Secretaria de Indústria e Comércio está tendo que recomeçar quase do zero. Levaram de lá todos os projetos, planos e trabalhos.

Devolve gente. Os trabalhos são do estado, não é de técnico e nem de gestor nenhum.

Por isso defendo limite legal para cargos comissionados que não sejam servidores efetivos. O governo muda e parte da equipe continua, ou pelo menos fica no órgão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *