Pela primeira vez em 2 anos, Amapá não registra internações de pacientes com covid-19 na rede pública

Pela primeira vez desde o surgimento da covid-19 no Estado, não foram registradas internações pela doença na rede pública.

Os Boletins Epidemiológicos de segunda e terça trazem apenas 5 casos de internação, com 1 confirmado e 4 suspeitos, todos em leitos clínicos da rede privada de saúde. Com isso, o Amapá alcança o menor percentual de ocupação de leitos exclusivos para a covid-19, com 3,5% de ocupação na rede pública e privada.

“Estamos vivendo um momento de colher os frutos de um trabalho baseado na ciência e em medidas eficazes adotadas pelo Governo do Estado. Os resultados alcançados são fruto de um trabalho contínuo realizado por nossos técnicos, profissionais da saúde e, claro, a população, que precisa continuar fazendo a sua parte”, reforça a superintendente de Vigilância em Saúde do Amapá, Celisa Melo.

No início de abril, o Governo do Amapá tornou facultado o uso de máscaras em locais abertos e fechados, com exceção de escolas, unidades hospitalares e transporte coletivo.

A medida levou em consideração a queda dos indicadores da pandemia, que vem sendo observada desde o mês de março pelo Centre de Operação de Emergência em Saúde Pública (Coesp).

Mortes por Covid-19

Além disso, já são 11 dias sem mortes confirmadas de covid-19 em abril. Neste mês foram contabilizados quatro óbitos pela doença nos dias 1º, 5 e 7 de abril.

A queda histórica dos indicadores tem ligação direta com o avanço da vacinação, principalmente entre o público adulto, além das medidas de proteção adotadas desde o início da pandemia, que foram norteadas pela equipe técnico-científica do Estado, tornando o Amapá o estado da federação com a menor taxa de letalidade do país por muito tempo.

Vacinação

A vacinação no Amapá continua avançando para todos os públicos. Entre as crianças e adolescentes, estratégias como a vacinação nas escolas têm levado proteção aos estudantes que retornam à sala de aula. Foram mais de cinco mil doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas em duas semanas de campanha, que ofertou também outras vacinas do calendário infanto-juvenil.

Atualmente, os vacinadores do Governo do Estado seguem ofertando vacinação em Santana, em locais de grande circulação de público, como supermercados e unidades hospitalares.

O Governo já distribuiu 1.329.717 vacinas aos 16 municípios e aplicou 1.093.686 doses desde o início da campanha. O Amapá tem 70,71% de cobertura vacinal para a primeira dose e 69,74% para a segunda dose, dose única, dose de reforço e dose adicional.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1904/pela-primeira-vez-em-2-anos-amapa-nao-registra-internacoes-de-pacientes-com-covid-19-na-rede-publica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.