PF cumpre mandado de busca para reprimir compartilhamento de imagens contendo abuso sexual infantojuvenil em Macapá


A Polícia Federal no Amapá deflagrou na manhã desta terça-feira (21/05), a Operação Communicare, para reprimir os crimes de armazenamento e
compartilhamento de conteúdo envolvendo abuso de crianças e adolescentes.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão no bairro Central, nesta capital.

A investigação: A investigação identificou que um indivíduo (40) teria compartilhado no aplicativo de mensagens WhatsApp, ao menos 4 (quatro) arquivos de cenas de abuso sexual envolvendo criança e adolescente.

Com as buscas a PF verificará se há mais arquivos de imagens armazenadas, bem como se houve o compartilhamento com outras pessoas e se há outros envolvidos no esquema criminoso. O objetivo da PF é também identificar as vítimas e providenciar o devido encaminhamento para as autoridades competentes.

Os investigados poderão responder pelos crimes de armazenamento e
compartilhamento de material contendo abuso sexual infantojuvenil. Em caso de
condenação, a pena pode chegar a 12 anos de reclusão e multa.

A ação de hoje vem ao encontro do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração
Sexual de Crianças e Adolescentes, estabelecido na data de 18 de maio.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá