Aperte o Play: “Como Nossos Pais” eternizada na voz da grande Elis Regina

A música “Como Nossos Pais”, que fala sobre o conflito de gerações acentuado pela repressão da ditadura militar, foi composta na década de 70 por Belchior, e imortalizada na voz da musa Elis Regina. A canção foi lançada no álbum Alucinação, tornou-se um dos maiores clássicos da música popular brasileira e aparece na revista Rolling Stone entre as 100 melhores músicas brasileiras da história.

A música foi escrita num período conturbado da história brasileira, bem no meio da ditadura civil-militar, e isso influenciou bastante na composição de Belchior, assim como em várias outras canções da época.

E hoje, há exatas quatro décadas, a voz de Elis Regina (1945-1982) encontrava a eternidade. Tinha 36 anos e uma trajetória única nas artes do Brasil. Naquele 19 de janeiro, o silêncio ocupou o lugar do sublime, território esse tão comum às atuações da cantora nos palcos e discos.

Até hoje, a popularidade em torno dessa estrela da MPB ultrapassa as fronteiras da música. Por parte do público, respeito e fascínio tentam decifrar a vida profissional e pessoal da artista. Cantora, mãe, intérprete… Estão lá a coragem, o temperamento à flor da pele e o amor incondicional ao ofício.

“Cantar para mim é uma coisa séria, um sacerdócio. O resto é resto”, traz relato publicado no Diário do Nordeste em 1982. Na entrevista à jornalista Léa Penteado, originalmente veiculada no ‘O Globo’, a gaúcha definiu o significado de sua arte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.