Projeto de Inclusão Digital +60: curso de informática para pessoas a partir dos 60 anos

O Governo do Amapá lançou nesta quarta-feira, 16, o projeto de Inclusão Digital +60. O programa vai oferecer aulas gratuitas de informática básica para pessoas a partir dos 60 anos, em todo o Amapá, que possuem dificuldades ou não sabem utilizar determinadas tecnologias, desde ligar o computador até navegar na internet. As inscrições serão feitas, exclusivamente, pelo site processoseletivo.ap.gov.br, de 16 a 30 de março. Serão ofertadas 16 vagas. O curso será aberto à comunidade e coordenado pelo Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap).

As aulas serão ministradas por colaboradores do Prodap, no Laboratório de Mídias Digitais da Universidade Estadual do Amapá (Ueap). O curso tem carga horária de 12 horas, divididos em 3 dias de duração, no turno da tarde.

Inclusão Digital +60

O projeto de Inclusão Digital +60 tem como objetivo proporcionar a igualdade de acesso às novas tecnologias e incentivar a participação do idoso na família, na sociedade e no mercado de trabalho. Atualmente, as possibilidades de acesso a aparelhos como notebook, tablet e celular são maiores, porém muitos idosos não sabem usá-los, o que dificulta para eles usufruírem de ferramentas que podem facilitar o seu dia a dia.

O curso de informática vai abordar conteúdos como, identificação de equipamentos e acessórios, utilização do mouse, digitação, gerenciamento de arquivos, navegação na internet e redes sociais. O programa vai oferecer também palestra sobre educação financeira, feita por especialistas para os idosos e colaboradores do Prodap. Haverá ainda, oficina de smartphones e segurança digital, para proteção contra golpes financeiros, amorosos e furto de dados.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.