• Essa faveira é tombada por ato do governador Annibal Barcellos. Pelo que me consta, não houve revogação do ato citado, portanto, qualquer ação pública ou privada lesiva a faveira é crime ambiental.
    A tentativa de podar, cortar e derrubar a faveira é antiga. Alegam que a faveira impede a incidência de luz solar sobre os imóveis, causando proliferação de fungos.
    Seria prudente saber quem são os donos dos terrenos e imóveis para discutir alternativas de manutenção e revalorização da faveira, sem prejuízos à saúde humana, evidentemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *