Dia Mundial do Rock

O Dia Mundial do Rock é comemorado dia 13 de julho, porque foi nesta data que ocorreu o Live Aid em 1985, um megaevento com show simultâneos de Queen, Madonna, Paul McCartney, U2 entre outros.

Sim, associar o 13 de julho às homenagens ao gênero é justo, porém só acontece no Brasil. Tudo começou em meados dos anos 1990, quando duas rádios paulistas, a 89 FM e a 97 FM (atual Energia 97 FM) decidiram proclamar o dia do rock por essas terras. O 13 de julho é emblemático, não foi escolhido à toa. Em 1985, um megaevento organizado pelo músico Bob Geldof, ex-integrante do Boomtown Rats e protagonista do filme no “The Wall”, tinha como objetivo arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia.

Bob Dylan, com a participação luxuosa de Keith Richards e Ron Wood, Led Zeppelin (com Phil Collins na bateria), The Who, Queen, Paul McCartney, David Bowie, Elton John, Eric Clapton, Beach Boys, Tina Turner, U2, Mick Jagger, Joan Baez, Elvis Costello, B.B. King, Madonna, Duran Duran, Santana, Crosby, Stills & Nash, Neil Young e dezenas de outros artistas compraram a ideia de Geldof.
Os shows aconteceram simultaneamente, lotaram dois estádios (o Wembley, em Londres, e o John F. Kennedy, na Filadélfia) e foram transmitidos para quase dois bilhões de pessoas em mais de 100 países, em uma das maiores exibições em larga escala por satélite e televisão de todos os tempos.

Espertamente, as rádios paulistas escolheram o 13 de julho, capítulo importante para a biografia do rock, criando uma data popular em todo o país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.