Prefeitura de Macapá implanta prontuário eletrônico nas UBS’s

 

Agora as informações de saúde estarão disponíveis e poderão ser acessadas em qualquer unidade municipal por todos os profissionais que prestam assistência.A iniciativa facilita o diagnóstico e tratamento dos usuários. Além da UBS Padre Raul Matte, onde o projeto está começando, o prontuário eletrônico chegará às demais unidades de saúde do município.

A UBS Padre Raul Matte é a primeira usar o sistema que é voltado aos usuários do SUS em Macapá.

Entre os benefícios da implantação do prontuário eletrônico, a coordenadora de Acompanhamento das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Claudia Sabino, explica que a iniciativa vem para otimizar os fluxos de trabalho das UBSs, garantindo segurança aos profissionais de saúde e gerando economia ao município, uma vez que não será mais necessário a utilização de prontuário impresso e todos os insumos envolvidos nesse processo.

“Hoje 500 consultas médicas gastam uma resma de papel A4, tinta de impressora e ocupam espaço no arquivo de documentação das unidades de saúde. Já com a utilização do prontuário eletrônico não teremos mais esses custos”, afirma Claudia.

“O prontuário eletrônico é apenas uma ferramenta do sistema de gestão das UBSs da capital e essa mudança permite, também, o agendamento online de consultas e exames, o controle de fluxo do paciente da entrada da UBS e até o momento que ele pega o remédio na farmácia. Em breve todo atendimento do usuário vai ser realizado nesse sistema”, completa a coordenadora.

O paciente precisa realizar seu cadastro biométrico, e, de acordo com o responsável pela implantação do sistema, Felipe Athar, o início do procedimento acontece quando o usuário faz o agendamento na UBS. “No dia da consulta, o paciente vai ter que validar seus dados e realizar seu cadastro no sistema. São coletados a biometria da face e dedos e em seguida o prontuário eletrônico estará disponível para ser usado em consultas médicas, na realização e resultado de exames, e na retirada de medicamentos. Tudo isso comprovado pela biometria do paciente”, comenta.

Conexão sem internet

O responsável explica ainda que o compartilhamento das informações não depende da internet, pois tudo é feito através de rede de dados de fibra ótica da prefeitura com anel de segurança. “Caso uma rede tenha algum problema, temos outra reserva para que o fluxo de informação não seja perdido, e os atendimentos continuem sendo feitos regularmente”, completou Felipe.

Cadastramento de usuários

A fim de incentivar o cadastro dos usuários do SUS, a Prefeitura de Macapá, por intermédio da Semsa, realizará uma campanha para que os pacientes façam a adesão ao sistema. Para o cadastramento a pessoa deve apresentar os originais de documento oficial com foto, CPF, RG, data de nascimento e o nome da mãe. Além disso, também é necessário apresentar o CEP da rua onde mora e o cartão do SUS.

Implantação em toda rede municipal

Por hora o sistema de prontuário eletrônico está funcionando apenas na UBS Padre Raul Matte e no Centro de Especialidades Dr. Papaleo Paes, o qual recebe as demandas de médica complexidade da rede municipal de saúde. O projeto visa a implantação em todas as UBSs do município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.