Fundo do Poço

Não, gente. Com todo respeito e carinho imenso que tenho aos gestores, essa nota da SEED é fundo do poço. Fala Sério!

E esse texto só falando “o servidor” sem dizer o nome do servidor? Ridículo, Eu achei.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

A Secretaria de Estado da Educação  (SEED) esclarece que não investigou, nem investiga a vida de nenhum servidor, salvo quando se refere à apuração de responsabilidades funcionais amparadas no devido processo legal. No caso específico de um dos candidatos a prefeito que é professor no Centro Profissionalizante do Amapá (CEPA) a Coordenação de Legislação e Normas, diante de notícias publicadas em programas eleitorais, buscou informações na unidade educacional quanto ao cumprimento da carga horária do referido servidor.

Quanto ao fato do servidor ter recebido a gratificação de regência de classe no mês de junho/2012 a situação se esclarece da seguinte forma:

  1. O nome do servidor não foi informado pela gestão da escola, no mapa de controle e acompanhamento de professores que continuavam em greve, que mesmo após a decisão judicial entenderam permanecer ausentes das salas de aulas. Por essa razão não foi possível retirar a gratificação da regência de classe do referido servidor no pagamento do mês de junho 2012;
  2. Contudo, no mês de julho a folha de ponto tendo sido encaminhada pela gestão da escola a SEED verificou-se o total de 27 faltas durante o mês de junho/2012 para o professor o que ocasionou os descontos de todos os dias não trabalhados justificando o registro liquido de R$ 350,76 no pagamento de julho/2012 em seu contracheque.

Verifica-se assim, que a SEED/AP só buscou informações diante de supostas denúncias veiculadas em programa eleitoral averiguando, assim, a veridicidade dos fatos.

Esclarece finalmente que as medidas tomadas são todas respaldadas em lei e os atos administrativos quanto aos descontos dos dias não trabalhados foram praticados para os casos de todos os servidores que, naquele momento, encontravam-se ausentes das salas de aula ou faltando ao trabalho.

 

Macapá, 15 de setembro de 2012.

 

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO – SEED/AP

 

Nota do blog:

E encerra-se a acusação.

Deixe um comentário para SARA RIBEIRO Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *