Justiça do Amapá inicia 17ª Semana Nacional de Conciliação na segunda-feira (07) com atendimentos em todo o estado

 

“Acreditamos que a escolha pela conciliação é o melhor caminho para se chegar a uma efetiva resolução dos conflitos, uma vez que nesse método, todos saem ganhando”, é o que afirma o coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais e Solução de Conflitos (NUPEMEC/TJAP), desembargador João Lages.

E é com este pensamento que o Tribunal de Justiça do Amapá inicia, na segunda-feira (07), em todo o estado, a 17ª Semana Nacional de Conciliação. A previsão é realizar cerca de 1600 atendimentos, durante a programação que se estenderá até o dia 11.


A abertura oficial será na Central de Conciliação do Fórum de Macapá, unidade que já agendou 300 audiências processuais e 20 pré-processuais. No local serão ofertados ainda outros serviços de cidadania, como: emissão de RG (Registro Geral ou Carteira de Identidade), Cartão do SUS, corte de cabelo, design de sobrancelha, massoterapia, atendimento com fisioterapeuta, orientação nutricional, aferição de pressão arterial, verificação de glicemia capilar, cálculo de IMC (índice de massa corpórea), orientações sobre o outubro rosa e novembro azul, orientações jurídicas em geral, odontologia (aplicação de flúor e orientações gerais), orientações sobre registro tardio etc. – todos os atendimentos serão realizados nos períodos manhã e tarde.

 

Já em Santana, segundo maior município do estado, 312 audiências de conciliação foram agendadas. No TJAP, com coordenação do Cejusc 2º Grau, foram agendados 58 processos na pauta da Semana Nacional de Conciliação.
A programação ainda contará com 100 audiências no CEJUSC Conceição Meireles, localizado no Juizado Unifap, e 39 na Comarca de Oiapoque. No Juizado Norte, são 49 processos na pauta da Semana Nacional de Conciliação. Por fim, o Cejusc Norte deve atender aproximadamente 750 atendimentos.