A volta do Jazz na Calçada e os preparativos para o maior evento de música instrumental do Amapá

A volta gradual de eventos culturais em Macapá movimenta produtores, artistas e público, e nas tardes de sábado quem curte música instrumental pode prestigiar o Jazz na Calçada, que transforma um espaço aberto em palco cultural, no centro de Macapá. Finéias Nelluty está a frente desta movimentação que reúne músicos que desafiam os instrumentos com seus talentos e mostram que a afinidade entre eles é a fórmula do sucesso. Estes artistas se juntam no final da tarde, na calçada da casa da família do Professor Tiago, pioneiro no ensino musical no Amapá, e patriarca da família de Finéias. Neste sábado, 18, a convidada é a cantora Ariel Moura.

 

Jazz na Calçada nasceu em 2017, sem ousadias, era mais uma iniciativa para popularizar o jazz e suas variantes, e hoje é um aquecimento para o maior evento de música instrumental, o Amapá Jazz Festival, ápice de todo esse movimento artístico de acordes, sopros e percussão, pequenos ensaios semanais que criam uma atmosfera musical na cidade entre os meses de julho a outubro.

 

Não tem segredo, os músicos afinam os instrumentos na famosa calçada, enquanto o público chega e procura um lugar para sentar e apreciar a apresentação, que inicia ao entardecer e encanta quem passa pela rua e não incomoda os vizinhos, já acostumados com acordes vindos da casa 787, da avenida Clodóvil Coelho, no bairro do Trem. Paulinho Queiroga, Hian Moreira, Vinícius Bastos, Isaque Reis, Juninho Romano, Israel Cardoso, Fabinho Costa e Rogério Alsan, junto com Finéias Nelluty, fazem a recepção para a plateia e músicos convidados ou que chegam para dar uma qualificada e luxuosa canja.

 

A volta do jazz gratuito em espaço aberto é celebrado como uma vitória após meses de reclusão e isolamento. Em 2020, a pandemia da Covid-19 silenciou as ruas e locais de eventos, deixando o público isolado e sem estas e outras importantes vitrines musicais. O Jazz na Calçada calou e o Festival foi realizado online, uma adaptação necessária. Por isso, o retorno de produções responsáveis de entretenimento cultural, chega como uma brisa em pleno calor amazônico.

 

É uma excelente oportunidade para curtir o sábado a tarde em boa companhia, segurança e ouvindo um som de qualidade, e preparar os ouvidos para o Amapá Jazz Festival, que atualmente é o maior evento de música instrumental do Amapá e está no calendário nacional  e internacional  de eventos do estilo. O festival se consagrou pelo modelo popular, ao ar livre, na beira do rio Amazonas e por oferecer para o público um cardápio inquestionável de músicos, convidados brasileiros e estrangeiros de prestígio, que formam com o cenário um palco de cultura e natureza.

 

Os dois eventos são gratuitos. O Jazz na Calçada acontece todo sábado, a partir das 17h, na avenida Clodóvil Coelho, 787, no Trem. O Amapá Jazz Festival será nos dias 22  e 23 de outubro e a programação está em fase de fechamento de atrações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.