Deputado federal Pedro DaLua entra com representação no MPF contra a Unifap, por causa do processo de Heteroidenficação

 

O deputado federal, Pedro DaLua (PSC) Ingressou nesta quarta-feira, 6, com representação no Ministério Público Federal, contra a Unifap, para que a instituição apresente quais os critérios de avaliação foram utilizados pela Comissão Recursal de Heteroidentificação.


Ele também solicita a garantia de uma nova avaliação aos candidatos que se declararam negros, pardos ou indígenas. Muitos estudantes tem usado as redes sociais para reclamar que foram prejudicados na avaliação. DaLua quer que a nova avaliação seja feita com o
acompanhamento do Ministério Público Federal (MPF).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.