Projetos desenvolvidos pela Escola SESI Amapá no período da pandemia são apresentados em congresso internacional de educação

As iniciativas desenvolvidas pela Escola SESI Amapá, sobretudo as trabalhadas no período da pandemia, com foco no acolhimento dos alunos e famílias, foram apresentadas no Congresso Internacional de Volta às Aulas: um novo tempo na educação, promovido pelo Instituto Casagrande. No evento virtual, a superintendente do SESI Amapá, Alyne Vieira, deu detalhes sobre os projetos, durante o painel Cérebro cognitivo e o acolhimento emocional na volta às aulas presenciais.

 

Na exposição, que contou com a visualização de milhares de pessoas, a gestora falou do Projeto Cuca Leve, iniciado como piloto em 2016, com turmas próximas a participar de avaliações. Com a proposta de adotar uma prática de bem-estar emocional, por meio de exercícios de respiração e meditação, ele foi adaptado durante a pandemia e se estendeu às famílias.

 

 

“Desde que iniciamos as oficinas de meditação temos colhido frutos muito significativos. Percebemos que os estudantes agora têm mais domínio do corpo físico, equilíbrio emocional, melhora da concentração, alívio das tensões, além de agirem com mais leveza e espontaneidade na comunicação. E tudo isso foi fundamental no momento que vivemos”, comentou Alyne Vieira.

 

 

No contexto de acolhimento, a superintendente também destacou outras iniciativas que a escola estruturou para estar perto das famílias e dos estudantes, a exemplo do projeto Escola SESI com Você. Uma estratégia adotada no período de férias escolares, com o intuito de oferecer atividades educacionais inovadoras considerando os acontecimentos globais.

 

 

O projeto buscou contribuir para o desenvolvimento do equilíbrio emocional, pensamento crítico, bem-estar do corpo e mente por meio de atividades de autoconhecimento, como os círculos em movimento, oficinas de meditação, alimentação saudável, ginástica funcional e oficinas de teatro.

 

 

O processo de retomada das aulas no formato híbrido também foi tema da exposição. Na oportunidade, foi explicado como a escola se adaptou, não só em termos de infraestrutura e oferta de ferramentas e plataformas educacionais. Mas também dando apoio psicológico aos docentes e estudantes.

 

 

Para quem desejar assistir o painel na íntegra, basta acessar o Canal do Instituto Casagrande no YouTube (https://bit.ly/36UhiYc).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *