O Drama do PT

Que dia!

Lúcia Hippólito

E eu que pensava que a data mais triste da história do PT tinha sido o dia 11 de agosto de 2005!

Para os que não se lembram mais, naquele dia o marqueteiro do presidente Lula, Duda Mendonça, declarou, simplesmente e com todas as letras, que o PT pagou parte da campanha eleitoral do presidente Lula, do senador Aloísio Mercadante, da candidata a governadora Benedita da Silva e do candidato a governador José Genoíno com dinheiro de caixa dois.

De contas no exterior para uma conta de Duda Mendonça, também no exterior.

Ao final do depoimento, deputados petistas choraram no plenário da Câmara, a senadora Ideli Salvati passou mal, o senador Aloísio Mercadante fazia ares patéticos, senadores e deputados petistas na CPI dos Correios ficaram completamente atarantados diante da bomba que Duda Mendonça jogou no PT e no governo do presidente Lula.

De lá para cá, nunca mais o partido foi o mesmo.

Um grupo, liderado pela então senadora Heloísa Helena, saiu do PT para fundar o PSOL. Militantes e eleitores, desencantados, procuraram outras paragens.

O PT não desapareceu, apenas mudou de personalidade. Perdeu quase todo o seu patrimônio ético, dilapidou seu capital. Tornou-se um partido inteiramente dependente da imensa popularidade do presidente Lula.

Tornou-se refém do PMDB.

Os antigos dirigentes do PT hoje são réus no Supremo Tribunal Federal, acusados de pertencer – e alguns, de liderar – uma “sofisticada organização criminosa”.

Quanto ao presidente Lula, descolou-se do partido e decolou em carreira solo. Criou o lulismo, tornou-se aliado do que há de mais execrável na política brasileira e segue em frente, feliz da vida.

Deixa no PT um rastro de destruição.

Pois hoje o Partido dos Trabalhadores viveu mais um dia daqueles!

Mais uma vez o PT abandonou às traças o melhor de si mesmo.

Enquadrado pelo presidente Lula, o partido foi o principal responsável pelo salvamento de José Sarney, assim como tinha sido o principal responsável pelo salvamento do mandato de Renan Calheiros.

E no mesmo dia, perdeu a senadora Marina Silva, representante maior do que restava do patrimônio ético do partido.

Perdeu também o senador Flavio Arns, do Paraná, descontente com os rumos tomados pelo PT.

Finalmente, perdeu totalmente a compostura.

Que dia! Nem a oposição mais assanhada se animou a comemorar. Pois não há nada a festejar. Não se festeja uma tragédia.

  • O pt de agora é um partido moribundo em estado vegetativo que se mantém vivo através de aparelhos( lula e pouquíssimos nomes que cabem em uma mão), em 2011 com a sída dele da presidência, e com a expressiva derrota nas eleições de 2010, nada restará senão chorar o leite derramado. Mas aí…. Já era….

  • E ainda ontem havia senador discursando que o PT é GRANDE.Eu me perguntei,GRANDE em quê? Neste momento ao ver esta matéria (Lúcia Hippólito),percebi o sentido de “grandeza” da qual o tal senador se referia.Total “falido” o “pobre PT”, e eu que me sentia “casada e apaixonada” p/ele,hj me vejo viúva e s/paixões.

  • Por aqui em terras tucujus,Dalva e Joel,em 2006,resolveram defender o Sarney e o Waldez Góes,para isso,lançaram um candidato LARANJA chamado ERROFLIM,e o PT aqui acabou também.

  • Acho é bom!!!!!!!!! Se fú fú…
    Só assim o Mercadante, Tião, Jorge Viana, Capiroto, IMPRENSA MARRON e outros traíras que não sabem o que é GOVERNO. Que é situação não tem que ser oposição. A verdade é que o PT não nasceu pra governar por isso tem muito que aprender com o PMDB. O LULA aprendeu muito com o PMDB e tem aprendido.

  • Me parece que quem mais comemorou foi a Hippolito, muito me estranha ela lançar a sua metralhadora ética para o PT. Alguém sabe pelo menos quem é Lúcia Hippólito…

    Uma colunista da midia golpista, que defende o interesse das grandes corporações midiaticas nesse pais (Globo e cia).

    Sinceramente eu vejo que se confunde a historia politica do PT com o governo Lula e com personalidades como Dalva, Nogueira e Joel. Vamos ter leitura e visão dialética sobre o processo histórico da politica brasileira.

    A nossa história e formação é patrimonialista e personalista. Se focaliza o debate em personalidades publicas. Não se ver o legado que um partido como o PT, como ele se organiza e como intervem na sociedade.

    Se fantasia o debate ético pautado pela midia e pela direita, que moral o PSDB e DEM, muito menos Lúcia Hippólito tem para falar do PT, esses sempre enterraram o processo de mudanças do pais.

    O que esta por tras de desse debate são os interesses dos que querem voltar a governar o pais.

    Quem é o culpado do PMDB mandar no senado é o povo que vota errado. Elege Sarney, Renan e outros. Infelizmente o modelo federativo mantém o executvo refém do congresso, foi assim na CPMF, onde o governo foi derrotado pelo discurso mentiroso da midia, quem perdeu foi o povo, pois perdemos 40 bilhões da saúde.

    O fato é que o PSDB, DEMO, PIG (partido da Imprensa Golpista), não se comformam que somos melhores que eles, mesmo enfrentando a maior crise financeira da historia, o pais não quebrou, estamos nos recuperando.

    E o que o FHC fez, junto com Globo, Folha de São Paulo, arquiteteram seu plano de vender nossas riquezas, Vale do Rio Doce que o diga.

    Mas o PT não vai acabar, quem torce para o PT acabar é a direita, que se sabe que derrotando o PT serão mais algumas décadas para um partido de esquerda voltar ao governo.

    Quem não lembra da famosa frase do senador do DEM, Jorge Bornhausen, que disse que “iam se livrar dessa raça em 2005”. Estamos ai, derrotamos o projeto da direita em 2006 e o povo vai saber escolher entre as privstizações e o fortacimento do Estado em 2010.

    Não vai se livrar da nossa raça tão fácil, somos osso duro de roer e o PIG e a direita vão ter que nos engolir.

    Quanto ao Sarney a vida dele está acabada e o seu poder político já não é mais o mesmo. Ou vocës acham que foi a direita que colocou o Sarney nessa. Voltem a fevereiro, o PT tinha candidato, que era o Tião Viana, o Sarney nem sabe que os responsaveis pela a sua desgraça são pessoas ligadas ao PT.

    Por que ele várias vezes pediu a cabeça do Tarso Genro, decidiu disputar a presidencia do senado. Porque ele sabia que a PF tava investigando a vida dele. Quem é que dirige o Ministério da Justiça é o homem do PT que defende a extinção do senado.

    Vamos parar de ser burros e falar besteria, cair no discurso dos colunistas da VEJA, FOlha e Globo.

    Vamos analisar os fatos e não deixar sermos levados pela enxurrada midiática da direita.

    Os mesmos que no passado fecharam o congresso, implantaram a ditadura (GLOBO, FOlha), ou melhor a ditabranda como eles gostam de falar, hoje pousam de éticos, ora vamos falar sério.

    A internet está ai para derrotar a hegemonia desses caras. Vamos fazer o debate de projetos, quem governa melhor nosso país.

    Eu sei que tem gente que vai xiar com esse comentário, mas eu digo uma coisa o Sarney poderia ser tirado do cargo de senador (e e torço para que ele se ferre) e se ele se candidatasse o ano que vem, vocës podem ter certeza que ele correria o risco de voltar ao senado, pelos votos do povo do Amapá. O processo tem que mudar, temos que mudar nossa cultura política, disputar a hegemonia na sociedade e mudar as mentes de nossa gente.

    Vamos ao debate!

  • Falou…falou…. e não disse nada!
    A verdade é que o PT é do PMDB, do SArney. Eles é que mandam e desmandam.
    Alguns ficam com esse papo furado e não fazem nada para mudar o partido, outros se envergonham e saem constrangidos.
    Não adianta esse papo de que a globo, a Folha , o estadão e outros estão perseguindo o PT. Nem se deve comparar com o FHC. É o PT , o LULA e muitos outros mais que se venderam ao poder. E o pior é que fazem uso desse poder em beneficio próprio e da turma do Sarney.
    Como mudar a consciência do povo se as concessões de radio e televisão são controladas pelo PMDB e eles usam para mentir e desqualificar seus desafetos, é só olhar aqui no Amapá o que é o PT, são iguaisao PMDB e o PDT. Todos da Harmonia !!
    Muito papo, mas a pratica ética já foi para o ralo

  • ALOISIO MERCADANTE,mais 01 que esta deixando o PT na saudade,pois esta entregando a liderança nesta tarde.Sai, acusando Sarney de não ter tido a “grandeza” de renunciar ou mesmo se permitir investigado.Mas desde quando Sr. Mercadante, o Sarrney teve “grandeza”? Ele desconhece este gesto e quem pactua com ele,no mínimo se iguala.

    • Já adiou a saida (ou não),pq o LULINHA quer conversar c/ele.AHÃ! dependendo da oferta,promessas e blá blá blá….,é um caso a se pensar…pensar….Sei Sr. Aloisio,ficando ou saindo a “patetice” é a mesma.Tb tanto faz,não fede nem cheira.

  • Lene e Celso, muito bem, vamos falar coisas baseadas em fato e não e boatos.

    Primeiro tenho certeza que muitos que atacam o PT, nem imaginam como nosso partido se organiza. Os éticos não são 15% como se colocou aqui, o PT tem em seu bojo e nas suas fileiras muitos quadros e militantes, que nacionalmente constitue um campo chamado Esquerda do PT, hoje com 5 candidatos que à presidencia nacional que fazem oposição à corrente de Lula, que deixou der majoritária dentro do Diretório Nacional. Portanto, afirmo aqui que o Lula tem as suas posições de presidente e de governo, mas o PT semprea firma sua posição enquanto partido. Ou será que não foi à toa que pedimos a cabeça do Henrique Meirelles, conseguimos convocar uma conferência nacional de comunicaçãom, com muita pressão do PT e dos movimentos sociais, que só esta em debate à contra gosto da globo e da elite que tentam boicotar a CONFECOM.

    Qual o motivo de PIG (partido da imprensa golpista) boicotar a CONFECOM. De que lado está a Globo, FOlha e toda a mídia hegemonica?

    Se hoje temos espaços de debates como esse, é por conta de que nós que somoso de esquerda, progressistas e aliados, não temos espaços da mídia golpista.

    Quem não lembra com foi enfrentar os setores conservadores e direita quado o PSB, PT governaram o Amapá de 1994 à 2002. Ou será que nós esquecemos q

  • Primeiro tenho certeza que muitos que atacam o PT, nem imaginam como nosso partido se organiza. Os éticos não são 15% como se colocou aqui, o PT tem em seu bojo e nas suas fileiras muitos quadros e militantes, que nacionalmente constituem um campo chamado “Esquerda do PT”, que contam hoje com 5 candidaturas à presidência nacional fazendo oposição programática, ideológica, estratégica e de concepção à corrente de Lula (antigo campo majoritário, atual Construindo um Novo Brasil –CNB), que deixou de ser majoritária dentro do Diretório Nacional desde 2005. Hoje a Esquerda do PT é cerca de 50% no Diretório Nacional do partido.

    Portanto, afirmo aqui que o Lula tem as suas posições de presidente e de governo, mas o PT sempre afirmou sua posição enquanto partido. Ou será que não foi à toa que pedimos a cabeça do Henrique Meirelles, conseguimos convocar uma conferência nacional de comunicação, com muita pressão do PT e dos movimentos sociais, que só esta em debate à contra gosto do sistema Globo e das elites que tentam boicotar a CONFECOM. No III Congresso do PT reafirmamos nosso caráter de partido que tem como centro estratégico o Socialismo Democrático, aprovamos um Código de Ética. Isso e muita coisa que a mídia não mostra.

    O PT não é o dono da verdade como qualquer outro partido, mas olhe para nossa história, pois os homens e mulheres que prezam pela luta, se configuram em lutar, mas olhando para história. Nossa democracia é frágil e precisa ser fortalecida, ainda padecemos de um sistema republicano controlado majoritariamente pelas elites.

    Eu pergunto a todos: O PT chegou ao poder? Essa questão tem rendidos vários debates dentro da academia e da esquerda socialista. Mas eu posso afirmar que o PT não chegou ao poder, nós chegamos ao governo central. Não temos poder sobre o 4º poder que é a mídia, que hoje se organiza e podemos denominar de PIG (Partido da Imprensa Golpista), pois eles têm interesses no processo da luta de classes, ou vocês acham que não está tendo enfrentamento dentro das estruturas de poder? A mídia oligarca já derrubou outros presidentes e ajudou a manter a ditadura militar. E onde estavam as pessoas que hoje estão no PT, ela estavam combatendo e lutando pela democracia, por isso quando apontarmos o dedo, temos que ter mais cautela.

    O judiciário, que tem Gilmar Mendes como presidente, que absolve Daniel Dantas, cassa mandatos sem direito a ampla defesa à mando das velhas raposas, tem condições de fazer um debate sobre democracia e ética. O judiciário que gasta milhões e não abre a caixa-preta e não tem controle social da população. O judiciário é um dos principais poderes na república. E eu pergunto à todos: quem manda no judiciário nesse país? O PT e a esquerda é que não mandam.

    O Senado é a Câmara são outras instituições que estão sobre domínio de uma maioria liberal-conservadora, o problema central é que o povo votou no Lula e esqueceu de votar em projeto Democrático Popular, temos uma câmara onde os partidos da ordem tem maioria e dos mais de 500 deputados o PT não tem 100. Um senado que tem 81 senadores e o PT não tem 20 na sua bancada. Ou você que se o Camilo ou o PSB tivesse governando Macapá, eles não teriam problemas no legislativo. Temos que ter a clareza que a sociedade está em luta constantemente devido a 2 projetos:

    1 – O projeto defendido pelo PSDB, DEM, PPS e grande parte do PV, que defendem uma política de Estado Mínimo, ou seja, o neoliberalismo, que quebrou o Brasil.

    2 – O projeto do PT, PCdoB, PSB, PDT e outros partidos do campo progressista, que hoje defendem um outro modelo de superação da herança neoliberal.

    Por isso digo que o debate não pode ser moralista e se pautar apenas na questão ética. Muitos partidos de esquerda de outros países tiveram problemas ao chegar a um governo sem uma maioria parlamentar, até mesmo em países que tiveram um processo revolucionário. Hoje a esquerda enfrenta problemas quanto as liberdades democráticas em países que inspiram a esquerda latino-americana, tais como Cuba e Venezuela.

    Qual o motivo do PIG (Partido da Imprensa Golpista) boicotar a CONFECOM? De que lado está a Globo, Folha e toda a mídia hegemônica? Qual o projeto que a revista fascista Veja defende para o Brasil? Por que o senador Eduardo Azeredo tem medo da internet e quer aprovar o AI-Digital? São perguntas como essas que precisamos ter repostas.

    Se hoje temos espaços de debates como esse, é por conta de que nós que somos o de esquerda, progressistas e aliados, não temos espaços da mídia golpista. E o PT e todos os partidos de esquerda vêm contribuindo e combatendo o oligopólio do PIG, braço político da direita. A inclusão digital, o acesso a internet, o aumento em números do número de brasileiros que tem computador e internet aumentou muito nos últimos anos, isso se dá por conta da política adotada.
    Será que poderemos fazer contraposição ao projeto dos barões da mídia tentando cavar momentos de fama, como outros pequenos partidos fazem? Claro que não e Gramsci sabe do que eu estou falando.

    Quem não lembra com foi enfrentar os setores conservadores e de direita, quando o PSB e o PT governaram o Amapá de 1994 à 2002. Ou será que nós esquecemos que também em 2008 fomos vítimas da campanha dessa mídia?

    Quando falo em personalização da política, é justamente por conta da criação de referencia baseadas em pessoas. Se o povo votasse no PT e não no Lula, o sistema e correlação de forças seria outro. Meu objetivo aqui não é justificar o arquivamento dos processos contra Sarney, pois sou a favor de que os processos sejam encaminhados. E todos sejam investigados de forma séria, agora como um senado em crise e uma direita golpista, que não está isenta de culpa quer ser a dona da guilhotina e pousar de novos Robespierres?

    As investigações devem ser feitas, tanto na justiça quanto no parlamento, mas sem tornar o epicentro da questão objeto de disputa eleitoral como o PSDB e o DEM querem fazer.

    Quanto ao PT do Amapá, isso vai ser um outro debate que iremos fazer durante o Processo de Eleições Diretas (PED). No dia 24 de agosto saberemos os candidatos e teses escritas para disputarem e debaterem qual o projeto que o PT defenderá em 2010 para o Amapá. Nós sabemos o que queremos. Estamos dispostos a ter candidatura ao senado, já apontamos alguns nomes. Queremos reconstruir o campo democratico e popular (PT, PSB e PCdoB). E finalizando apresentar uma alternativa de governo para o Amapá em 2010.

    Se um filho ou um parente de uma família comete um equivoco ou um erro, essa família não poder ser culpada e sacrificada, muito menos uma mãe ou um pai que educaram com tanto carinho esse filho. O PT é maior do que qualquer personalidade ou ideários personalistas sejam do Lulismo ou de qualquer tipo de idolatria.

    O PT já se transformou em um patrimônio do povo brasileiro e o povo reconhece o seu compromisso histórico com os setores menos favorecidos da sociedade. Lutamos e combatemos a ditadura, fomos os protagonistas das diretas, da constituinte e muitos outros processos históricos.

    A história nos absolverá!

    • gostei de ler seus argumentos. são de alguém que realmente gosta do partido dos trabalhadores.Um romantico que esqueçeu que o PT virou refem do PMDB. Que na politica do Amapá lançou “laranja” com nome de artista para enfraquecer a esquerda. Se é para mudanças e retorno da esquerda no estado tem que haver uma limpeza no quadro. Tem que chamar de volta os sonhadores como voce.

    • passei as vistas em seu comentário e vi que, o PT que vc diz ter histórias e representatividades conhecidas do povo brasileiro,ficou no passado.Hj oque vemos é um PT c/estórinhas (s/H mesmo), e de representantes interessados em contruir sua própria história e mais interessados em engordar seu patrimônio.PT virou EMPRESA PRIVADA de muitos e com concorrências desleal.Quem começou o processo de destruição do PT não foi a mídia,mas sim seus próprios construtores, ao se dispersarem de seu “projeto” inicial de construção.Ao que parece,o PT foi edificado em terreno arenoso.

    • Penso que o povo brasileiro,não está interessado em “patrimônio” falido.A minha “parte” dou “digrátis” p/quem quiizer.Tô fora.

  • Grande parte dessa loucura midiática de pretender desestabilizar o governo se deve ao receio de que Dilma não tenha o mesmo comportamento pacífico de Lula quando atacada.
    Mas digam o que disserem nesta imprensa velha e atrasada e sem credibilidade (sim pq Lula já ganhou duas vezes deles). Lula é o mais popular presidente da história moderna desse país. E o PT é verdadeiramente um partido não uma quadrilha como querem fazer acreditar. É só questão de tempo. O país irá continará no caminho certo.

    • o comportamento dela (Dilma), é bem pior que o dele (Lula).Para quem ainda nem entrou,ou sequer sabe, se vai entrar p/história deste País,já começou mal c/estórias de disse-me-disse.AFF! se Marina sair candidata,vai “melar” p/Lulinha x Dilma.TOMATI,eu tô na torcida p/enterrar até o talo esse PTriste.

    • Não foi enterrado pq o coveiro (Lula),ainda tem esperança de ressucitá-lo.Já até comprei flores e velas p/próximo 02 de novembro…..kkkkkk

  • Eu não sou a favor dessa politica que o PT vem praticando.
    Não da pra engolir , Sarney, collor, Renan e outras figuras nefastas da politica brasileira.
    O PT que eu votava já morreu, não voto mais !!!

  • Quero contribuir informando a todos os senhores, que a esquerda forma a escola da direita…. e o tempo vai passando. Lí isso, num livro lá em Brasília.

  • Jornalistas veteranos de Brasília, políticos (senadores e deputados) conhecem o marido de Lina Vieira,Alexandre Firmino de Melo Filho que foi Ministro da Integração Nacional do governo FHC, interino por quase um ano, no período de 20.08.1999 a 17.07.2000. Conheciam, e ficaram caladinhos, sem informar nada ao ouvinte ou leitor. Foi uma conspiração inventada pela bancada de senadores demo-tucanos contra a Ministra Dilma Rousseff, para desgastar sua imagem com mentiras. Por trás estava o dedo de FHC e José Serra a Máfia Tucanostra de São Paulo.
    Mas isso nós vamos ver na GLOBO? NÃAOOOOOOOO! A Lúcia Hipólito vai falar alguma coisa? NÃAOOOOOO! Encheu a boca de abiu.

    Uma vergonha termos no Brasil partidos, políticos e imprensa de oposição com tamanha falta de caráter, capaz de agir com este tipo de ardil sujo e criminoso

  • Será que o Mercadante sabe oque é “irrevogável”,ou só quiz falar bonito? Penso que bonito mesmo foi a CONVER$$$A c/Lula.Acabou decidindo que vai continuar presidente de “seus iguais”.

    • MERCADANTE não sabe oque é caráter,quanto mais irrevogável.Tb acho que só falou “em caráter irrevogável”,pq achou uma frase bonita.O perigo agora, é ele continuar proferindo essas frases bonitas e o Lula chamar ele nas conver$$a$$$$,dai estamos ferrados….HAUEUHAU!

  • Alcilene veja lá no meu blog, o porquê da Lina Vieira atacar a Dilma. Veja só o rolo que o marido dela enfrenta no STF junto com a Rosena Sarney. Ele é amiguinho do clã. Quem queria abafar e tirar o filho do Sarney da reta era a Lina Vieira, por conta que seu marido enfrenta processo no STF. Ele foi ministro do FHC. Leia em http://www.heverson.com porque eu tenho certeza que a FOLHA, VEJA, GLOBO não vão agora falar bem dela. Abraços

  • Há algum tempo já vinha se percebendo que este blog está aliado à imprensa golpista deste país. Agora não há dúvidas.

      • Lene o termo imprensa golpista é mais atual do que nunca, estamos diante de um momento histórico no Brasil. O poder da mídia hegemônica é colocado em xeque por conta do surgimento de novas formas de mídia (blogs, twitter, outros). Isso se ver na retirada dos empresários dos grandes meios de comunicação que se retiraram da Comissão Organizadora de Comunicação. Por que eles fogem do debate de democratizar a comunicação no país, colocando na agenda do direito e da cidadania ter informações que não seja manipuladas.

        O termo PIG (Partido da Imprensa Golpista) já é utilizado pelos grandes formadores de opnião desse país (Emir Sader, Paulo Henrique Amorim, Renato Rovai, Altamiro Borges) e outros que debatem o poder e a ligação umbilical que a mídia tem com a direita.

        ok! vamos nos atualizar né!!

        • Querido Heverson. Admiro sua paixão pelo PT. É de militantes assim, que se tornaram minoria perto dos carguitas, que o PT precisa. Que a grande imprensa é direita, não é novidade. Mas esse papo de imprensa golpista é atrasado sim. Expressão usada sempre por quem quer que a imprensa seja tolerante com as “coisas”do PT. No mais, queridissímo, o PT nao pode mais falar de direita, por estar aliado grudado, a direita mais atrasada da história da república. É triste querido, mas é a realidade. Continue na luta…

        • Kelson, os governos e os partidos do governo, adora colocar a culpa dos seus erros, na imprensa que os divulga. Digo que esse discurso é atrasado, por que Collor já chamou a imprensa assim, quando começaram a vir a tona os escandalos de seu governo. Melhor seria nao produzir escandalos para a imprensa divulgar.

          • Alcilene,
            Quer dizer então que é por isso (por que Collor o utilizou em 1992) que você defende que o termo é atrasado! Que coisa hein…
            Sinceramente, eu nunca ouvi/li os iluminados ideólogos da direita brasileira, entre eles FHC, seu governo e seu partido chamarem a impressa de golpista. Será porque ela sempre esteve do mesmo lado?
            Não se iluda minha cara, a grande impressa desse país e seus ideólogos (Lúcia Hippólito é somente uma) se utilizam de todos os expedientes para derrubar/destruírem esse governo (Lula) e o PT.
            Veja você mesmo a ultima do PIG. Deram a uma declaração de Lina Vieira – que está claramente mentindo – uma grande notoriedade e espaço em seus telejornais/jornais/revistas e etc. para relatar um suposto encontro com a Ministra chefe da Casa civil (Dilma Rouseff), sem ao menos ela (Lina) conseguir “lembrar” da data do suposto encontro, e ainda essa mesma impressa quer que quem prove se o encontro ocorreu ou não é a ministra. Veja esse absurdo.
            Como pode alguns (ideólogos do PIG) decretar o fim do PT e a falência de um governo que conta com uma popularidade recorde?
            Ora, se isso não está a serviço de alguém (Direita) e não é ser golpista, então me diga o que é?
            Pelo amor do bom pai, não se engane! Você querendo ou não, a grande imprensa desse país tem lado, é um braço “direito” (mais um) dessa direita.
            E isso de maneira alguma se trata de “colocar a culpa dos seus erros, na imprensa que os divulga”, pois se assim o fosse porque então a grande impressa desse país não “divulgava” as atrocidades de FHC e seu governo?
            Me diga se saiu em algum grande meio de comunicação a gastança e o derrame de dinheiro público que FHC e seu partido se utilizaram para comprar apoio (votos) dos/as deputados/as para PEC da reeleição?
            Um exemplo claríssimo do que estou dizendo é a maneira como ela (a grande impressa) se comporta em nosso Estado.
            Portanto, não há de maneira nenhuma atraso no termo utilizado! Somente atualize-se.
            Um forte abraço

  • As merdas do PT,não são comentadas por aqui.Cadê a Dalvinha e o Joel.Vão todos 2 pra peia em 2010,pois agora,nem o Fofo(Sarney) e o Fofinho(Waldez), precisam do LARANJA do PT,chamado ERROFLIM.

  • A crise do senado e a mídia “solidária” ao PT

    Flávio Loureiro

    A crise do senado operou uma aparente mudança na embocadura dos principais colunistas políticos brasileiros. De uma hora para outra, o PT se tornou objeto de preocupação nos principais jornais do país e de uma bizarra solidariedade. O motivo? As eventuais divergências registradas entre a maioria da bancada do partido no senado e o presidente Lula, a respeito do tratamento a ser dedicado ao senador José Sarney (PMDB-AP) , enquanto ocorrem as investigações dos chamados atos secretos.

    De vítima das supostas trapalhadas operadas pelo PT, vide as denúncias até hoje não comprovadas da existência do tal mensalão e de compras de dossiês, e do anacronismo político e programático do partido, do qual teve que se libertar para governar, o presidente Lula, por conta da crise do senado e da sua postura em relação à Sarney, virou algoz.

    Lula, de repente, se tornou aquele cuja legítima volúpia de preservar a base de sustentação parlamentar do seu governo e garantir o PMDB no palanque da candidatura da ministra Dilma Rousseff à Presidência da República, tende a conduzir o partido ao suicídio político, vaticinam numa estranha unanimidade analistas políticos das principais mídias do país.

    Quem é chegado a teorias de conspiração, intuirá sobre a existência de um alto comando supra midiático, que baixou a seguinte orientação aos seus principais porta-vozes: o momento é de solidariedade ao PT, através da sua bancada no senado federal, e de vilanização do seu principal filiado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o trata com indisfarçável desdém, porque avalia que dele não precisa mais, ou menos do que ele (o PT) imagina.

    Com raríssimas exceções, críticos mordazes do governo e do partido, que operam amiúde para apartá-lo do presidente Lula, permanecem nessa vertigem jornalística, onde apenas os papéis foram trocados. Como político não vive sem holofote, é da sua própria natureza, alguns senadores, do PT e de partidos aliados, que ao longo do seu extenso mandato andavam meio esquecidos pela mídia, se embevecem com a notoriedade recente e a aparição em generosos espaços nos horários nobres de TV e das capas e páginas ímpares dos jornais, a pouco mais de um ano da renovação de dois terços do senado.

    É também da natureza dos políticos, graças principalmente ao sistema de representação praticado no país, a personalização dos mandatos, em particular os majoritários, como é o caso dos senadores que não se diluem em nominatas e legendas feito os candidatos proporcionais. Logo ficam mais expostos e sujeitos a desgastes pessoais. Principalmente mandatos que se reproduzem menos através de poderosos esquemas políticos e financeiros, e mais por sua ação parlamentar e o julgamento dela por um eleitorado de maior acesso a informação e a opinião.

    Dada as circunstâncias tratadas no parágrafo anterior, portanto, tais cuidados são legítimos, mas seus resultados incertos e efêmeros.

    É meio óbvio, mas não custa reiterar, que se tais cuidados desses senadores forem elevados ao paroxismo, sem se levar em conta o conjunto da obra, diante de notoriedades midiáticas fugazes, pautadas pela solidariedade enganosa de colunistas políticos, que não querem moralizar o senado, mas tão somente derrubar o seu presidente, podem os conduzir a um só tempo abalar o já frágil alicerce de sustentação do governo no senado e jogar as suas sujeiras, que não são apenas do seu presidente e da sua mesa diretora atuais, mas do próprio funcionamento da instituição, para de baixo do tapete.

  • Caro Heverson,

    Esse seu mundo dividido entre PT e PSDB é muito pequeno. Ambos são faces da mesma moeda e se completam. Tá querido, Vá ler um pouquinho mais do que as orelhas dos livros da Articulação de Esquerda.

Deixe uma resposta para Eu tb di$$e.... Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *