Governo do Amapá lança edição 2021 dos ‘16 Dias de Ativismo’ pelo fim da violência contra mulheres e meninas

 

O Governo do Amapá inicia nesta segunda-feira, 22, e edição 2021 dos ‘16 Dias de Ativismo’ – O Amapá Pelo Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas. A campanha ocorre no mundo para conscientizar a população sobre os diferentes tipos de agressões de gênero e a busca de medidas, prevenção e combate à violência, além de ampliar os espaços de debate.

No Amapá, os eventos alusivos à data são coordenados pela Secretaria Extraordinária de Políticas para Mulheres (SEPM). Este ano o calendário prevê uma séria de ações que entre os dias 22 de novembro e 10 de dezembro.

Nesta segunda-feira, 22, o primeiro encontro será às 16h, no Museu Sacaca, onde ocorrerá um debate sobre como a Rede de Atendimento à Mulher (RAM) está articulada no Estado.

Também dentro da programação, as Organizações de Política para Mulheres (OPMs) de diversos municípios participarão com suas agendas, interligando as ações com a SEPM, com marchas, rodas de conversas e ações itinerantes.

Essas atividades serão apoiadas pelo Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM) de Macapá, Porto Grande, Mazagão, Laranjal do Jari e Oiapoque, e pelo Centro de Referência em Atendimento à Mulher e a Família (Camuf) de Macapá e Santana – todos vinculados à SEPM.

Pontos altos

No próximo dia 25, ocorrerá um dos eventos mais importante da programação: o Dia Laranja de Mobilização Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, no qual vários órgãos estaduais e pertencentes a Rede de Atendimento à Mulher farão suas ações alusivas a este Dia D.

Outro ponto alto dos 16 Dias de Ativismo será o Seminário com a Educação: Desconstruída Para Combater – A violência de Gênero e o Papel da Escola; e, logo depois, ocorrerá um bate papo com Agentes da Segurança Pública.

Ambos ocorrerão no auditório do Sebrae e com a presença do escritor, letrista, poeta, Tião Simpatia, que virá do Ceará e é autor da Lei Maria Da Penha de Cordeu.

“Teremos uma gama de eventos de diversos tipos para diferentes segmentos, mas todos voltados para o Combate à violência contra as mulheres e meninas. Nossa luta é constate”, ressaltou a gestora da Pasta da Mulher, Renata Apóstolo Santana.

Outra seara importante dentro dos 16 Dias de Ativismo são as ações voltadas ao empreendedorismo feminino, com Workshop Mulher de Negócios e a Feira Popular – Mulheres Fortes que se realizará na Beira Rio.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.