• Como “ações corretivas” são importantes. Entretanto necessitamos, sim, é de “ações preventivas”, ou seja, verdadeiramente de uma ‘reforma política” e não de procedimentos paliativos. Precisamos de alternativas que:
    1. Acabem com a reeleição pra cargos eletivos do executivo (recriado pelo FHC pra poder se reeleger).
    2. Coíbam a prática de transformar a “atividade política” (senadores, deputados federais, deputados estaduais e vereadores) em “profissão”., através da limitação de mandatos consecutivos.
    3. Temporalizem os cargos vitalícios.
    Sei que isso é “utopia”. Porém “tô de saco cheio” dos “discursos demagógicos” da “politicagem” brasileira.
    FUI!!!

  • Muita coisa inconstitucional. Propostas que não resistirão as mais perfunctórias análises das Comissões do Congresso. “Teste de integridade”. Hhahahahaha. Palhaçada. presunções de culpabilidades antecipadas. Só se rasgarem a Carta da ONU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *