Viajando por aí

Terceira parte do relato de viagem da Janaína Helena e do Plínio às cidades americanas. Pra encerrar, a colorida, animada e impressionante Las Vegas.

Por Janaína Helena

Las Vegas localiza-se ao sul do estado de Nevada. Considerada a cidade com maior taxa de crescimento em toda a América do Norte, a cidade de Las Vegas possui mais de 500 mil habitantes, tendo mais de 1,9 milhões em sua região metropolitana.

Famosa por seus grandiosos cassinos, Las Vegas é conhecida mundialmente como a cidade que nunca dorme. De fato constatei tal fato desde o instante que cheguei até o momento que (infelizmente) sai. Não há relógios nos cassinos e os apostadores não perdem tempo, as vezes se utilizando de bolsas de gelo nas pernas e massagistas (presentes principalmente nas mesas de pôker.

foto 1foto 2FOTO 3

 

Antes de viajar li em um blog que Las Vegas muito se parecia com um desfile de escola de samba, cada cassino é um escola, cada um com seu tema. Há o New York New York, Venetian, Paris e até o Rio -. Fiquei impressionada quando entrei no Venetian e vi a realidade com que representava a cidade italiana. O teto era réplica perfeita do céu – impressionava –  os gondoleiros cantando em italiano a todo momento – emocionavam.

FOTO 4FOTO 5FOTO 6

 

Las Vegas não é só jogos – há também espetáculos fixos do Cirque du Soleil: Love, Ó e Ka são os mais procurados. Assisti ao KA no MGM e me emocionei. Uma dica é procurar as famosas cabines vermelhas que vendem ingressos para estes muitos outros espetáculos com desconto. Há também grandes shows no circuito o ano todo, o UFC que tem em Las Vegas uma de suas principais “casas”.

 

Onde se hospedar: há várias opções de hotéis – todos com preços acessíveis, principalmente comparando ao Brasil. Me hospedei no MGM e recomendo muito a vocês. Há também: Belágio (famoso por sua imensa fonte que de 15 em 15 minutos proporciona um espetáculo da dança das águas), Paris, New York New York, Mandalay, Ária etc… apenas recomendo que fiquem em um cassino na STRIP, principal rua de Vegas.

FOTO 7Hall do MGMFOTO 8VISTA DO MEU QUARTO NO MGM

FOTO 9

 

Onde comer: Nos cassinos há muitos restaurantes – apenas para exemplificar no que me hospedei tinha 6 restaurantes diferentes, além de lojas de conveniência e Starbucks. Na Strip há lanchonetes para quem não que gastar muito dinheiro e tempo, também lá há o Hard Rock Café.

Compras: na Strip tem a famosa ROSS, loja que vende peças de coleções passadas a preços bem acessíveis. Há também dois grandes outlets premiuns, recomendo o SUL pois é mais completo.

O que fazer em Vegas? O que você quiser fazer! Vegas é simplesmente sensacional! Já quero voltar!

FOTO 10

 

  • bom, existem observações como, preço em conta, barato, sim, mas barato quanto!!!!!
    em sites de viajem americanos e europeus as pessoas colocam “valores”, certa vez segui um destes indicativos de “barato” na serra negra e o pernoite era 600 reais, o relato está bom, mas se possivel coloque valores, continue, estou gostando……

    • Boa noite Marcos, eu optei pelo MGM pela localização e pq queria muito me hospedar dentro de um cassino – paguei em torno de 417 a diária, mas era uma quarto quaduplo (apesar de ter ficado apenas eu e meu marido)… comparando com o IBIS de SP que gira em torno de 250 reais e é um hotel econômico e sem grandes confortos achei em conta, mas é possível conseguir hospedagem mais barata se optar por uma pousada (que nos EUA é chamado de Motel) ou um hotel econômico – em torno de 100 reais… Espero ter respondido sua dúvida. Ah, achei hotel caro em Los Angeles, bem caro mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *