Uma coletiva marcante: o início da transição do governo de Waldez Góes, para o de Clécio Luis

O governador do Amapá, Waldez Góes, e o governador eleito, Clécio Luis, junto com vice, Teles Júnior, reuniram a imprensa hoje, 13.10, em uma entrevista coletiva com informações de como será transição de governo.

O momento, pela história política do Amapá, foi marcante. Pela primeira vez se vê uma transição iniciar de maneira construtiva, respeitosa e transparente.

Vi a história passando ali na minha frente.

As equipes do atual e do futuro governo serão apresentadas no dia 17, quando começam a trabalhar no diagnóstico da gestão do estado, projetos em execução, obras em andamento, licitações iniciadas, para que nada seja paralisado ou atrasado, e nenhum recurso seja perdido.

O final do governo de Waldez

O governador não concorreu a nenhum cargo e resolveu levar seu governo até o fim. Sobre isso, Clécio Luis destacou que Waldez vai governar com plenitude até o dia 31 de dezembro, fazendo entregas e conduzindo obras em andamento. Teles Jr ressaltou que o governador Waldez não permitiu que o governo virasse um “comitê eleitoral”.

Waldez disse que essa transição será histórica. Que a gestão fiscal está arrumada, que não há déficit orçamentário de pessoal e que nada paralisou durante a campanha política e nem vai paralisar . “Vamos fazer entregas até o último dia de gestão”, afirmou.

Compromissos de Campanha

O governador eleito, Clécio Luis, reafirmou que todos os compromissos de campanha estão mantidos. “A prioridade à saúde, é inegociável”, disse ele. Falou ainda das obras da saúde que estão em andamento ou em processo licitatório,  como o novo  HE, o Hospital de Porto Grande, entre outras.

Municípios

“Não esperem  de mim nenhum tipo de retaliação contra qualquer prefeito por não ter me apoiado “, afirmou o novo governador.

E fez um destaque para Santana. Ele  lembrou dos três meses que morou em Santana no seu projeto “Pelo Amapá Inteiro”, e falou do ritmo intenso que o prefeito Bala Rocha imprime ao município, que  vai voltar a ser motor do desenvolvimento.

Sobre Macapá, disse que já ligou ao prefeito Furlan, e que Macapá terá todo o seu apoio. Clécio lembrou que as vias pavimentadas que estão sendo entregues pela gestão municipal,  são resultados de trabalho de parceria com o governo do estado, quando ele era prefeito, e que essa parceria vai continuar, com ele na condição de governador.

Transparência

Clécio Luís agradeceu a maneira como o governo está iniciando a transição e disse que será uma transição tranquila e de muita transparência.

O processo de transição será dividido em eixos, que são:

I – Gestão e Finanças: Conselho de Gestão Fiscal, estrutura de Governo, gestão de pessoas, aquisições e contratações, sistemas corporativos, governo digital, ouvidoria e acesso à informação, transparência pública, relação com os municípios, orçamento de 2023 e prestação de contas; despesa com pessoal, dívida pública, precatórios, passivos contingentes, dívida ativa, receita pública, relatórios da LRF, bens imóveis, bens móveis, previdência e balanço patrimonial;

II – Infraestrutura: transportes, saneamento, energia e terras públicas;

III – Economia: ciência, tecnologia e fomento, emprego e renda, agricultura e pecuária, agroindústria, economia verde e clima e biodiversidade;

IV – Proteção e Defesa Social: educação, saúde, assistência social, habitação, cultura, esportes, direitos humanos e segurança pública;

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *