Hemoap reforça chamado para doação de sangue antes do período de férias

Hemoap precisa de ao menos 100 doações diárias para garantir abastecimento dos hospitais do estado

Com a proximidade das férias escolares, muitas famílias de doadores aproveitam para viajar para outros estados, o que reflete na queda do número de doações de sangue. Para manter o estoque abastecido no mês de julho, o Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) reforça a campanha Junho Vermelho, para estimular a doação voluntária de sangue.

De acordo com o Hemoap, são necessárias, no mínimo, 100 bolsas de sangue por dia para abastecer os hospitais em todo o estado. Historicamente, nos meses de janeiro, fevereiro e julho são contabilizadas menos doações, porque muitos doadores voluntários saem de férias e adiam o comparecimento ao banco de sangue.

“Um suprimento adequado de sangue só pode ser garantido através de doações regulares e voluntárias. A questão é que boa parte das doações é realizada pelos chamados doadores de reposição, que colaboram com pacientes que já estão internados na rede pública de saúde. No período de férias, o volume de voluntários cai, o que pode comprometer o atendimento dos hospitais que são abastecidos pelo nosso banco de sangue, por isso, reforçamos neste mês festivo, a importância da doação e estimulamos a sociedade em geral a vir até o Hemoap e se tornar um voluntário”, pontuou o diretor-presidente do Hemoap, Eldren Lage.

Atualmente o Hemoap tem 180 mil doadores cadastrados, mas somente 20 mil de repetição, que são aqueles doadores que frequentam de forma mais regular o instituto com até 3 doações anuais.

Junho Vermelho

O movimento Junho Vermelho tem como objetivo conscientizar sobre a importância de doar sangue com frequência. O principal é aumentar os números de doações voluntárias de sangue em todo o país, bem como, incentivar as pessoas a doarem regularmente e deixarem o legado de solidariedade e empatia através das gerações.

Quem pode doar?

A pessoa só é classificada como apta ou não a doação após uma triagem clínica que consiste num questionário sobre a saúde e vida do possível doador.

  • É necessário estar em boas condições de saúde;
  • Pesar acima de 50 kg;
  • Ter idade entre 16 e 69 anos;
  • Não ter apresentado sinais ou sintomas gripais nos últimos 14 dias e não ter testado positivo para Covid-19 nos últimos 10 dias;
  • Apresentar documento oficial;
  • Os menores de 18 anos necessitam de autorização dos responsáveis. O termo pode ser solicitado via WhatsApp do Hemoap: (96) 98811-0200;
  • Os intervalos para doação são de 60 dias para homens e 90 dias para mulheres.

Serviço

As doações de sangue podem ser realizadas na carreta do Hemoap, localizada em frente ao hemocentro, que fica na Avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com a Rua Jovino Dinoá, no Centro de Macapá.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *