Ariel Moura é indicada ao Prêmio Multshow com música ‘Língua Intrusa’

Cantora concorre na Categoria Brasil por meio de votação popular.

A cantora amapaense Ariel Moura está representando o Amapá no Prêmio Multshow 2023. Ela é a primeira artista do Amapá a ser indicada à premiação, que é uma das mais importantes do cenário musical nacional.

Ariel concorre na Categoria Brasil, uma novidade da edição deste ano, que reúne representantes de todos os estados do país. Essa categoria é dividida em duas fases. Na primeira, 27 músicas que estão em destaque em cada estado concorrem em votação que levará à segunda etapa.

As músicas mais votadas por região seguem para a etapa final, que contará com 5 finalistas, os quais concorrerão ao troféu da categoria. Os nomes serão revelados no dia 15 de outubro. Nas duas etapas, os vencedores serão escolhidos por voto popular. A votação é bem simples e pode ser feita no link: https://encurtador.com.br/vKL38, basta entrar e seguir os passos de login para poder concluir seu voto.

A música indicada para concorrer é “Língua Intrusa”, uma composição de Joãozinho Gomes e Enrico Di Micelli. “Essa canção faz parte do meu primeiro álbum e é uma grande alegria para todos nós, porque é algo que fortalece e empodera os nossos artistas, além de mostrar a força da nossa música também”, relata Ariel.

Norte no Prêmio Multshow

Na Região Norte, 7 artistas participam do prêmio. São eles: Brunno Damasceno, representando o Acre com a canção “Consciência de Classe”. Do Amazonas, Karen Francis concorre com “Cardume”. O Pará tem como representante Luê, com “Preamar”, enquanto Gabriê foi a escolhida de Rondônia com “Magia Leonina”. De Roraima, Marília Tavares concorre com “Me Dói Imaginar”. E do Tocantins, Pedro Libe foi indicado por “O Corpo Não Mente (feat com Hugo e Guilherme)”.

Ariel

É cantora, compositora e atriz. Está na carreira profissional desde 2015. Em 2016, participou do programa The Voice da Rede Globo. Desde então, realizou diversas apresentações. Atualmente mora em São Paulo e tem como influências musicais: o Soul, o Jazz, o Pop e a Música Popular Brasileira, onde assume ainda as raízes do Batuque e do Marabaixo como suas grandes referências.

Este ano, além de diversas apresentações na capital paulista, Ariel conquistou o troféu Lamartine Babo no 53° Festival Nacional da Canção (Fenac), em Minas Gerais, com a performance da canção “Geandra”, também de Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes. Canção que também deu à atriz o 1º lugar na 40ª Feira Avareense da Música Popular (Fampop).

Ariel Moura lança EP ‘Mundiar’ com releituras de sucessos da MPA


Com quatro novas versões de músicas já conhecidas do cancioneiro amapaense, a cantora Ariel Moura, lançou o EP ‘Mundiar’ em todas as plataformas de streaming nesta quarta-feira, 7. O trabalho ganhou também versões visuais para o YouTube.

‘Mundiar’ vem sendo preparado há cerca de um ano. No mês de julho a cantora lançou o single Língua intrusa, composição de Enrico di Miceli e Joãozinho Gomes. Junto a esta canção o EP também inclui as músicas, No compasso do luar (Joãozinho Gomes e Aldo Moreira), Pérola azulada (Joãozinho Gomes e Zé Miguel) e Mei mei (Joãozinho Gomes e Val Milhomem).

A produção musical de ‘Mundiar’ é assinada por Hian Moreira e produção artística assinada pela Duas Telas Produtora Cultural, e o projeto foi contemplado pela Lei Aldir Blanc e Circula Amapá através da Funart e Secretária de Estado da Cultura do Amapá – SECULT.

Para o lançamento presencial em Macapá Ariel se prepara para fazer seu primeiro show com as novas canções no Amapá Jazz Festival, que acontece no mês de outubro.

Ariel é cantora, compositora e atriz. Cantava desde a adolescência em apresentações em igreja, e iniciou sua carreira profissional de fato em 2015. Influenciada pelo Soul, Jazz, Pop, Música Popular Brasileira, onde assume ainda as raízes do Batuque e Marabaixo como uma de suas grandes referências. No ano de 2015 se apresentou pela primeira vez no Teatro das Bacabeiras, acompanhada de seu professor e amigo guitarrista Tom Campos em uma amostra cultural. No ano seguinte participou do programa The Voice da rede Globo.

Desde então realizou diversas apresentações. Participou do show “A Liga” ao lado de outros nomes da cena musical amapaense. Realizou seu primeiro show solo intitulado de “Gold” como cantora profissional, sob a direção musical de Dilean Monper. Participou da 7ª Edição do Amapá Jazz Festival, organizado pelo músico, compositor e produtor cultural Finéias Nellutty, além de outras aparições em programas regionais e shows locais.

EP ‘Mundiar’ de Ariel Moura
Ouvir em:  https://onerpm.link/310964434254
Uma produção: Duas Telas Produtora Cultural
Fotos: Pedro Stkls

Na madrugada de aniversário, Macapá ganha show de Finéias Nelluty, Enrico Di Miceli e Ariel Moura, na rampa do açaí

 

O maestro Finéias Nelluty, o cantor Enrico Di Miceli e a cantora Ariel farão uma apresentação nesta sexta-feira, 4, de fevereiro na rampa do Açaí para celebrar os 264 anos de Macapá, data que é comemorado o aniversário da cidade.

O projeto é idealização de Nelluty e existe desde de 2019. A apresentação começa às 5h30 da manhã com o nascer do sol e de fundo o majestoso rio Amazonas e segue até às 7h da manhã. Músicas, como “Vem conhecer Macapá” e outras serão tocadas para homenagear a cidade do batuque e marabaixo.