UEAP concede seu primeiro título de “Doutor Honoris Causa” ao ambientalista e extrativista, Pedro Ramos

Daquelas notícias que nos fazem acreditar que sim, academia, luta social e conhecimentos tradicionais se completam e precisam se reconhecer.

A Universidade do Estado do Amapá – UEAP, concedeu seu primeiro título de Doutor Honoris Causa ao Pedro Ramos. Ambientalista, trabalhador rural e extrativista.

Sobre o título, a reitora da UEAP, Kátia Paulino, escreveu em uma rede social:

“Primeiro título de Doutor Honoris Causa da Ueap é para um extrativista e ambientalista! O título de Doutor Honoris Causa foi concedido ao líder ambientalista e camponês, Sr. Pedro Ramos de Sousa.

O título de Doutor Honoris Causa aprovado em sessão do Conselho Universitário é o título mais importante concedido pela Universidade, pois é atribuído a personalidade eminente, nacional ou estrangeira, que tenha se destacado singularmente por sua contribuição à cultura, à educação ou à Humanidade.

Pedro Ramos nasceu em 27 de novembro de 1940, na Ilha dos Carás, no município de Afuá, no arquipélago do Marajó, Pará, filho de Manoel Raimundo de Sousa (Seu Caetano) e Beatriz Ramos da Paixão. Envolve-se nas lutas por Reforma Agrária no Amapá, especialmente na Região Sul do Estado, juntamente com técnicos extensionistas, agricultores de associações de outras localidades, padres e freiras progressistas e agentes comunitários das Comunidades Eclesiais de Bases (CEBs). Na ocasião, tem início a discussão para a criação dos Assentamentos Agroextrativistas, da Reserva de Uso Sustentável (RDS) e da Reserva Extrativista (RESEX).

A extensa atuação sindical e a busca de soluções para questões agrárias na Amazônia colocaram-no em contato com o movimento nacional dos seringueiros e sua principal liderança, Chico Mendes. O legado de Pedro Ramos como liderança, sua sabedoria e profundo conhecimento sobre os modos de pensar, agir e ser das comunidades tradicionais fez com que o Sr. Pedro Ramos, durante décadas, fosse um importante interlocutor oficial entre as comunidades e o governo, participando de diversos grupos de trabalho, mesas de negociações, representações e comissões governamentais, nas esferas municipal, estadual e federal.

O título de Doutor de Honoris Causa para o Sr. Pedro Ramos contribuirá, sem dúvida, para corrigir essa tendência, valorizando o conhecimento tradicional e, consequentemente, os seus detentores”. 

 

Para saber mais sobre a rica história de Pedro Ramos, leia o livro do Professor Marco Chagas:

“Mano Pedro. Socioambientalismo, ecologia de saberes e
artesanias das práticas na Amazônia”.

Clique Aqui para acessar o link do livro digital

http://www2.ueap.edu.br/Arquivos/Postagens/Atualiza%C3%A7%C3%A3o%20site%202021/Mano%20Pedro%20(Digital).pdf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.