da harmonia; ou ganha sem trabalhar,ou recebe sem entregar mercadorias,ou a família toda está em contrato administrativo,ou tem firma de vigilância.O dinheiro essa turma já acabou,quem não recebeu não recebe mais.Lei é Lei, e quem fez a Lei Eleitoral ,não foi o Camilo.Todos esses pequenos serviços,a qual você se refere,foi uma maneira que o Roberto Cassado IV Góes, encontrou para impressionar o TRE-ap.

    Comentário editado pela dona do blog

    • Gostaria, mesmo sem a real necessidade, de expor que admiro o caro colega Antonio Alberto, acredito que seu dinheiro, proveniente de alguma maracutaia “capiberibenha” está saindo direitinho ( perdoe-me a grosseria recíproca)mas qnt à mim, nem funcionária da PMM eu sou, pago meus tributos com um salário que me é justo por meus serviços prestados à sociedade, votei no sr° prefeito e apenas quiz dirigir minha opinião ao deputado que expôs tb expôs a sua. ( Por isso o título é “carta AO DEPUTADO CAMILO”) Desculpe-me desagradar sua opnião caro Antonio alberto, sou só uma cidadã, me valendo dos meios de comunicação para alcançar o deputado que representa minhas decisões na assembléia.
      Tenha um bom Dia!

  • A eleição foi fraudada, roubada. Tem que haver a punição prevista na lei. Ou então ja se pode assaltar um banco desde que com o dinheiro roubado se faça algumas caridades…

  • Deputado. Acho que o senhor só atrapalha seus próprios objetivos ao fazer um artigo às vésperas de um julgamento na tantativa de moldar a opinião pública e a dos magistrados à sua vontade, já que o senhor mesmo admite que é “parte interessada”. Melhor o senhor faria se ficasse calado e melhor ainda respeitasse a decisão da população. Lamentável.

    • DECISÃO ($$$$$$$$), da população? AFF! me disseram que na calada da madrugada as “pontes amareladas”,amanheceram “azulada$$$$$$$$”.Será que choveu tinta AZULADA$$$$$$$$$??????

  • Um passarinho me confidenciou que esse dia será favorável ao Prefeito Tetracassado. Espero que a pessoa que me falou isso, tenha escutado mau, o que ouviu por aí. Sigilo. Vamos esperar, prá ver.

  • AHHH dá um tempo….
    que coisa ridicula, o cara compra voto escancarado, se achando acima da lei eleitoral, todo mundo sabe , todo mundo viu.
    E ainda tem gente vindo aqui defender essa imoralidade.
    É por isso que o Amapá esta desse jeito, os Góes e a Harmonia enriquecendo e o povo sofrendo.
    A falcatrua aqui é cultural !!

  • Vão dar um tempo capiberibes. Mesmo se o Roberto perder o mandato nesse julgamento, o que não vai acontecer, o Camilinho não assume. Vai ter nova eleição. Vamos respeitar a decisão do povo. Foi o povo que colocou o voto da urna e não o Roberto.

    • Tem razão,foi o povo quem botou o voto nas urnas, e à troco de nada ($$$$$$$$$$). Melhor que o povo das pontes,só vcs ai da “harmonia” p/saber disto, né LUIZ? O TRE,deve cumprir com lisura seu papel.Julgar e punir os culpados, não é favor,é obrigação.CONFIO que o TRE vai fazer oque é o certo,senão,não vai valer à pena ter ido p/a frente dos meios de comunicações, dar e pedir lições de cidadania aos eleitores.

  • Vamos respeitar a opinião do povo. E ela diz que o Roberto deve ser cassado, pois é flagrante a atrocidade que foi essa eleição. Pressão, compra de votos exarcebada, enfim, nem vou entrar no mérito da questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *