Modernização e aparelhamento: MP-AP renova equipamentos para infraestrutura tecnológica do seu parque computacional


A Administração Superior do Ministério Público do Amapá (MP-AP) realiza, há alguns meses, a modernização da infraestrutura tecnológica da Instituição em 61%. A ação é executada por meio de emendas parlamentares concedidas ao órgão e recursos pessoais. A captação destes recursos foi feita por meio do trabalho da Assessoria Técnica da instituição, norteado pela procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei. Ao todo, são 460 computadores adquiridos. Destes 260 obtidos por meio de convênio e 200 por recursos próprios; três servidores de dados; dois switches (equipamentos) de Rede e um Kit Licença de Software (programas). Ao todo, 92 setores administrativos e 38 Promotorias de Justiça do órgão ministerial foram atendidos.

A distribuição das ferramentas iniciou em 24 de fevereiro, onde a procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, fez a entrega de aparelhos ao Gabinete da decana da instituição, procuradora de Justiça Raimunda Clara Banha. De acordo com o cronograma de transferências, os últimos dispositivos devem ser entregues em 20 de junho, para a Promotoria de Laranjal do Jari.

Captação de Emendas

Os recursos para aquisição dos equipamentos de tecnologia da informação foram assegurados por emendas parlamentares dos senadores Davi Alcolumbre e Lucas Barreto, dos deputados federais Vinicius Gurgel, André Abdon e professora Marcivânia. As emendas são fruto da expertise na captação e gestão deste tipo de verba pela Procuradoria-Geral do MP-AP, com o apoio de sua Assessoria e Departamento de TI da instituição.

Os recursos recebidos foram destinados a iniciativas da Carteira de Projetos do órgão ministerial para 2022. De acordo com a assessora técnica do MP-AP, Alcilene Cavalcante, essa captação de recursos possibilita o aparelhamento da instituição.

“A Assessoria Técnica do MP-AP trabalha na captação de verbas. Desta forma, a prestação dos serviços nas Promotorias se torna cada vez mais eficiente, célere e automatizada, para as atividades de investigação e combate ao crime organizado em suas variadas vertentes”, explicou a assessora técnica, Alcilene Cavalcante.

Entre os resultados e expectativas sobre as novas aquisições, estão: otimizar a produtividade dos trabalhos desenvolvidos por membros e servidores dos órgãos ministeriais contemplados através do provimento de equipamento adequado; obter equipamentos com garantia e suporte do fabricante; e reduzir retrabalho para execução de atividades técnicas, as quais hoje muitas vezes demandam mais tempo em decorrência a travamento e lentidão computacional.

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá

Melhoria no atendimento à população: Departamento de Tecnologia da Informação do MP-AP apresenta projeto Plataforma de Atendimento Multicanais


O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais Ministério Público do Amapá (MP-AP), Nicolau Crispino, representando a procuradora-geral do MP-AP, Ivana Cei, acompanhado do secretário-geral e ouvidor-geral do órgão ministerial, promotores de Justiça Alexandre Medeiros e Marcelo Moreira, respectivamente, reuniram-se nesta quinta-feira (26), na Procuradoria Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco, com a equipe do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI/MP-AP).

Na ocasião, o DTI/MP-AP apresentou a membros da administração projeto de Plataforma Multicanais para atendimento ao cidadão.

O diretor do DTI/MP-AP, Rodinei Paixão e o servidor da unidade, Marcéu Farias, fizeram a apresentação das funcionalidades da nova ferramenta, que possui recursos que atendem às necessidades do serviço disposto, que é o acesso do cidadão via plataformas digitais, como WebChat (Portal do MPAP), Whatsapp, Telegram e Redes Sociais, tudo de forma digital.

Rodinei Paixão e Marcéu Farias elucidaram que a ferramenta terá certificação homologada pelas plataformas e não enviará mensagens a população, mas somente receberá as mensagens e, de forma fácil e rápida, esclarecerá dúvidas sobre os serviços prestados pela instituição, através de inteligência artificial (IA), além dos casos que seja necessário entrar em contato com um atendente, coordenados pela Ouvidoria da instituição, com a opção de encaminhamento para unidades administrativas e finalísticas do MP-AP.

A previsão é que a ferramenta esteja à disposição da sociedade em três meses.

Com a nova funcionalidade, além de ser um aliado fundamental para informar e combater a desinformação, passa a ser uma ferramenta de aproximação entre o MPAP e a população, explicou o diretor do DTI, Rodinei Paixão.

Com o serviço via aplicativos já populares nos telefones celulares, o MP-AP receberá a demanda, fará a triagem e encaminhará o cidadão à Promotoria de Justiça responsável para o atendimento.

Desta forma, o cidadão terá mais facilidade e rapidez na resolução de demandas dentro das atribuições do MP-AP. Entre os serviços previstos estão: centralização em único número todo o atendimento do MPAP;  conversas gravadas com número de protocolo; profissionalismo através da identificação do MP no primeiro contato; identificação do MP-AP como conta verificada (selo de verificação oficial); monitoramento e controle dos atendimentos; atendimento multiusuário; fila de espera; integração com o atendimento por chat bot (IA); relatórios de atendimento, filtros, backup, agilidade, transparência e transferência de atendimento, além da plataforma atender a Legislação de Proteção de Dados e, ainda, pesquisa de satisfação.

Após a apresentação, foram esclarecidas dúvidas dos membros do MP-AP, que elogiaram o trabalho do DTI e validaram a ferramenta, que melhorará ainda mais o atendimento à sociedade.

Também estiveram presentes na reunião a equipe da Ouvidoria do MP-AP e Assessoria de Comunicação do órgão ministerial.

Atuais canais de atendimento

O MP-AP, por meio de sua  Ouvidoria, possui os seguintes canais de atendimento à população, com o acesso direto a seus serviços, através dos seguintes canais de atendimento:

1- Internet: http://www.mpap.mp.br(site oficial – Assistente Virtual SOFIA); http://www.mpap.mp.br/ouvidoria(hot site) e http://www.mpap.mp.br/acesso-a-informacao;
2 – Telefone: linha direct 127;
3 – E-mail: [email protected];
4 – Atendimento presencial: sede da Ouvidoria, na Rua do Araxá, s/n, bairro do Araxá, prédio da Procuradoria-Geral de Justiça do MP-AP e na Rua Adilson José Pinto Pereira, n° 2407, São Lázaro, prédio do Complexo Cidadão da Zona Norte.

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá