Waldez Góes reúne com general da Suframa e trata de revisão de regras da Zona Franca Verde

Desenvolvimento econômico e científico e a integração comercial dos estados da Amazônia foram as pautas de reunião  por videoconferência entre o governador do Amapá, Waldez Góes e o superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), general Algacir Polsin, na última semana.

Góes solicitou o apoio da Suframa para a revisão da resolução 204, defendendo a permanência das regras anteriores, com etapas simplificadas e maior possibilidade de acesso à Zona Franca de Manaus. Com as modificações nas normas em 2019, por decisão do Conselho da Suframa, os procedimentos da Zona Franca Verde (ZFV) foram igualados aos da Zona Franca de Manaus, uma medida que dificulta a aprovação de projetos por parte das microempresas.

Waldez defende ainda que o Centro de Biotecnologia da Amazônia, responsável por promover a inovação tecnológica de processos e produtos, incentivando e criando as condições básicas para apoiar o desenvolvimento das atividades industriais baseadas na exploração sustentável da biodiversidade amazônica, seja transformado em fundação pública.

O superintendente reforçou o apoio ao Estado e o interesse na integração entre as instituições. “Sozinhos não conseguiremos fazer nada, precisamos dessa integração. Queremos continuar os projetos já existentes e desempenhar novos. Esse é o nosso papel para contribuir com a redução das desigualdades sociais e regionais”, disse Polsin.

Ou seja, disse nada, e se comprometeu com nada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *