No Amapá, estudos científicos sobre o açaí são destaques na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

 

A programação conta com palestras, minicursos, oficinas, seminários e apresentações de trabalhos científicos.
Um dos produtos mais consumidos pelos amapaenses, o açaí, teve destaque na abertura da 18ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), nesta segunda, 4. No Amapá, o evento é coordenado pela Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec) e tem como parceiros universidades e institutos de ciência e tecnologia.

Dentre os estudos apresentados, estão pesquisas sobre manejo, cultivo, produção e o consumo do alimento típico da região amazônica e que tem ganhado notoriedade em todo o mundo.  Neste primeiro dia, o pesquisador Nagib Melém, da Embrapa Amapá, ministrou a palestra “Açaí com ciência: produtivo e seguro”.

“Mostramos a trajetória do açaí, que era uma comida indígena e veio sofrendo uma espécie de urbanização. Hoje, o nosso açaí é exportado para o Brasil e o mundo. Mas todo esse processo precisou da ciência e da tecnologia, que trouxe novas variedades, novos sistemas de produção, melhorando a qualidade e trazendo segurança aos consumidores”, explicou o pesquisador.

Além dos pesquisadores, alunos de universidades também desenvolvem planos de trabalho de iniciação científica voltados a estudos do produto. Este é o caso do estudante de engenharia florestal da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), Gabriel Madureira.

“Durante três anos me dediquei à iniciação científica na Embrapa e lá buscamos desenvolver tecnologias voltadas ao açaí. Trabalhamos com a sociobiodiversidade, atuando diretamente com ribeirinhos produtores, e desenvolvemos um calendário adaptado que coleta dados de consumo e de venda do açaí. Essa metodologia foi muito importante, pois mapeamos a região e definimos os períodos de safra e entressafra local para esses produtores”, disse o estudante.

A SNCT é o maior evento científico-tecnológico do país, e, este ano, tem como temática A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta. O objetivo é promover ações que mobilizem a população em torno do tema, valorizando a criatividade, o desenvolvimento científico e a inovação.

O evento busca divulgar importantes resultados da pesquisa científico-tecnológica para a melhoria da qualidade de vida da sociedade, como explica o secretário de Ciência e Tecnologia do Amapá (Setec), Rafael Pontes.

“A Semana é um evento que busca fazer a difusão do saber científico e tecnológico, desenvolvidos nas universidades e centros de pesquisa, entregando à sociedade produtos, serviços e conhecimento produzido pelo setor científico amapaense”, enfatizou Pontes.

A programação conta com palestras, minicursos, oficinas, seminários e apresentações de trabalhos científicos. Podem participar alunos e professores de todas as modalidades de ensino, pesquisadores, técnicos e todos que queiram conhecer ou aprofundar conhecimento sobre o assunto. A carga horária total do evento será de 40 horas, além da certificação das atividades promovidas por cada uma das instituições participantes.

A programação e o endereço para as inscrições nas atividades das instituições podem ser acessadas em: www.snct.ap.gov.br. A SNCT é promovida nacionalmente pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Premiação

No dia 8 de outubro, acontece a cerimônia de encerramento da SNCT com a entrega do Prêmio Amapá de Ciência, Tecnologia e Inovação – Robério Nobre. O evento ocorrerá às 10h30, no Palácio do Setentrião, com a presença de autoridades e os premiados nas categorias e subcategorias da premiação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.