Outubro Rosa: Governo lança campanha para reforçar a prevenção contra o câncer de mama e de colo de útero

Incentivar a prevenção e a importância do diagnóstico precoce é o intuito da campanha do Governo do Estado para o Outubro Rosa, mês destinado à conscientização da sociedade sobre o câncer de mama e o câncer de colo do útero – eles representam, respectivamente, o 1º e o 3º lugar nos tipos de câncer mais frequentes entre as mulheres.

Programação busca conscientizar a sociedade sobre sinais, sintomas, prevenção e tratamento, para construir uma cultura de autocuidado.

Com o título de “O outubro é rosa, mas a prevenção é o ano todo”, a programação mescla eventos nas modalidades online e virtual.

O câncer de mama é caracterizado pela multiplicação desordenada de células cancerígenas, formando um tumor que, dependendo do caso, pode invadir outros órgãos. Os principais sintomas são: nódulo fixo e indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou com aspecto de “casca de laranja”; alterações no mamilo; nódulos menores nas axilas ou no pescoço e saída de líquido anormal pelos mamilos.

O câncer de colo de útero é causado pela infecção ocasionada pelo papilomavírus humano (HPV), transmitido sexualmente. A doença, por ser de desenvolvimento lento, pode não apresentar sintomas no começo, mas em casos avançados causa sangramento vaginal, secreção vaginal anormal e dor abdominal.

Segundo o oncologista Mauro Secco, o câncer de mama está diretamente relacionado ao estilo de vida e hábitos inadequados, além do histórico familiar. Para prevenir, é importante aderir a hábitos saudáveis.

“Praticar atividade física, manter uma alimentação equilibrada, peso corporal adequado e moderar no consumo de bebidas alcoólicas são práticas recomendadas. Para as mulheres que amamentam, é indicado prolongar a amamentação também enquanto um fator de prevenção”, disse.

De acordo com o médico, a prevenção do câncer de colo de útero está ligada a uma vida sexual saudável.

“A prevenção do câncer do colo do útero é por meio da diminuição do risco de contágio. Uso de preservativos, vacinação contra o HPV e a realização periódica do exame preventivo são as principais ações contra esse tipo de câncer”, alertou Secco.
Segundo o secretário de saúde, Juan Mendes, promover ações voltadas à sociedade, com o intuito de estimular a prevenção, pode ajudar na construção de uma cultura de cuidado com a saúde.
“Trazer a discussão sobre sinais, sintomas, prevenção e tratamento é, sem dúvidas, uma ação efetiva de política pública”, reforçou Mendes.

No Amapá, os exames podem ser realizados no Hospital do Amor, localizado na rua Carlos Daniel, 456 – Infraero II. Para os pacientes oncológicos, o Estado conta com a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia Luzair Costa (Unacon), localizada no Hospital de Clínicas Alberto Lima (Hcal), avenida Fab, 70, Centro.

Programação

A programação inicia na sexta-feira, 8, com divulgação de informativos nas redes sociais e a iluminação do monumento Marco Zero e encerra no dia 29 de outubro, última sexta-feira do mês, com uma live.

• 08/10 – Divulgação de informativos e Iluminação do monumento Marco Zero
• 15/10 – Dia “D“ do Cuidado
Hora: 8h30
Local: Museu Sacaca
Roda de Conversa, com representantes da Coordenadoria de Políticas de Atenção à Saúde (CPAS) / Núcleo de Ações Programáticas e Estratégicas (NAPE), com o tema: Saúde da Mulher: o cuidado, o autocuidado, redução de danos e a importância da promoção da saúde mental em momentos adversos.
• 22/10/2021 – Blitz do Lacinho
Hora: 8h30
Local: Rua Cândido Mendes – Centro
• 29/10/2021 – Live de encerramento da programação
A Promoção da Saúde e a legitimação da prevenção do câncer
Hora: 15h
Local: instagram.com/saudeamapa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.