Governo do Amapá integra Conselho Nacional de Comunicação Social

Entidade foi criada durante 1° Fórum Nacional de Secretários de Comunicação de todo o Brasil, que ocorreu na Bahia.


A elaboração de políticas em todo o Brasil para fortalecer ações como o combate à desinformação e notícias falsas são algumas das metas do novo Conselho Nacional de Secretarias de Comunicação Social, criado durante o 1º Fórum Nacional de Secretários de Comunicação Social, que ocorreu na quinta-feira, 15, em Salvador, na Bahia.

A secretária de Comunicação do Governo do Amapá, Ilziane Launé, foi eleita a secretária-geral do Conselho.

“Aqui temos as mais diversas realidades da comunicação pública do país. São estados com enormes diferenças sociais  e econômicas, mas com temas comuns aos governos, portanto, está na hora de dividirmos essas experiências para que possamos estabelecer um intercâmbio permanente. Além de debatermos temas importantes para a comunicação pública que ainda é pouco discutida no Brasil”, destacou Ilziane, ressaltando a importância.

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, participou do encontro e ressaltou que a nova entidade será uma ferramenta de troca e de atuação, que possibilita respostas rápidas e concretas para o setor, além de permanecer como legado para a comunicação pública brasileira.

“Estamos aqui com representantes de todo o Brasil, discutindo a pauta da comunicação como vetor de desenvolvimento do país, democracia e cidadania. Disponibilizamos a nossa energia, a nossa força e a nossa experiência, mas também queremos beber na fonte de cada um deles”, frisou Jerônimo Rodrigues.

O anfitrião do Fórum, secretário de Comunicação da Bahia, André Curvello, foi eleito presidente do Conselho.

“É uma honra para a Bahia receber este primeiro fórum. Reunir secretários de todo o país é uma grande oportunidade para que possamos trocar experiências e criar um ambiente coletivo de aprimoramento da comunicação em cada um de nossos estados e também nas políticas nacionais desse setor”, disse Curvello.

As reuniões do Conselho Nacional das Secretarias de Comunicação Social vão acontecer a cada três meses. Os próximos encontros serão no Rio de Janeiro e Paraná.

Fórum Nacional
O 1° Fórum Nacional proporcionou a troca de experiências entre os gestores, entre elas, o trabalho junto aos órgãos de controle, além de contratações de pesquisas, de agências de comunicação e de agências digitais.

Representando o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), o conselheiro Inaldo Araújo, apresentou a evolução da prestação de contas da Secretaria de Comunicação baiana ao longo de três anos. Ele ressaltou a queda no número de recomendações aplicadas às prestações de contas das despesas com publicidade e propaganda, o que reflete a transparência e o diálogo com o órgão de controle.

“O quão bom é essa simbiose da comunicação com os órgãos de controle. Não adianta fazer tudo bem feito, se não souber comunicar. A parceria e o diálogo entre a comunicação e o TCE resultou no Plano de Ação com medidas corretivas baseadas nas recomendações do TCE”, destacou o conselheiro.

Para o conselheiro, houve uma melhora significativa do desempenho da Secom da Bahia.

“Cada estado tem duas peculiaridades. Tem momentos que é preciso divulgar bastante como a campanha de combate à fome da Bahia, e aprimorar os procedimentos administrativos de acompanhamento e fiscalização dos contratos de publicidade e propaganda é fundamental”, disse Araújo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *