Governo do Amapá retoma ‘Proerd Pé na Estrada’ para levar prevenção às drogas nas escolas de todo o estado

Coordenada pela Polícia Militar, a iniciativa será itinerante e é mais uma proposta do Plano de Governo da gestão sendo cumprida.

A ampliação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), desenvolvido pela Polícia Militar nas escolas da rede pública e particular de ensino, integra as políticas de segurança do Plano de Governo da gestão do governador Clécio Luís. Em 2024, a iniciativa volta a ser itinerante com o “Proerd Pé na Estrada”, que vai percorrer todos os municípios do Amapá.

O programa, que não chega ao interior do estado há 11 anos, retorna para aproximar as comunidades dos 16 municípios, das forças de segurança, levando projetos sociais e iniciativas educacionais a jovens, para que sejam multiplicadores de conhecimentos na construção de uma sociedade mais justa.

O Proerd tem as ações direcionadas para toda comunidade escolar e, de forma especial, também aos pais e responsáveis dos alunos, promovendo a reflexão sobre a importância da família como primeiro ambiente de prevenção.

De acordo com o coordenador do programa, major Alex Sandro Chaves, o “Proerd Pé na Estrada” atuou apenas em 2013. Este ano, Laranjal do Jari deve ser a primeira cidade a receber os monitores, com ação prevista para o dia 1º de abril.

“O Proerd Pé na Estrada é a aplicação das mesmas lições que damos aqui em Macapá, mas, agora também no interior. Serão dez lições aplicadas às crianças. Estamos voltando, e, certamente, a sensação é muito boa. Temos esta tarefa dada pelo Governo do Amapá e pelo comando-geral e vamos cumprir e levar o Proerd aos 16 municípios”, garantiu o major.

Neste primeiro momento, a maioria dos monitores são policiais da Diretoria de Ação Social e Cidadania da PM, e de alguns batalhões da capital. O major Alex Sandro antecipa que uma nova capacitação vai qualificar outros agentes da segurança para atender ainda mais crianças e adolescentes.

“Teremos um curso em setembro deste ano, que pretendemos formar alguns policiais que já atuam no interior. Estamos há 4 anos sem essa capacitação para instrutor do Proerd, e fizemos uma força-tarefa para este retorno e contamos com o apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública [Sejusp]”, reforçou o coordenador.

Saiba como funciona o Proerd

Normalmente, a aplicação do programa é feita dentro da sala de aula para turmas de 5ª ano da rede pública de ensino, sempre acompanhadas pelo professor da classe. As escolas são selecionadas conforme solicitação das mesmas e a necessidade detectada pela coordenação do estabelecimento de ensino.

O Proerd conta com um total de 10 encontros, totalizando 10 horas/aula, durante um semestre letivo. Em específico no “Pé na Estrada”, o atendimento será feito no decorrer de uma semana, sendo duas horas por dia, sempre finalizando com a formatura das turmas.

Proerd

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência é desenvolvido em parceria com as polícias militares e escolas, com o objetivo de prevenir o uso de drogas e a prática da violência entre crianças e adolescentes. O programa foi criado nos Estados Unidos em 1983 e chegou ao Brasil em 1992.

No Amapá foi implantado em 2002 e já atendeu mais de 135 mil alunos de 5 a 12 anos, das séries iniciais até o 5º ano das escolas das redes pública e particular de ensino.

Governo do Amapá apresenta ‘Cantata Natalina das Escolas Estaduais 2023’ a partir de quarta-feira, 20

Programação busca incentivar o espirito natalino e estimular senso artístico dos alunos

O Governo do Estado organiza os preparativos para a programação da “Cantata Natalina das Escolas Estaduais 2023”. Os eventos vão reunir um coral de 1,5 mil estudantes de 68 unidades de ensino com o tema ‘Em uma noite de Natal’. As apresentações acontecem na quarta-feira, 20, em Macapá, e na quinta-feira, 21, em Santana.

Além de valorizar o talento artístico dos pequenos, a cantata busca incentivar o espírito natalino nas famílias amapaenses, valorizando as diferentes manifestações culturais que contribuem para formação de valores humanitários, espírito de solidariedade e a consolidação de uma cultura de paz.

“Estes serão dias muito especiais, que buscam reunir famílias e resgatar a cultura das cantatas natalinas das escolas estaduais. É um grande encerramento de ano para a comunidade escolar junto com a sociedade”, destacou a secretária adjunta de Políticas da Educação, Antônia Andrade.A apresentação possui um coral base composto pelos centros profissionalizantes e 68 escolas estaduais, que apresentarão músicas natalinas clássicas como ‘Vem chegando o Natal’, ‘É Natal’ e ‘Natal de Amor’. Algumas unidades de ensino também irão apresentar coreografias.

Confira a programação da “Cantata Natalina das Escolas Estaduais 2023”:

Quarta-feira, 20 
Hora: a partir das 19h
Local: em frente à Casa do Artesão, em Macapá

  • Apresentação de alunos do Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e Escola Quilombola Estadual David Miranda.
  • Apresentação do Coral Oscar Santos, do Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima.
  • Música ‘Vem chegando Natal’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Antônio Ferreira Lima Neto.
  • Música ‘Para não ser triste’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Antônio Ferreira Lima Neto.
  • Música ‘Cristo em nós’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Augusto dos Anjos.
  • Música ‘Natal de Amor’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Augusto dos Anjos.
  • Música ‘Pintor do Mundo’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Coaracy Nunes.
  • Música ‘Natal Tucuju’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Coaracy Nunes.
  • Música ‘Natividade’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Mãe Angélica (Presépio Vivo)
  • Música ‘Acalma meu coração’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Mãe Angélica (presépio vivo)
  • Música ‘Deserto’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Maria Merian e Mãe Angélica
  • Música ‘Glória’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Mãe Angélica Música ‘Melhor presente’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Maria Merian.
  • 14 – Música ‘É Natal’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Antônio Cordeiro Pontes.
  • 15 – Música ‘Papai Noel é amor’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral de estudantes da Escola Estadual Antônio Cordeiro Pontes.
  • 16 – Música ‘Vem chegando o Natal’, todas as escolas.

Quinta-feira, 21
Hora: a partir das 19h
Local: praça em frente ao Fórum, em Santana

  • Apresentação musical dos alunos do Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e Escola Quilombola Estadual David Miranda.
  • Apresentação musical dos alunos do coral Oscar Santos do Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade.
  • Música ‘Vem chegando Natal’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade e Escola Estadual Joanira Del Castillo.
  • Música ‘Para não ser triste’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade e Escola Estadual Joanira Del Castillo.
  • Música ‘Cristo em nós’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade e Escola Estadual Almirante Barroso.
  • Música ‘Natal de Amor’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade Escola Estadual Almirante Barroso.
  • Música ‘Pintor do Mundo’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade Escola Estadual Ribamar Pestana
  • Música ‘Natal Tucuju’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade Escola Estadual Ribamar Pestana.
  • Música ‘Natividade’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade Escola Estadual Francisco Walcy Lobato Lima (presépio vivo).
  • Música ‘Acalma meu coração’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade e Escola Estadual Francisco Walcy Lobato Lima (momento de oração).
  • Música ‘Deserto’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade, Escola Estadual Francisco Walcy Lobato Lima (momento de oração) e Escola Estadual Rodovol Borges
  • Música ‘Glória’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade, Escola Estadual Francisco Walcy Lobato Lima.
  • Música ‘Melhor presente’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade e Escola Estadual Rodoval Borges.
  • Música ‘É Natal’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade e Escola Estadual Izanete Victor
  • Música ‘Papai Noel é amor’, com o Centro Profissionalizante de Música Walkiria Lima, e coral do Centro de Educação Profissional em Artes e Cultura Bi Trindade e Escola Estadual Izanete Victor.
  • Música ‘Vem chegando o Natal’, todas as escolas.

MP-AP realiza inspeção em obras de escolas públicas de Macapá


O Ministério Público do Estado do Amapá (MP-AP), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Educação (PJDE) e do Centro de Apoio Operacional da Educação (CAO-EDU), realizou, na sexta-feira (11), inspeções em unidades escolares da rede pública de ensino que estão sendo construídas e/ou reformadas. O objetivo foi averiguar o andamento das obras, bem como o prazo para entrega à Secretaria Municipal de Educação de Macapá.

Participaram da ação o coordenador do convênio n° 001/2020/MP-AP/UNIFAP/FUNDAPE, Antônio dos Martírios Barros; o secretário de Educação de Macapá, Rodrigo Souza Gomes; o subsecretário de Gestão Educacional/SEMED, Ebrely Andrade; o diretor do Departamento Pedagógico/SEMED, Marcio Brito; o chefe da Comunicação/SEMED, Lázaro Gaia; o diretor Operacional, Eduardo A. Cunha; a diretora Alba Fonseca, da Escola Municipal Caetano Dias Tomaz; e a equipe da PJDE e CAO-EDU/MPAP.

As inspeções fazem parte do projeto “Gabinete nas Escolas”, que realiza trabalho integrado com diversas instituições públicas responsáveis pela fiscalização da educação na capital amapaense.

Escola Municipal de Educação Infantil e Escola de Ensino Fundamental e Médio – Conjunto Habitacional Miracema


Localizado às margens da Rodovia Norte Sul, o Residencial Miracema I, contará com duas unidades educacionais, sendo uma Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI), com 10 salas de aulas, que atenderá, aproximadamente, 300 crianças de zero a cinco anos, em regime parcial; e uma Escola que atenderá estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio, com 12 salas de aula. A entrega da obra, ao Estado do Amapá, está prevista para final deste mês de março de 2022.

Escola Municipal de Educação Infantil e Escola de Ensino Fundamental – Conjunto Habitacional Açucena


O Conjunto Habitacional Açucena, localizado no bairro Novo Buritizal, Zona Sul de Macapá, tem a previsão de contar com uma Escola Municipal de Educação Infantil, que ofertará à comunidade 6 salas de aula para o atendimento de crianças de zero a cinco anos e tem a previsão de entrega, pela empresa responsável, à Prefeitura Municipal de Macapá, até o final de março de 2022.

A obra da Escola destinada ao Ensino Fundamental (12 salas de aula) ainda não foi iniciada, devido a impasses no andamento do processo referente a contrapartida da municipalidade. Segundo a empresa vencedora do certame licitatório, os recursos financeiros a serem destinados para a construção, além de fazerem parte do Fundo de Arrendamento Residencial-FAR do Banco do Brasil, ainda necessitam ser reajustados, a fim de que aconteça o reequilíbrio contratual.


Creche Tio Coró

Localizada no Distrito da Fazendinha, a Creche Tio Soró conta com nova data para entrega da obra, cujo calendário prevê para o dia 11/04/2022, devido a necessidade de adequações no prédio, após o abandono sofrido em anos anteriores.

“Estamos iniciando na próxima semana a colocação das janelas com os peitoris e depois vamos para a parte interna, com a obra fechada já vai entrar no acabamento mais fino, que é a colocação de forro, luminária, etc. A partir daí, vamos manter a obra em um nível de limpeza mais apurado. Hoje, a construção está em torno de 80% e até o dia 11 de abril de 2022 deveremos concluir, que é o nosso prazo contratual. A comunidade vai ter uma construção moderna, bem eficiente e muito confortável com essa metodologia construtiva, então acho que vai ficar satisfeita”, esclareceu Eduardo Cunha, responsável pelo canteiro de obra.

Escola Municipal de Ensino Fundamental Caetano Dias Tomaz

A EMEF Caetano Dias Tomaz, localizada no Distrito da Fazendinha, terá a reforma concluída até o dia 05/04/2022, segundo informações prestadas pela diretora do educandário, professora Alba Fonseca.

“Na verdade, a Caetano Tomaz está passando por reformas desde 2009, quando foi em 2013 deu uma parada, e há 8 (oito) anos, passou por uma pintura.  Agora, na ela está recebendo uma reforma na parte elétrica, onde apresenta deficiência. Ainda não está concluída, está faltando a parte da acessibilidade, as janelas que antes eram de cobogó e agora vão ser de vidro. A área externa, na entrada que tinha problemas com as enchentes, está faltando algumas coisas, mas já avançou bastante. A comunidade estudantil está ansiosa para passar para este prédio, porque a escola Caetano Tomaz tem trinta e três anos de história e precisa ser restabelecida. E, aqui, quero ressaltar um clamor que a comunidade está fazendo e fez a mim e já fez a atual Secretaria, que é o pedido da quadra. […] Não tem quadra, mas nós temos espaço. Acredito que é bom esse acompanhamento, poderia ser constante, mas com a presença foi muito boa!”, destacou Alba Oliveira.


O que dizem os representantes?

“A Secretaria vem fazendo toda semana uma inspeção, tanto nas obras de novas escolas quanto naquelas que estão passando por reforma, e ficamos muito satisfeitos, pois avançamos bastante. Há duas semanas lançamos o plano para reformas em dez escolas. Na próxima semana, vamos lançar um plano de reforma de mais dez escolas. É um investimento significativo do Fundeb e contrapartida do governo municipal e tenho certeza que vamos dar um salto na infraestrutura das nossas escolas, que é o nosso objetivo. É sempre bom caminhar juntamente com o Ministério Público, porque a gente tem um certo limite para conseguir avançar dentro do nosso intento. Com aval da Promotoria da Educação conosco, conseguimos avançar, também, destravar alguns processos, que est&a tilde;o na esfera administrativa ou que precisam realmente de um empenho maior de outras partes. Ficamos felizes em contar com essa ajuda para avançar na política pública de educação no município de  Macapá”, ressalta Rodrigo Souza Gomes.

O subsecretário de Gestão Educacional/SEMED avaliou como muito positivo. “Pude observar que o trabalho está avançando bastante. É sempre bom contar com a Promotoria da Educação para auxiliar nesse processo de conquista desses espaços educacionais. A Prefeitura tomou a iniciativa de iniciar esses processos, de colocar para funcionar todos esses projetos de creche e escolas de ensino fundamental para atender nossas crianças, que estão precisando bastante desses espaços adequados e dignos para que possam continuar aprendendo.”, pontua Ebrely Nunes de Andrade,

O promotor de Justiça, Roberto Alvares, destacou:

“A Promotoria de Defesa da Educação desenvolve, ordinariamente, as ações de inspeção escolar, buscando disponibilizar o Gabinete nas Escolas à comunidade amapaense e, assim, acompanhar o desenvolvimento, os avanços e as dificuldades da educação na comarca de Macapá. Construir escolas é acreditar que a educação é um instrumento primordial para a transformação social e contribui com a formação de caráter de cada cidadão e cidadã. Assim, agradeço a disponibilidade e gentileza dos representantes do Município no acompanhamento e esclarecimentos durante as inspeções realizadas. Logo, estaremos sempre à disposição dos gestores de boa vontade”, finalizou.

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá