Governo do Amapá garante ônibus gratuito na região metropolitana durante o Arraiá do Povo

Os coletivos vão atender o público sem cobrança da passagem entre os horários das 18h às 6h

O Governo do Amapá vai disponibilizar durante os 12 dias do Arraiá do Povo, linhas gratuitas de ônibus na região metropolitana, que compreende Macapá, Santana e Mazagão. Os coletivos vão atender o público, sem cobrança da passagem, entre 18h às 6h. A maior festa junina da Amazônia vai acontecer no Parque de Exposições da Fazendinha, em Macapá, no período de 21 de junho a 2 de julho.

As linhas metropolitanas disponíveis serão:

  • Santana/Macapá via Coração
  • Santana/Macapá via Fazendinha
  • Santana/Macapá via Km 9
  • Macapá/Mazagão/Macapá

Serão utilizados 25 ônibus, desses, 20 partirão do terminal de Santana e 5 do terminal de Mazagão. Os veículos farão o itinerário habitual e passarão em intervalos de 15 a 20 minutos nas paradas.

A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Estado de Transportes (Setrap) e o objetivo é fazer com que o acesso aos coletivos facilite a chegada da comunidade ao Parque de Exposições da Fazendinha. Além disso, devido ao grande fluxo previsto durante os dias de festejo, o uso dos coletivos visa desafogar o fluxo nas vias, diminuindo o uso de carros durante o Arraiá do Povo.

Na Fazendinha haverá um terminal de ônibus provisório com equipes de fiscais da Setrap, que farão monitoramento dos veículos, com o intuito de garantir viagens segura aos passageiros.

Arraiá do Povo

O Arraiá do Povo 2024 é organizado pelas secretarias de Estado da Cultura (Secult) e do Turismo (Setur). Serão 12 dias de evento gratuito envolvendo grupos dos 16 municípios do Amapá. A programação recebe recursos do Tesouro Estadual e emendas parlamentares dos senadores Davi Alcolumbre e Randolfe Rodrigues.

A tradição, que chegou ao estado há mais de 80 anos, é um dos festejos mais celebrados pelos amapaenses. A Cidade Junina foi montada exclusivamente para receber 59 grupos juninos, que participam dos campeonatos municipal e estadual, totalizando mais de 80 apresentações.

Monobloco, Fulô de Mandacaru, Companhia do Calypso e Rebeca Lindsay agitam Arraiá do Povo

Evento ocorre entre os dias 21 de junho e 2 de julho, com mais de 80 apresentações

O Governo do Amapá inicia o Arraiá do Povo 2024 celebrando grandes atrações nacionais nesta sexta-feira, 21, com os shows gratuitos da ‘Companhia do Calypso’, ‘São João do Monobloco’ e ‘Rebeca Lindsay’. A programação acontece na Cidade Junina, no Parque de Exposições da Fazendinha, em Macapá.

Com os hits “Bang Bang” e “Semancol”, a Companhia do Calypso, o Furacão do Brasil, promete agitar a Fazendinha a partir das 20h, acompanhada de clássicos cantados pelos festeiros do grupo São João do Monobloco, prontos para espalhar energia entre os foliões. Em seguida, Rebeca Lindsay traz o melhor do brega paraense para agitar a população.

Na quinta-feira, 27, é comemorado o Dia do Quadrilheiro e a banda ‘Fulô de Mandacaru’ traz o forró nordestino para o Amapá. A programação acontece em 12 dias de evento gratuito, envolvendo grupos juninos dos 16 municípios do estado.

Confira o horário dos shows nacionais:

21 de Junho

  • 19h – Quadrilha Coletiva do Amapá
  • 20h – Companhia do Calypso
  • 21h30 – São João do Monobloco
  • 23h – Rebeca Lindsay

27 de Junho

  • Premiação dos vencedores do Festival Municipal Sandro Rogério e o 5º Forrozão do Primo Sebastian
  • 21h – Show nacional do Fulô de Mandacaru

Arraiá do Povo

São destinados mais de R$5 milhões para a realização do evento, organizado pelas Secretarias de Estado da Cultura (Secult) e do Turismo (Setur), com recursos articulados do Tesouro Estadual e emendas parlamentares articuladas pelos senadores Davi Alcolumbre e Randolfe Rodrigues.

A tradição, que chegou ao estado há mais de 80 anos, é um dos festejos mais celebrados pelos amapaenses. A Cidade Junina foi montada exclusivamente para receber 56 grupos, que participam dos campeonatos municipal e estadual, totalizando mais de 80 apresentações.

Arraiá do Povo 2024: Governo do Amapá monta cidade junina cenográfica com elementos da Amazônia

Cidade Junina do Governo do Amapá terá uma ambientação com características da região amazônica

O Governo do Amapá prepara os últimos ajustes da grande estrutura montada para a segunda edição do Arraiá do Povo, que neste ano será realizado no Parque de Exposições da Fazendinha, em Macapá. A três dias da abertura oficial, na sexta-feira, 21, a cidade junina une a tradição da quadra junina com a ambientação de aspectos da vida na Amazônia.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO ARRAIÁ DO POVO 2024

A cidade junina conta com dois palcos para apresentação dos grupos, shows nacionais e locais. No espaço também estão sendo montadas arquibancadas para receber o público. Haverá ainda praça gastronômica com comidas regionais, parque de diversões e área de concentração para os quadrilheiros.

A estrutura é composta por uma adaptação de elementos cenográficos do período junino com características da Amazônia. Símbolos como o sertão nordestino, como cactos e a seca, foram substituídos por açaizeiros, representações de rios e embarcações. Entre os destaques estão as casas caboclas, que apresentam uma variedade de cores e nomes como mercadinho, vitaminosa e baiúca. 

“Estamos retomando esse sentimento do arraial como uma grande festa popular com programação simultânea. Enquanto uma quadrilha está se apresentando para um lado, o parque de diversão está funcionando no outro, o show musical em outro canto. O Arraiá do Povo não se restringe mais apenas às disputas de grupos juninos, teremos várias atividades culturais nesse ambiente voltado para receber todos os públicos, da criança ao adulto”, explica a secretária de Cultura, Clícia Vieira Di Miceli.

Arraiá do Povo

Arraiá do Povo 2024 terá 12 dias de evento gratuito envolvendo grupos dos 16 municípios do Amapá. São investidos mais de R$5 milhões para a realização do evento, organizado pelas Secretarias de Estado da Cultura (Secult) e do Turismo (Setur), com recursos articulados do Tesouro Estadual e emendas parlamentares articuladas pelos senadores Davi Alcolumbre e Randolfe Rodrigues.

A tradição, que chegou ao estado há mais de 80 anos, é um dos festejos mais celebrados pelos amapaenses. A cidade junina foi montada exclusivamente para receber 56 grupos, que participam dos campeonatos municipal e estadual, totalizando mais de 80 apresentações.

Corpo de Bombeiros do Amapá orienta sobre cuidados para evitar acidentes durante festas juninas

No período junino, são frequentes os casos de queimaduras provocadas por fogos de artifício e fogueiras.

Com a chegada do período de festas juninas, o Corpo de Bombeiros do Amapá repassa algumas orientações para a população sobre as práticas que podem evitar acidentes com fogos de artifícios e fogueiras, tornando as comemorações mais seguras e agradáveis para todos.

As fogueiras são uma das principais atrações das festas juninas, mas para que tudo fique sob controle, o Corpo de Bombeiros destaca os seguintes cuidados:

Evitar acender fogueira próximo a fiação elétrica;
Não pular por cima da fogueira;
Ter um extintor de incêndio para apagar as chamas, em situações de emergência.
Outros cuidados que precisam ser tomados, são com relação aos fogos de artifício. Se manuseados de forma incorreta ou imprudente podem provocar queimaduras graves, por isso, as recomendações são:

Evitar soltar fogos de artifício perto de redes elétricas;
Evitar soltar fogos na direção de outras pessoas ou próximo de janelas;
Utilizar o alongador, ao soltar fogos de artifício;
Não tentar reacender fogos de artifício que falharam;
Soltar fogos em ambientes abertos
De acordo com o major do Corpo de Bombeiros, Wagner Reis, durante as festas juninas é preciso ficar alerta com as crianças e adolescentes, que costumam brincar com as bombinhas de São João.

“O ideal é que essas bombinhas sejam utilizadas conforme a idade indicada. Além disso, é importante evitar colocá-las dentro de latas ou recipientes semelhantes, pois isso causa vários acidentes. Também não é recomendável que crianças e adolescentes estourem bombas na mão, porque os riscos de acidente são grandes”, pontuou o bombeiro.

No caso de acidentes com queimaduras, a orientação é lavar a parte do corpo afetada com água corrente, sem a utilização de qualquer produto. Em ocorrência de queimadura grave, o ideal é acionar o Corpo de Bombeiros ou se deslocar para o hospital mais próximo, procurando por atendimento médico especializado.

Para solicitar atendimento do Corpo de Bombeiros, basta entrar em contato pelo número 193.