Obras do Céu das Artes de Macapá estão com 70% concluídas

No último sábado, 28, o prefeito Clécio Luís e o senador Randolfe Rodrigues, juntamente com secretários municipais, representantes dos segmentos culturais e esportivos, visitaram as obras do Centro Unificado das Artes (Céu das Artes) de Macapá.

Com 70% das obras concluídas, o Céu das Artes, localizado no bairro Infraero, visa integrar, num mesmo espaço físico, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital, de modo a promover a cidadania em territórios de grande vulnerabilidade social.

Ceudasartes-_DSC2197

A Prefeitura de Macapá lançará em breve o edital para a aquisição de equipamentos e mobiliários para a implantação do Céu das Artes. No processo está previsto a compra de móveis, computadores, equipamentos para o playground, entre outros materiais necessários para o funcionamento do centro.

Eliezer Melo, que desenvolve atividades esportivas junto aos jovens do bairro Infraero, solicitou da prefeitura a construção de uma arena de esportes em complemento ao Céu das Artes.

O prefeito Clécio Luís esclareceu que o projeto possui um conselho responsável para avaliar as propostas de funcionamento e ocupação do espaço. Desta forma, o conselho pode se reunir com a comunidade no Congresso do Povo, a ser realizado no bairro, para definir as necessidades dos moradores que estão no entorno da obra.  “Quanto mais a gente ouvir o povo, mais eficazes serão os serviços disponibilizados pelo Céu das Artes em Macapá”, afirmou o prefeito.

A Fundação Municipal de Cultura (Fumcult) informa que os interessados na ocupação deste espaço cultural já podem participar do edital de seleção de projetos, lançado pela Fundação Nacional das Artes (Funarte/MinC). As inscrições iniciaram no dia 28 de setembro e terminam dia 14 de outubro. Cada selecionado receberá R$ 100 mil para um período de ocupação de seis meses.

Paulo Rocha/Asscom Fumcult

Deixe uma resposta para Alcilene Cavalcante Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *